• @rgpatrickoficial

Vivendo no Escuro - Favor

[Oficina do Paulo – Bruno]

De manhã, estava tomando café na oficina, com uma ressaca do caralho, meu celular chama era a Camila;

- Oi!

- Bruno, preciso de um favor seu urgente.

- Que foi?

- O carro do Artur não quer pegar, e ele tem que me levar no cursinho, tenho prova hoje.

- Estão em casa?

- Sim.

- Vou passar ai. – Falo desligando.

Eu tirei o uniforme, estava trocando de roupa quando meu pai vê de longe;

- Vai onde?

- Carro do irmão da Camila não quer pegar, vou ir lá dar uma mão. – Falo colocando a camisa.

- Precisa me ajudar com o carro do Jeremias, Bruno.

- Não demoro.

Peguei as chaves saindo, eles moravam pouco longe da oficina, eu cheguei faltava dez para as sete da manhã.

Artur estava com o capo do Civic aberto de frente a casa, e a Camila sentada na escadaria;

- E ai. – Falo descendo.

- Meus pais viajaram, e essa joça não liga. – Ela fala.

- Olha como fala. – Diz o Artur apoiado no carro.

- Ei, leva ele no meu carro, porque se for a bateria o que tenho quase certeza vai demorar. – Falo entregando as chaves.

Eles saíram, e eu tentei de tudo, sorte minha que o céu estava nublado, com cara de que iria chover a qualquer momento, não havia sol. O carro dele precisava de uma carga na bateria, uma “Chupeta”. Como ele estava no meu carro, fiquei lá sentado esperando.

Ele retornou minutos depois, e já desceu preocupado;

- Então? – Pergunta o Artur fechando a porta.

- Estaciona ele de frente, é a bateria. – Falo.

Abri o capo do meu carro, peguei os cabos para fazer a chupeta e deixei eles conectados para dar uma carga boa;

- Coloquei gasolina, estava na reserva, não sabia quanto tempo. – Fala ele entregando as chaves.

- Valeu, não precisava. – Respondo apertando sua mão.

Como eu e ele não tínhamos muitos assuntos, eu improvisei, porque aquele silencio, os dois nos celulares estava chato;

- E a Elisa, estão ficando? – Pergunto, com medo de vir uma má resposta.

- Mano fiquei duas vezes com ela, mas ta foda! Essas garotas aqui de Itapeva, estão lendo muito contos de fada. Queria achar uma que só curtia uma boa noite de sexo e pronto. Rsrs.

Ele sorri, eu acompanho e caímos na gargalhada, ele então fala;

- Não serve para você, o que eu disse em, minha irmã é de boa.

- Sim, ela é foda! Indico você conseguir uma puta então Artur.

Falo ironicamente;

- Não tenho grana para sustentar minha fome de sexo, rsrs.

- E Manuela, saiu do seu pé? Camila estava conversando com ela e a mina só falava de você. – Comentei mudando de assunto rápido.

- Fala sério? A Camila comenta isso comigo não Bruno. Aff.

- Pois é mano. Acho que terminou. – Levanto e tento ligar o carro dele.

Pegou de primeira, ele agradeceu, ainda trocamos umas ideias rápidas, mas eu tinha que voltar para o trabalho. E ele ir para o trabalho dele.


5 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia