• @rgpatrickoficial

Vivendo no Escuro - Gym

[Jardim Europa – Pietro]

Sei que sumi de vocês, mas depois do que ocorreu, foi complicado. Não estava saindo direito de casa, meus pais estavam na cola, sem contar o castigo.

Dia seguinte, pouco antes da faculdade, me troquei e fui para a academia, aproveitei o tempo, que estava nublado, para ir correndo, ela fica a dois quilômetros da minha casa.

Quando cheguei fui ao banheiro rapidinho, entrei em um reservado, para urinar, logo que sai, de frente havia o lavabo e a direita os armários e um banco de madeira grande e atrás os chuveiros.

De cueca azul sem camisa e sem calça o Kaique estava lá, com a porta do armário aberta, ele me olhou e abriu um sorriso, todo soado;

- Seus pais deixaram você sair de casa é? – Fala ele rindo.

Eu chego na pia para lavar minhas mãos respondendo;

- Mano, estão na minha cola, daqui a pouco aparece um policial ai na academia fazendo revista na gente novamente.

Eu respondi olhando para as minhas mãos, que estava esfregando uma na outra. Ao virar ele estava pelado;

- Valeu Pietro, se não fosse seu pai, não iria sair de lá. – Ele fala entrando no chuveiro.

Coloquei as mãos na pia e falei somente movendo os lábios. “Vontade de já ter treinado”, para poder entrar no chuveiro ao lado.

- Relaxa mano. De boa.

Eu sai e passando por ele, eu abri meu armário, para enrolar mesmo, ficava um pouco de lado, mas não custava nada tentear;

- Ei mano! – Chama o Kaique. – Pega para mim? – Ele aponta para a toalha dobrada no banco.

Galera, sabe o calafrio que sobe nas costas, vem la de baixo, foi quando eu olhei aquele corpo magro molhado.

Peguei a toalha pulei o banco e estendi a mão, claro que olheu o pau dele, nem precisam perguntar, com a mão estendida, ele pega a toalha, com a outra massageando lentamente, tipo câmera lenta mesmo, seu membro, ele pega a toalha, meus olhos voltam nos dele que estava com um sorriso muito safado, e fala;

- Valeu. – Esse valeu, veio com um piscar de olhos.

Eu virei, fechei o armário e sai. Sabem quando fica na sua cabeça, “isso foi uma oportunidade?”, fiquei com aquilo na cabeça, e deu uma vontade de voltar lá, mas não conhecia muito o Kaique, e não estava afim de arriscar, agora que estava aproximando do Artur.

Fui treinar, pois na academia era um dos poucos lugares que eu esquecia das coisas, e minha cabeça estava focada em algo.

Ele então sai do vestiário e passa com sua mochila;

- Até mais tarde. – Fala ele se referindo a faculdade.

- Até.


5 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia