• @rgpatrickoficial

Vivendo no Escuro - Questão de Tempo

[FAIT – Pietro]

Fiz como a Lara mandou, depois do ocorrido, deixei o Artur na dele, e eu fiquei na minha. Despois do futebol no fim de semana, toda aquela desordem, ele viajou com seus pais, passou não só o fim de semana, mas voltou somente na quarta-feira.

Na FAIT logo no início das aulas, por volta de sete da noite. Estava na porta da sala com a Lara. Havia um banco onde estávamos sentados e falando coisas aleatórias, eu sentado ao seu lado e ela abre um sorriso olhando para o meu lado.

Ao me virar vejo o Artur, camiseta branca calça preta, aquele jeito que só ele sabe andar, chamando atenção sozinho. Até!

Ele esticar a mão e a Carol segura, se aproximando, e eles se beijam, que ótimo!

A Camila passa atrás e atravessa o pavilhão, em direção a Manuela, que estava olhando de olhos arregalados;

- Ai, olha a cara dela Pietro. – Fala Lara rindo.

- É está igual a minha! – Falo me ajeitando no banco.

- Relaxa, aquilo é só pra chamar a atenção, acha mesmo que o Artur iria ficar por baixo?

- Não é isso Lara... – Antes de terminar de falar ele cumprimenta a gente.

- Pietro, Lara. – Cumprimentamos, e ele ficou conosco.

Troca de olhares intensa entre eu e ele! E Artur olhando diferente para a Lara.

“Ps. Não contei a Lara do sexo ainda.”

- Depois me passa a matéria desses dias em Pietro, to ligado do trabalho do Thales. – Fala ele.

- Sim, pode deixar.

Bem Artur se vira, sentando em um banco próximo, mas onde não poderia ouvir a gente.

Eu então solto a “perola”;

- Lara, quando ficava com o Artur, ele era rápido? – Pergunto com os cotovelos apoiados nos joelhos.

Bem próximo a ela, Lara sorriu e questiona;

- Diz gozar rápido?

- Isso. – Fiquei vermelho, pois ela não tem papas na língua.

- Acha que o pacote vinha sem defeito? Aquilo é bom demais para ser verdade. O Artur tem ejaculação precoce! Se tu for com tudo, mata o cara, rsrsrs. Porque? – Ela fala se ajeitando mais próximo.

- Nada, é que...

- Quando vai me contar que vocês ficaram?

Cerrei as sobrancelhas, com uma cara de indiferença;

- Ele te falou?

- Pietro, está escrito na sua cara e na do Artur.

- Sim, foi muito bom, rápido, mas muito bom.

- E ai? Depois?

- Nada, não falamos sobre, deixei quieto, e nem sei o que falar com ele.

- Pietro, para de ser morto! Gente, fala com ele, sei lá. Inventa alguma coisa! Mas gente você... – Lara estava me esculachando quando vemos o Bruno se aproximar.

Já descrevemos aqui um milhão de vezes, só mais uma vez. O Bruno é a pessoa que tem a cara de safado, mas ao mesmo tempo é fofo, da vontade de morder.

Aquele homem estava foda nesse dia, de bermuda jeans clara, e uma camisa verde escuro, uma espécie de terço no pescoço.

Ele veio para cima da gente que achei que iria passar por cima. Pega firme na minha mão, a Lara se levanta, ele a beija na boca, se vira, senta ao meu lado e ela senta ao lado, com ele no meio e coloca as pernas sobre as dele. Gente ele colocou a mão na perna dela como namorado.

Eu levei a mão no rosto, e perguntei;

- Gente isso vai dar merda. – Falei olhando pra eles.

Ela riu alto e ele falou;

- Que seja das grandes Pietro, to precisando de umas tretas cara. – Ele responde.

O Artur passa antes de entrar na sala cumprimenta o Bruno com uns toques estranhos falando;

- Rapaz, veio procurar sua morte foi. – Fala ele rindo.

E foi dito e feito. Eu nem percebi, mas a Camila veio para cima da gente, e veio com gosto. Naquele momento a faculdade olhava para nós;

- Lara. – Falei me levantando.

Os dois se levantaram, a Camila aumentou a voz;

- Vaca! Piranha! Sua Cachorra de quinta! Eu vou matar vocês dois, você e você. – Ela falava apontando o dedo para a Lara e Bruno.

Eu estava do lado do Bruno e o Artur ao lado da Lara, a Manuela e Camila a frente explodindo de raiva.

- Garota olha o vexame. – Fala Artur.

- Eu odeio você também, ao invés de ficar do meu lado fica ao lado dessa filha da puta. Te odeio Artur.

- A Lara não dormiu com ninguém! – Ele falou.

- É assim que eu me senti quando soube de você! E ainda tem coragem de vir aqui? – Fala calmamente o Bruno.

- Bruno eu... – Camila ia falar.

A Lara segura o rosto do Bruno, beija a boca dele falando;

- Amor, vou para minha sala tudo bem.

Ele corresponde o beijo dela e Lara, sai como se a Camila nem estivesse ali.

O Bruno despede de mim e de Artur e sai. A Camila vai a sala de Manuela pega suas coisas e vai para o rumo do Bruno;

- Que acha? – Falo cutucando o Artur.

- Eles vão voltar, Bruno é caidinho pela minha irmã, questão de tempo. Rsrs. Vamos que o Thales chegou.


6 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia