• @richardsongaarcia

Um Recomeço - Capitulo 21


#Marcelo


Eu estava no plantão, lá pelas dez da noite, e decidi ir tomar um café o hospital estava tranquilo, no caminho vejo outro plantonista correndo, e sinto uma mão no meu braço me puxando;

- Doutor Marcelo! Thiago Monteleoni acabou de dar entrada na emergência.

- Thiago?

Perguntei já indo correndo, quando cheguei no consultório ele estava saindo de cadeira de rodas;

- Boa Noite, Você está bem?

- Não né Marcelo se não eu estaria em casa!

- Sem educação. Doutor?

- Somente uma luxação no pé direito! Vou leva-lo para o raio x.

- Tudo bem, vai lá bebezão.

Falei gritando no corredor, ele me deu o dedo, eu fui na recepção mas Jade já estava preenchendo a papelada;

- Marcelo e como ele está?

- Arrogante como sempre, ele vai fazer uns exames e se não estiver quebrado será colocado somente uma bota.

- Um graças a Deus.

- Venha comigo ele provavelmente já terminou de fazer o exame.

Chegamos na sala e ele estava saindo, iria tomar uma medicação para a dor e a imobilização do pé. Entramos e eu liberei o enfermeiro, então fiquei com ele e Jade na sala;

- Diz como fez isso?

- Ele caiu de Skate!

- (gargalhadas), ta brincando comigo?

- Não, fui subir no skate de Cauã, e cai mas a forma que cai ocorreu isso.

- Vou imobilizar e te aplicar uma medicação para a dor.

- Vou ficar quanto tempo com isso?

- Um, dois meses por ai. Ah e marquei sua consulta. Você não se machucou pra adiar as consultas não né Thiago?

- Mas já? E claro que na Marcelo, não sou tão idiota!

- Consulta de quê?

- Psicólogo.

- Ai essa eu quero ver.

- Pronto, repouso Cinderela!


#Thiago


Com uma luxação no pé em plena sexta-feira  e pra ajudar feriado , logo pela manhã Cauã chega, e eu estava com o apoio de uma muleta, ele viu aqui e se desesperou;

- Pai! Que foi?

- Papai caiu Cauã.

- De onde?

- Com seu skate rapaz.

Ele ficou calado no sofá e perguntou;

- Se eu cair vou ter que usar isso?

- Não meu filho, é só ter cuidado.

- Ta doendo?

- Não só quando eu piso no chão.

- Você tomou injeção?

Eu balancei a cabeça afirmando e ele estava até arrepiado, me fez um milhão de perguntas sobre meu pé, Jade fez almoço e cauã estava preocupadíssimo comigo, coitado, todo atencioso.

- E ai como está esse doentinho ai?

- Engraçado você Marcelo, estou bem!

- Oi Campeão. Sentindo Dor?

- Não.

Cauã cumprimentou Marcelo e foi no quarto trazendo seu skate.

- Marcelo aqui não quero mais.

- O que foi Cauã? Você ama esse skate.

- Mas olha meu pai, eu não quero tomar injeção.

- Não Campeão, é que seu pai não sabe andar, por isso que se machucou.

- É verdade?

- Sim meu filho, isso aqui foi porque eu não usei proteção.

Ele não queria o skate porque não queria se machucar como eu, demorou muito pra gente convencer ele que não ocorreria.

No dia seguinte. . .

Fomos cedo para a praia mais o tempo estava ótimo para dormir, mas eles estavam todos afobados loucos para sair, Cauã e Marcelo levaram os skates e eu e Jade fomos para andar mesmo, Danilo nos encontrariam lá, quando chegamos caramba cauã conhecia todos os caras, Marcelo e Danilo conversando com os caras e todos perguntavam quem é o pai dele, e tals, conversamos um pouco;

E logo saíram para darem umas voltas;

- Jade já que não temos skate vamos dar uma volta?

- Vamos né!

Subimos uma pequena trilha ao fundo e eu de muleta Jade rindo de mim e me auxiliando perante o percurso;

- Vamos jogar Futevôlei?

- Vamos!

- O que é isso pai?

- Jogo de quem é idiota meu filho, vem senta aqui comigo.

Marcelo,  Jade e Danilo ficaram jogando eu e Cauã na areia brincando,

Quando eu já havia me recuperado, tinha que ir no psicólogo que o Marcelo havia marcado, bem o cara era mais doido que eu, e fazia cada pergunta estanha, eu acho que ele estava consultando  comigo, pela sua forma de expressar.

- Acho que ele precisa de um psiquiatra viu Marcelo.

Falei pra ele que estava em seu consultório enquanto saia do hospital.

- Espere!

- Diz?

- Vamos sair hoje?

- Cauã esta com a mãe e Jade viaja daqui a pouco com Danilo, pensei em ficarmos sozinho, o que acha?

- O que eu acho? Que o tempo acelere.

- (risos), bobo, me liga quando sair daqui.

-Até mais, Te amo!

- Também te amo.


#Thiago


Marcelo já chegou tirando sua camisa e vindo para meu rumo, louco de tesão e me beijando fortemente, desceu minha calça e me virou de costas beijando meu pescoço e mão por todo meu corpo,  logo me colocou contra parede e me encoxou fortemente beijando e se punhetando, ele segurou minha nuca e olhando para mim em meio beijos se encostou no móvel e forçou minha cabeça para baixo em encontro seu cassete, Marcelo forçava fortemente e eu me acabava naquele cassete quente dele, em chupadas eu subia e beijava sua boca para sentir o gosto de seu cassete, ele segurou minhas mãos para traz e pegando no meu cabelo, fazendo eu engasgar com seu cassete, me subiu segurando no cabelo. Caralho ele estava com tanto tesão que me contagiou daquela forma. Me virou para  frente ao móvel, e mordia minha bunda, abrindo as nádegas fortemente com a mão, e massageando, caramba sua língua fazia magica, depois fomos para o quarto, e deitei na cama com a cabeça pra fora e ele veio por cima, colocou seu cassete e foi fazendo movimentos e vai e vem, tipo fodendo minha boca, nossa era muito gostoso ouvir seus gemidos de prazer, ele me chupava e eu estava sentindo tanto tesão que estava em êxtase, nos levantamos e ficamos em pé na porta ele me sarrando e eu coloquei seu cassete na minha entrada, ele encostado no portal e eu rebolando em seu cassete ele se apoiou e eu batendo minha bunda nele de uma forma que Marcelo gemia alto, subi uma das pernas colocando no móvel de trás e ele, bombando em mim, dessa vez eu gemia com seus movimentos, ele com a cara fechada e me fodendo cada vez mais forte e mais forte, as tentativas de me beijar me enlouqueciam, mas havia uns intervalos para aqueles beijos desajeitados e quentes, eu passava a mão no rosto de Marcelo e ele com uma puta cara de tesão, eu mesmo já havia gozado, não teve como segurar, ele tirou seu cassete e deitou do meu lado eu chupei algumas vezes e com uma rápida punheta ele gozou.

- o que foi isso?

- ai caralho, Marcelo desse jeito eu não consigo. Ai.

- Haha vamos tomar uma banho.

Depois comemos umas besteiras na cozinha e deitamos, no dia seguinte começaríamos a reunião do novo projeto e tinha que estar com a cabeça fria. Acordei cedo com a campainha;

- Entra meu filho!

- Thiago ele não tem aula hoje!

- Ta brincando comigo Clara?

- Não.

- E agora o que eu faço com você?

- Me leva pra revista uê.

- Não é tão fácil assim, uê.

- Marcelo pode ficar com Cauã hoje?

- Poxa amor bem que eu queria, mas tenho três cirurgias marcadas para hoje.

- Olha ai você ganhou vai pra para revista comigo. Agora come rápido que não tenho tempo.

- EBAAA!

Troquei a roupa dele e me vesti quando estávamos saindo;

- Vem fubá, vem?

- Vem pra onde?

- ele quer ir também pai!

- fubá tem que cuidar da casa Cauã, deixa ele.

Nossa já até vi meu dia, Cauã estava a mil quando chegamos na revista ele já entrou, todo cheio de sí.

- Oi... oi... oi...

- Meu filho não precisa falar oi pra todo mundo que você vê.

- mas eu não conheço ninguém nessa revista.

Chegamos a  minha sala e peguei o material, os meninos me aguardavam na sala de reuniões,

- Meu filho tem que ficar em silencio porque papai tem que trabalhar agora tabem.

Ele fez que sim com  a cabeça e quando entramos Cauã ficou louco, porque estava eu Jade, Kened e Danilo, era tudo que ele queria.

- kkkkkkkkkkk’ (Cauã).

- Ta rindo de que garoto? (Jade).

- Meu pai disse que iria trabalhar. (Cauã.

- Deixa ele Jade, está assim desde que acordou. Vamos começar, vocês tem algo para me passar?(Thiago).

Eles começaram umas breves apresentações somente para mim mesmo, pra gente estipular metas e rumos, e Cauã do meu lado sentado em um cadeira.

- Vamos pegar a ideia de Jade e fazer um “Book” de fotos com varias de algum modelo, para montar a capa da revista, depois apresentamos como uma proposta. (Thiago).

- Thiago precisamos de um modelo, másculo que transmita confiança e ao mesmo tempo respeito, e claro de ótima aparência. (Danilo).

- Deixa eu ver pai. Pai, me sobe. (Cauã).

Coloquei Cauã sentado em cima da mesa, gente ele estava impossível, ele ouvia a gente discutir e ficava olhando.

- O que acha do Alex? (Jade).

- Não tem presença é so um rosto lindo. (Danilo).

- Ciúmes?(Kened).

- Pessoal Foco. (Thiago).

- O que acham de Marconi? (Kened).

- Ele não é cativante.(Jade).

-  Eu não tenho mais idéias, nossos melhores Modelos já foram postos a mesa. (Danilo).

- Não. (Cauã).

- Meu filho, por favor. (Thiago).

- O que disse Cauã. (Jade).

- Meu pai, é bonito!(Cauã).

- Perfeito, isso mesmo Cauã, Thiago você faz.(Jade).

- Não Jade já participei de fotos demais, e isso acaba com minha credibilidade e seriedade na revista. (Thiago).

- Cauã está certo, você tem tudo que precisamos e é de graça, porque gastaríamos uma boa grana com modelos contratados. (Kened).

- A gente conversa garotinho. Eu faço. (Thiago).

Depois que concordei eles foram preparar o material para o trabalho, pois o tempo era curto, eu fui para minha sala desmarcar todos os compromissos do dia e Cauã estava rodando na minha cadeira que era enorme pra ele.

- Pai a revista vai ficar pra mim? (Cauã).

- Sim meu filho, se quiser cuidar dela, quando papai for morar com papai do céu será sua.(Thiago).

- Quando o você morrer? (Cauã).

-Sim e já te falei me chame de senhor rapaz.(Thiago).

- tabom, pai eu vou cuidar da revista pro senhor.(Cauã).

- isso é bom ouvir sabia, agora vamos antes que sua tia fique louca atrás de nós.

Cheguei no estúdio e Jade não estava.

- Cauã me espera aqui, vou chamar Jade.

Fui a sala de Kened e na de Danilo e nada, quando voltei para o estúdio ela estava tirando fotos de Cauã;

- Quer dizer que está tomando meu lugar? (Thiago).

- não, to ajudando  minha tia.(Cauã).

- Ele é demais Thiago, suas roupas estão no vestiário. (Jade).

- vamos começar aqui?(Thiago).

- sim, até os meninos conseguirem alugar os outros lugares, anda. (Jade).

Troquei de roupas e Cauã ainda nas fotos, acabei tirando fotos com ele, fazendo graça mesmo, ele chegou a fazer trocas de roupas, kkkkk';

Saímos e ficamos o dia fora, as fotos da campanha estavam prontas de todos os modos foram feitos, vestido com poucas roupas e até fora dos estúdios, agora era montar o que faltava.

Chegamos em casa mortos de cansaço.

- Ai eu to morto. (Cauã).

- Você trabalhou muito campeão? (Marcelo).

- Marcelo eu tirei foto, eu fui na reunião, na praia e meu pai tirou um milhão de fotos. (Cauã).

- ele está certo, o dia inteiro andando. Marcelo o jantar é seu. (Thiago).

- Marcelo vai cozinhar pai? (Cauã).

- Ele vai se virar e arrumar algo para comermos meu filho.( Thiago).

- pensei que ele ia cozinha.(Cauã).

- E ta me tirando Cauã? (Marcelo).

- não mas você não sabe cozinhar uê. (Cauã).

- de onde tirou esse uÊ? Gatoro? (Marcelo).

- Ele esta com isso agora. (Thiago).

- Aprendi com minha namorada.(Cauã).

- Cauã Monteleoni com quem apreendeu a falar isso? (Thiago).

0 visualização
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia