• @rgpatrickoficial

Vivendo no Escuro - Gustavo

[Condomínio Mont Blanc – Artur]

Meu primo o Gustavo, iria ficar 3 dias na nossa casa, estava indo para Capital e só passou em casa. Nesse segundo dia, cheguei do trabalho e indo para meu quarto, ouvi ele e minha irmã no quarto dela, sim, transando.

A parada entre eles é antiga sabem, mas claro que nossos pais, nem desconfiam, nem o corno do Bruno.

Tomei um banho, e desci para a sala, assistir um jogo do Barcelona, o Gustavo desceu em seguida, pois também veio assistir.

Estávamos deitados no sofá, tomando uma cerveja e minha irmã passa, indo em direção a cozinha;

- Não foi no cursinho hoje Camilla? – Pergunto.

- Não, estava com dor de cabeça. – Fala ela abrindo a geladeira.

Fiquei na minha, até porque ela tinha responsabilidade e compromisso não ele. O jogo terminou tarde, minha aula já havia começado.

Fui no meu quarto peguei a chave do meu carro e saindo o Gustavo questiona;

- Ei vai na FAIT?

- Sim, quer ir?

Já é, vou pegar meu casaco.

- Vou tirar o carro e te espero.

Tirei o carro e ele saiu em seguida. Logo, logo chegamos na faculdade, Gustavo foi a cantina e eu para a sala de aula, sentei ao lado de Pietro, pegando o começo da matéria.

Quando o Renato me envia mensagens, dizendo que estava na faculdade, eu sai da sala e fui até procurar ele.

A sala da Lara era próxima a minha, quando passei na frente da sala dela, veio e me chama;

- Eai, vai onde? – Pergunta ela pegando em minha mão.

Abracei ela e continuamos;

- Renato está aqui, acho que no estacionamento. – Falei.

- Vai pegar algo com ele?

- Não, relaxa.

- Artur, aquele é... Artur, o Gustavo ali. – Fala Lara apontando o dedo.

- Sim, está na cidade, vai embora amanhã.

- Ah! Uai mas... Caralho e a Camila terminou com o Bruno?

- Que nada. Estão tirando o atraso, ela fica de quatro para ele, o dia inteiro, vagabunda demais.

- Gente, ela não pode fazer isso com o Bruno, o cara lindo e de boa daquele jeito.

- Pois é. Ali ele. Sorria e seja de boa em kkk. – Falei no ouvido dela.

- Ai eu te mato Artur.

Ele desceu do carro e cumprimentamos ele, a Lara deu um selinho provocante e entramos.

Ficamos jogando sinuca, e trocando ideias, eu, Lara, Renato e Gustavo jogando sinuca, o Pietro e Kaique sentados em uma mesa perto, onde estavam nossos comes e bebes.

O som estava ambiente, e em uma jogada que o Renato foi fazer percebi que ele estava armado. Estava frio, todos de agasalhos e ninguém percebeu. Olhei para os lados e nada, então cheguei perto dele, disfarçando e falo;

- Porque está com essa parada aqui mano? – Pergunto passando giz na ponta do taco.

- Relaxa, vou cobrar de um maluco mais tarde, mas não é aqui, fica de boa. – Diz Renato batendo em minhas costas.

- A de boa.

No meio do jogo a Lara comenta;

- Kaique tira a mão porque isso ai é propriedade do Artur viu. – Ela fala olhando para a mesa.

Kaique e Pietro rindo, e o Kaique abraçou ele, acho que estavam bêbados já. Mas Lara falou isso pois o Lucas estava perto;

- É maluco, fica esperto, essa mina ai é minha. – Falo zoando.

O Pietro aponta os dedos para mim, e todo mundo cai na risada. Quando olho e vejo o Bruno, vindo ao longe;

- Eita porra, olha aquilo Lara. – Falei cutucando ela.

Lara arregala os olhos e olha para o Gustavo. Ai que fui entender, pensei que o Bruno iria acertar contas com meu primo.

- Kaique entra aqui. – Falo entregando o taco para ele e indo no corredor. – Fala Bruno, beleza.

Falo cumprimentando ele. Bruno para e me cumprimenta;

- Sim, de boa! Artur, não consegui falar com a sua irmã hoje, ela por acaso está aqui? – Ele pergunta olhando ao redor.

- Não cara ficou em casa, mas acho que ela está mal, nem foi no cursinho hoje, parece que está com dor de cabeça, ou algo do tipo.

Até respirei por não ser o que eu estava pensando.

- De boa então. – Ele falou cabisbaixo e iria embora. – Falou, valeu.

- Ei fica ai, já veio aqui, o Renato está jogando, vamos lá.

Mano fiquei com puta pena dele, complicado viu.

Bruno concordou e se sentou conosco. Bem na próxima rodada do jogo eu, Bruno e Renato sentados e Kaique, Pietro, Gustavo e Lara jogando.

Estávamos bebendo de boa, e o Renato comenta;

- Bruno ta ligado no Jerson? O gordinho? – Fala Renato.

- Sim, o que está te devendo uma nota ne mano?

- Sim, vou ir lá cobrar dele, hoje. – Renato fala mostrando o volume da arma.

- Vai apagar o cara Renato?

- Sim.

Dessa vez eu arregalei os olhos virando para ele.

- Que isso mano? – Pergunto.

- Ele me deve a mais de um ano e fica fugindo e inventando desculpas, hoje está fazendo uma festa na casa dele, e ainda me deve, cansei de brincar, tenho que colocar respeito nesses caras.

Olhei para o Bruno, e perguntei;

- Vai entrar na festa do cara e apagar ele lá dentro?

- É o plano, porque quer ir comigo?

- Não, rsrsrs. Ta maluco.

Respondi rápido e ele ficou rindo. Pois eu mostrei que estava com medo, rsrs.


5 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia