• @richardsongaarcia

Um Recomeço - Capitulo 27

#Heitor


- Então como havia prometido está aqui, ainda com poucos moveis, mas já dá pra vocês terem uma noção de como esta ficando meu apartamento, essa semana não vou postar vídeos pois estou criando um novo senário para o canal, e a partir de semana que vem com força total, podem esperar, bem acho que é isso vou finalizar aqui este Blog diário...(Heitor).

Depois de gravar um vlog editei e já postei para ficar pouco livre para terminar a organização de minha casa. Cauã poderia ser meu primo mas eu tinha que ir pro meu canto, e por falar em Cauã eu decidi conversar com Amanda para colocarmos as cartas na mesa, havia convidado ela que chegou pontualmente, porem trouxe seu irmão...

- Boa Noite Amanda, E ai rapaz, de boa? (Heitor).

- Boa noite Heitor. (Amanda).

- Sim, e Você! (Artur).

- Entrem, olha ainda estou de mudança e está uma bagunça, o Estúdio está quase pronto Artur vai lá, você vai curtir. (Heitor).

Peguei uma garrafa de vinho e nos sentamos na sala, Artur ficou louco com tudo no estúdio, ele pediu pra entrar no facebook no meu computador e nos deixou a sós,

- Queria falar com você. (Heitor).

- Está serio desde que cheguei, tudo bem? (Amanda).

- Não, é que eu acho melhor a gente não ficar mais Amanda, não que eu esteja te dispensando, é uma questão mais complexa. (Heitor).

- Sem rodeio e palavras bonitas Heitor, vai pode falar, o que é? (Amanda).

- Meu primo está apaixonado por você! (Heitor).

- O que? (Amanda).

- Isso mesmo que ouviu, Cauã gosta de você, e mesmo a gente ficando, e tudo mais, eu acho melhor a gente para com tudo o que temos. (Heitor).

- Não temos nada, afinal eu e você já ficamos com uma pessoa somente, não é mesmo? Gosto de você é simples e simpático, mas se é assim que você quer, que assim seja. (Amanda).

- Me perdoa. (Heitor).

- Tudo bem. (Amanda).

- Não fique brava comigo tudo bem. (Heitor).

- Não estou, relaxa. Melhor assim. (Amanda).

- É... Amanda... Dê uma chance a ele. A Cauã... (Heitor).

- Posso tirar uma foto com você Heitor estou falando com meus amigos que estou aqui, e eles estão duvidando. (Artur).

- Vou fazer melhor, vamos gravar um vídeo, você participa dele. (Heitor).

- Ta falando sério? (Artur).

- Sim, vamos nessa, nos ajuda Amanda? (Heitor).


#Léo


Uma semana inteira se passou e nada de contato com Heitor, nos estávamos pouco distantes, ele ocupado com a mudança e tudo mais, e eu ajudando na preparação da festa anual da Revista, e depois do tal beijo, nos ficamos meio que afastados, sem alguma atitude era uma tortura ficarmos juntos sem pensar na possibilidade.

Cheguei cedo a revista, e meu supervisor vem como um louco a minha sala;

- Leonardo onde está os cadernos do mês? Thiago está esperando isso tem um ano garoto. (Supervisor).

- Estão aqui, vamos. (Léo).

Ele meio desesperado e com medo, levamos os cadernos para colher a assinatura dele.

- Bom dia senhor, os cadernos estava com Leonardo, e ele chegou somente agora! (Supervisor).

- Tudo bem, me dê aqui Léo. Quero adiantar até a hora que Cauã chegar. (Thiago).

- Tudo bem, licença. (Léo).

- Você fique, e você pode ir. (Thiago).

Disse Thiago a meu supervisor e eu fiquei como ele havia mandado, apontou para me sentar, e enquanto analisava os cadernos, ficou em silencio por segundos e disse;

- Cauã não me contou, mas quero que tomem mais cuidado quando forem em festas ao alto do morro Leonardo, é um lugar muito perigoso, e vocês cheios de frescuras do jeito que são, chamam muito a atenção. (Thiago).

- Como sabe disso Thiago? (Léo).

- Eu só sei. Cuidado, agora pode ir. (Thiago).

Me levantei virei as costas e me virei;

- Posso te perguntar uma coisa? Uma pergunta indiscreta? (Léo).

- Você pode fazer não sei se vou responder! (Thiago).

- O que você sentiu quando viu Marcelo pela primeira vez? (Léo).

Ele sorriu e tirou o óculos, deixou a caneta na mesa e se levantou, deu a volta sentou no sofá atrás de mim, e me virei;

- Infelizmente quando conheci Marcelo foi em um momento peculiar de minha vida, não por culpa minha, mas sofri um acidente com Cauã no carro, e Deus me ajudou que ele estivesse no plantão. Marcelo atendeu Cauã e se prontificou ao quadro dele, e também me acompanhou, mesmo sendo Pediatra, na noite que eu havia acordado do coma induzido, ele veio me aplicar uma medicação e puxou assunto, com aquele sorriso lindo e carisma espetacular, ficamos a noite inteira conversando, sobre tudo, ele realmente é muito atraente e me cativei. Depois disso o destino sempre nos juntava de todas as formas, acabou acontecendo...(Thiago).

- Mesmo não sendo uma historia de amor de filmes, vocês estão juntos até hoje, isso é maneiro, mas e as pessoas, como aceitaram isso? (Léo).

- Nunca aceitaram, não existe aceitação, mas me prontifiquei que somente iria me importar com Cauã, a opinião de quem eu amava iria prevalecer, e eu cheguei e perguntei ele que achou um máximo, afinal Cauã ama Marcelo, eu chego a ter ciúmes.(Thiago).

Rimos e eu fiquei vermelho quando Marcelo perguntou;

- E vocês? (Thiago).

- Vocês quem? (Léo).

- Você Leonardo e Heitor? (Thiago).

- Me assustou agora, como sabe destas coisas? (Léo).

- Já vi vocês juntos, quem não conhece, até acha que são namorados, ele gosta mas não admite e você tem medo das pessoas, não toma iniciativa, e vão continuar assim. Eu sou um cara vivido tenho minhas experiências, e se estiver errado sobre você, será a primeira vez. (Thiago).

- Ele é um moleque, humilde, sincero, simpático, tem um olhar penetrante e fico com a mão soada quando estamos próximos, somente nunca havia pensado desta forma como penso hoje de Heitor, é perturbador, ter ele na minha mente todos os dias a todo momento. (Léo).

- Não existe conselho para a situação de vocês, mas minha opinião, siga teu coração, não que seja um trocadilho, mas confie nele, pois e nele que Deus age. (Thiago).

- Obrigado pela conversa. (Léo).

- Espero ter ajudado. (Thiago).

- Sim bastante. (Léo).

Marcelo e Cauã abrem a porta da sala rindo em eu pedi licença e sai, terminei toda a minha parte para a festa, peguei meu convite e o de Heitor, e fui a sua casa com a desculpa de levar o convite dele.

Quando cheguei a porta fechada de seu apartamento toquei algumas vezes a campainha e ele veio ofegante abriu a porta e saiu correndo;

- Está gravando? (Léo).

- Sim, fecha ai. (Heitor).

Acho que ele ficou sem graça poiso vídeo era sobre ficantes e amores da vida dele, Heitor a todo momento virava seu olha a mim, depois que gravou o vídeo de alguns minutos, ajudei ele a editar e postamos, e depois de conversar sobre tudo eu estava no celular na cama dele, com o abajur somente ligamos, estávamos a meia luz, tudo estava perfeito, ele veio e se deitou em minhas pernas, ficamos ali e ele me contou de Amanda, e do irmão dela que era uma figura;

Ele estava deitado com aquele olhar lindo e perfeito... me aproximei e beijei sua boca, nos viramos beijando ainda, a gente tremia todo o corpo, beijando seu pescoço passando a mão em seu corpo, eu parava de beijar ele e olhava nos fundos de seus olhos, Heitor desviava e soltava um sorriso meio que sem graça, eu por cima dele, beijando e ele me virou e veio por cima de mim, descendo as mãos até minha cueca, e parou de me beijar, voltou a mão seu semblante mudou totalmente, Heitor saiu de cima de mim se sentou a beira da cama arrumando sua camisa eu me aproximei assustado;

- Tudo bem? (Léo).

- Sim. (Heitor).

Encostei a mão em seu ombro e Heitor se levantou se afastando e encostou na parede virado pra mim, me levantei e arroxei ele contra a parede para que me olhasse;

- Estuda o que está acontecendo com você? (Léo).

- Nada Léo me esquece. (Heitor).

Ficamos rosto a rosto, eu sentindo ao respiração dele e ele a minha, eu segurava sua nuca e Heitor tentava me afastar com as mãos em meu peitoral, alguns selinhos e ele repete;

- Isso está errado Leonardo. Acho melhor você ir. (Heitor).

- Não estou te reconhecendo Heitor, o que tem? (Léo).

- Não tem Léo, sabe que está errado, isso não ta certo, eu não sou gay. (Heitor).

- Olha o que esta falando cara. (Léo).

Me aproximei dele e beijei Heitor novamente;

- Eu te amo cara, e você me ama, custa aceitar isso? (Léo).

Heitor passou a mão no rosto e com lagrimas escorrendo lentamente pelo seu rosto me disse;

- Léo vai embora! (Heitor).

Passos lentos de costa fui me afastando, abri e fechei a porta com raiva, sem força nas pernas me abaixei ali do lado de fora mesmo e as lagrimas tomaram conta de mim, e foi assim até o elevador e depois horas chorando no carro, a única coisa que se passava em minha cabeça era uma pergunta...

“ Porque... Porque... Deus porque logo eu?”


#Cauã


Um dia antes da festa, acordei bem cedo e fui fazer um cooper no parque aqui próximo a minha casa, bem fica próximo a uma comunidade era perigoso, mas a vista daria pra ver toda a cidade, sem contar que era perfeito para uma corridinha,

Fiquei lá por duas horas, estava descendo todo soado e a única coisa que queria era um banho, descendo a trilha devagar, ouço um assovio, percebi que era de alguma garota, ignorei e continuei sem mais quando ouvi uma voz;

- Não fala com funcionários? (Amanda).

Olhei para trás, e comecei a soar o triplo, pernas tremer e mãos soando frio;

- Desculpe não te vi, mas já que está aqui, me dê um pouco dessa agua sua subordinada. (Cauã).

Ela me deu a garrafinha de água nela, e eu tomei alguns goles;

- Só pra constar eu cuspi ai dentro tudo bem, pra não deixar o costume passar. (Amanda).

Cuspi parte da água no chão, e ela ficou rindo;

- Piadinha  sem graça essa sua. (Cauã).

- Desculpe mas não poderia perder a oportunidade.  Ai garoto olha isso você acabou com o resto da minha aguá. (Amanda).

- Agora eu que babei na sua água. (Cauã).

- Eca Cauã, seu nojento. (Amanda).

- Você já me beijou, e está com nojo dessa baba? Você já engoliu ela. (Cauã).

- Ai seu porco, eu não me lembro disso. (Amanda).

- Eu sim, e tenho boas lembranças. (Cauã).

- Deve que não foi lá essas coisas porque eu não me lembro. (Amanda).

Parei em frente a ela, que sorriu e eu vi minha deixa, e dei uma pegada em sua cintura e beijei com vontade Amanda, dessa vez eu cheguei a ficar excitado, a pegada foi tão forte e firme que até eu fiquei sem folego;

- Nossa, assim você me mata. (Amanda).

- Você não viu nada! (Cauã).


#Cauã


- Para de ser convencido Cauã. (Amanda).

-Haha’ vai na festa amanhã?

- Estagiários não frequentam festas gerenciais Cauã. (Amanda).

- Estou te convidando Amanda, me acompanha? (Cauã).

- Seu primo vai estar lá, acho melhor não. (Amanda).

- Você também é funcionaria da Revista e estou te convidado, por favor vamos. (Cauã).

- Tudo bem. (Amanda).

Descemos conversando e eu chegando em casa tomei um banho e fui para o local do evento, dar uma olhada e quando chego o Leonardo estava lá, bem mal humorado;

- Ei você, eu já falei que isso não fica ai, será que tenho que desenhar. Caramba tenho que fazer tudo aqui. (Léo).

- Ei, tudo bem? (Cauã).

- Olha da próxima vez o Layout não fica por conta minha. (Léo).

- Está tudo ok por aqui, melhor do que esperávamos, quero uma faixa escura nesse palco, ele mesmo estando neste local depois do desfile de minha tia a Jade quero que seja retirado, ele fará parte do evento... (Cauã).

- Cauã vamos começar com o desfile, e depois seu discurso com o de seu pai, em 30 minutos depois que chegarem as luzes da passarela irão se ascender e o desfile começara a partir de uma musica impactante, depois o discurso e assim seguira com o roteiro. (Léo).

- E meu pai? Sabe onde está? (Cauã).

-Está com sua tia, ela chegou hoje de minas, e está na casa de Heitor, estão organizando o desfile com as modelos. (Léo).

Eu acabei ficando um pouco com Leonardo para auxiliar nos últimos preparativos, e depois fomos para a casa de meu primo, eu queria ver a minha tia.

Quando chegamos meu pai e Jade gritando com as modelos como sempre e Heitor mostrando os preparativos para seu vlog, e Marcelo sentado na cama.

- Fala Marcelo, Heitor! Pai, tia benção! (Cauã).

- Cauã, tudo bem?! (Marcelo).

- Fala primo, beleza? Leonardo! (Heitor).

- Heitor. (Léo).

Meu pai e minha tia nem cumprimentaram, pela situação eu e Leonardo ficamos no computador organizando algumas coisas Heitor estava editando o vídeo para postar, e Marcelo no celular. Galera nosso dia quase que se resumiu a isso, foi proveitoso, porem saímos a noite da casa de Heitor.

Dia da festa sai de casa o dia ainda estava claro, fui com um terno e uma camisa diferente bem chamativa, eu cheguei mais cedo para auxiliar;

E organizar, logo mais tarde eu “chegaria” oficialmente, enquanto isso o Heitor iria cobrir toda a festa, seria como um pequeno reality.


#Heitor


Eu estava postando no meu blog, os preparativos que a revista estava se preparando para sua festa anual de 20 anos, eu iria cobrir tudo desde a chegada e até o desfile e pronunciamento.

Varias celebridades e pessoas influente do Rio de Janeiro chegando no deslumbrante tapete vermelho, foi quando vi ao fundo um alvoroço, ao fim, era a chegada de Cauã, com seguranças e um monte de flashs, desce com acompanhando ele, Amanda, linda de vestido rosa, sendo comportada, delicada e sex;

Já Marcelo optou por entrar pelos fundo e estava com amigo doutor e seu irmão;

Leonardo estava muito elegante, porem não estávamos conversando, pelos últimos acontecimentos, pra piorar quando estava perto do inicio do desfile, Amanda chega em mim, cumprimentando.

- Oi gatinho. (Amanda).

- Olá Amanda, tudo bem? (Heitor).

- Sim, e com você? (Amanda).

Antes que eu respondesse ao apagar das luzes, o Cauã aparece na passarela, foi uma surpresa pois ninguém sabia que ele iria desfilar, e claro arrasou;

Minha mãe e Danilo estavam por trás da organização do desfile, a mesa onde estava Thiago meu tio, era somente nós da família, eles estavam de pé para o desfile e claro surpresos por Cauã estar no palco, era tipo um trocadilho para Thiago.

As luzes se apagaram e eu subiria no palco principal, para dar o anuncio de Cauã e ele de Thiago, eu iria enrolar todos até ele trocar de roupas;

- Boa Noite, Boa Noite, peço a atenção de todos. Me chamo Heitor Collins Monteleoni, sou filho de Jade e Danilo Monteleoni, primo de Cauã que é filho de Thiago Alves Monteleoni, ufa essa família que leva essa revista tão a sério sendo ela com maior acesso em sua versão virtual e a física ainda mais vendida, esses números todos vocês sabem. Quero que vocês olhem alem da edição, além de nomes fortes, essa cultura que a “Baldin” leva para todos é esperança, é noticia, nos preparamos durante a cada semana para imprimir a vocês o que nenhuma outra revista pode oferecer, algo familiar... E peço a atenção de vocês para nosso Editor Chefe e Diretor Cauã Alves Monteleoni...

- Obrigado Heitor, bem vocês me conhecem muito bem, quando estava entrando, me perguntaram o que esperar de mais uma festa desta revista, eu disse o que todos esperam quando sairão de suas casas hoje, novidades, e com essa deixa peço aqui a presença de meu pai o cofundador desta empresa, Thiago Alves Monteleoni... Pai junto ao senhor informo a todos que a Baldin terá sua presença junto a maior revista dos Estados Unidos, isso mesmo, a Baldin será a forma brasileira de apresentar noticias para o mundo...

Eles falaram e informaram sobre todo o processo de adaptação desta nova etapa, depois do pronunciamento, eu decidi ir falar com Léo, ele estava bebendo e sua taça estava por meio, eu peguei outra bebida e levei pra ele;

- Aqui! (Heitor).

- Deixou de gravar e agora vai, ser garçom. (Léo).

- Abaixa essa guarda, eu vim me desculpar por aquele dia. Me perdoa, eu não sei como lidar com tudo isso Léo. (Heitor).

- Tudo bem, vem aqui. (Léo).

Nos abraçamos e ficamos conversando um pouco, tiramos até uma foto juntos,

Depois quando estávamos na mesa de meu tio, todos juntos, Thiago, Marcelo, Jade, Danilo, Heitor, Cauã, Amanda, Léo,  comendo e bebendo e meu tio pediu a atenção de nos...

- Eu quero agradecer a todos vocês que cuidam hoje da revista, com responsabilidade e profissionalismo, mas acima de tudo somos muito unidos, família amigos, novos membros não é mesmo Amanda? (Thiago).

- Pai! ( Cauã).

- Como eu estava falando, descobrindo novos ares e novas descobertas para nossas vidas, não é mesmo Heitor e Leonardo? (Thiago).

- Sim senhor. (Heitor).

- Assim como eu e Marcelo, vocês tem que viver o momento, viver e aproveitar o agora, ele é libertador, não importem com a opinião dos outros, se não é importante para você, ignore. Obrigado a presença de vocês aqui nesta noite. (Thiago).

Todo aplaudimos e Leonardo se levantou e pediu a atenção de todos.

- Gostaria de aproveitar a oportunidade de Thiago, e dizer uma coisa para vocês e para uma pessoa especial, confesso que  não sei como dizer e não sei o que vão dizer, com todo o respeito é claro. A alguns meses aconteceu de eu ver essa pessoa de forma que nunca havia percebido, o toque o olhar, e mesmo sem sabermos aconteceu um beijo, que acendeu a chama que faltava, hoje tenho certeza de uma coisa que gostaria de compartilhar com vocês aqui presentes, Eu Leonardo Medeiros estou apaixonado por você Heitor.



0 visualização
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia