• @rgpatrickoficial

Vivendo no Escuro - Camila e Lucas

[Condomínio Mont Blanc – Artur]

Conversei muito com a Lara, muito mesmo, e ela havia me convencido a algo extremo! E eu concordei.

Então ao decidir ir embora o Bruno se esbarra comigo e questiona em voz baixa;

- Vai ficar na dela! – Falo cabisbaixo.

- Valeu mais uma vez cara. – Ele fala estendendo a mão para eu cumprimentar.

- Eu vou me mudar com a Lara, Bruno. – Falo gesticulando devagar a cabeça.

Ele pisca algumas vezes e olha com um sorriso para trás, e me conduz mais para frente, onde não tinha visão dos fundos;

- Como é que é? – Questiona ele, ainda sorrindo.

- Ficar aqui vai foder com a sua vida e da minha família inteira! Tem ideia do que... – Antes de eu terminar de falar ele segura firme em meu braço.

- Ficou maluco! Vai jogar as coisas para cima nessa altura do campeonato?

- Eu que vou me foder com tudo isso Bruno, você não...

- Eu não o que? Acha que pode brincar assim com as pessoas irmão? Ta me achando com cara de panaca? – Dessa vez ele partiu para cima, me empurrando. – Você não vai sair dessa fácil assim não Artur.

- Me solta Cara, está me ameaçando mas os dois saem perdendo, então se liga. – Falo apontando o dedo na sua cara.

- Os Dois, criem vergonha na cara e tomam um rumo na vida de vocês! – Fala Lara puta com a situação. – Você namora! E está traindo a sua namorada com o irmão dela, cria vergonha nessa sua cara Bruno, e não venha cobrar do Artur atitudes que você deveria ter e não tem. E Artur ela é sua irmã caralho, não importa, já te falei, você é mais baixo que ela, se assumir namoro com esse cafasjeste.

- Você fala assim, porque não sabe de nada Lara! É melhor ficar na sua, de bico fechado. – Fala o Bruno saindo.

- Pegou pesado Lara, pegou muito pesado.

- Ele também precisa acordar para a vida, ouvir umas verdades Artur!

Mano do céu, poucas vezes vi ela com a cabeça tão quente, e eu também.

Deixei ela em casa, e fui embora, só queria tomar um banho e cama, e não ver a desgraça do carro do Lucas estacionado na frente de casa.

Ao entrar na garagem minha mãe não estava, subi e passando pela cozinha, sala e copa, nada de ver ninguém, estava torcendo para não estarem juntos, sério.

No corredor, ouvi as vozes no quarto, mano cheguei na porta do quarto dela coloquei a cabeça na madeira da porta e pensei em não fazer nada.

Afastei e chutei a porta que abriu fazendo um puta barulho, eles quase morreram de susto na cama.

Camila se cobriu e ele ficou bravo demais;

- Ficou maluco cara?

- Artur que isso? – Grita ela.

Cara eu puxei ele pela perna e joguei no chão. Lucas estava de cueca. Levantei ele e o acertei com um murro de esquerda;

- Te ensinar a zombar dos outros desgraça. – Falei enquanto a Camila gritava.

Ele meio tonto o levantei e joguei no corredor, voltei no quarto peguei suas roupas e joguei para baixo da escada, o Lucas desceu elas meio rápido;

- Eu vou te matar cara, eu vou te matar! – Ele repetia.

- Me mata aqui agora, vem aqui cara.

Ainda na porta consegui empurrar ele no jardim da frente, fechei a porta e a Camila me batendo nas costas, eu empurrei ela na escada, porra estava muito bravo. Assim que ela caiu se machucou nas costas, nada demais;

- Sua puta! Que isso garota? Não pode ver um homem que sua buceta fica batendo palma é? Cria vergonha nessa sua cara.

- Eu não devo satisfação da minha vida para você! E nem te considero mais meu irmão, eu te odeio. Artur. ODEIO.

- Ah meu Deus, to muito preocupado com você! Mas é bom falar com o Bruno antes que eu conte o que está fazendo, ele não é obrigado igual a mim a viver com você.

- Você não pode falar Artur, não pode.

- Então vamos ver.

Entrei no meu quarto trancando a porta, ela gritava e soltava murros e chutes tentando abrir, gritando comigo. Liguei o meu som no máximo e entrei no banho!


7 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia