• @rgpatrickoficial

Vivendo no Escuro - A Pior das Noites 2

[Condomínio Mont Blac – Camila]

- Amanhã a gente se vê, você viu como eles saíram, meu pai mata meu irmão hoje. – Falei beijando o Bruno pela janela do carro.

- Tudo bem, me liga qualquer coisa! Te amo.

- Eu também.

Beijei ele novamente e Bruno sai. Entro em casa com um frio na barriga, minha mãe tirando a mesa do jantar, eu sentei no sofá e tiro o salto alto;

- O Rodrigo vai matar o Artur, não quero estar aqui quando chegarem... Você sabia de alguma coisa Camila? – Pergunta ela, recolhendo os pratos.

- Sim, mãe!

- Pode ir preparando então, vai sobrar até para você minha filha. Eu não acredito, não acredito que isso esteja acontecendo. – Ela ficava repetindo isso.

Gente eu ouvi o carro do meu pai entrar na garagem, eu fui no quarto colocar meu sapato, e novamente ouço a porta bater muito forte.

- CAMILA. – Grita meu pai.

Minha cova estava cavada!

Desci as escadas de cabeça baixa, o Artur estava pouco sujo, de pé na frente da porta, eu nos pés da escada, minha mãe atrás da mesa, e nosso pai ao meio. Ele tirou o paletó e me olha;

- Você sabia que seu irmão está usando droga? – Ele grita comigo.

Eu só fiz sim com a cabeça.

- E você Joana? – Ele pergunta para minha mãe.

- Claro que não Rodrigo, acha que eu iria deixar uma coisa dessas.

- Sabe quanto me cobraram? Quinze mil. Quinze mil reais, para ele sair. Acredita nisso, fizeram um boletim de ocorrência. Meu filho, está com a ficha suja!

- Calma Rodrigo. – Fala minha mãe.

Ele olha com raiva para o Artur, mas se vira e vem para cima de mim;

- Camila você não está usando essas coisas né?

- Não pai. – Respondi chorando, ele me assustou a forma que me segurou.

- Ela não tem nada a ver com isso. Eu que falei para não contar. – Fala Artur.

- E acha lindo isso? Em Artur? Ficar se amostrando para aqueles amigos seus, “Oi eu sou o filho drogado do deputado Rodrigo”. Me responde Artur, acha?

Meu irmão fica calado e ele solta um tapa na cara do Artur, eu quase desmaiei na hora, porque fiquei em choque.

- Você vai me pagar cada centavo que pegou para comprar essas merdas. Sem mesada, e sem festinha de fim de semana, e você se eu ver aquele seu namorado dentro dessa casa vou ter uma conversa com ele. – Meu pai fala olhando para mim. – Se quer essa vida, problema seu, mas não envolve minha família nas suas merdas! Se queria acabar com minha carreira conseguiu moleque imprestável, acabou junto sua vidinha de balada. Agora sobe que está fedendo aquele lugar.

Ele fala empurrando meu irmão.

Artur passa a mão sobre meu ombro e subimos juntos, chegando no quarto dele olhei e seu rosto estava vermelho do tapa, eu beijei ele que entrou calado.


6 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia