• @rgpatrickoficial

Um Recomeço - Capitulo 20

#Marcelo


- Podemos conversar?

- Sim, estou terminando este laudo e já vou sair.

Thiago ficou sentou no sofá e ficou olhando, e eu me fazendo de difícil, de repente ele solta uma gargalhada.

- Você não consegue!

- O que?

- Você não consegue ser orgulhoso.

Acabei rindo;

- Cala a boca.

Ele ficou rindo e se manteve, eu terminei e entreguei na recepção voltei sem jaleco,

- Vamos?

Saímos do hospital e fomos para uma pracinha próxima, nos sentamos um do lado do outro;

- Vai pode falar!

- Queria pedir desculpas e dizer que já decidi uma data para sair da revista, quero que saiba.

- Thiago para, para, sair da revista? Você ficou maluco?

- Mas era isso que você queria, não era?

- Meu Deus, e você ainda fala que não é impulsivo! Thiago aquela revista é sua vida, como você vai deixar ela assim do nada, e mais, ninguém consegue manter aquela empresa sem você!

Ele ficou loco, se levantou falando alto!

- Você me diz pra fazer uma coisa depois corre, e ainda coloca a culpa em mim, esta brincando comigo?

Ele olhou pros lados e havia algumas pessoas olhando ele disfarçou e sentou.

- Desculpa.

- Thiago eu quis dizer que você tinha que saber administrar esse tempo e sua atenção de uma forma que não fique louco, eu tentei fazer uma surpresa pra você e você veio com pedras na mão, por uma suspeita você colocou Danilo na rua. Eu estou muito chateado com você! Mas eu te amo e te quero ver bem, agora tem que me prometer que vai procurar ajuda profissional?

- Profissional? Quer que eu procure um psicólogo?

- Sim, vou te indicar um amigo meu!

- Posso pensar no caso!.

Eu rindo de Thiago e escutamos uma risada era a de Cauã, olhamos juntos para trás e ele estava correndo com um cão;

- Cauã?

- PAIII.

- E ai campeão, está com quem?

- Com o Antônio!

- Com quem meu filho?

- Com o namorado da mamãe.

- E onde esta ela?

- Arrumando o cabelo.

Eu vi saindo fogo dos olhos de Thiago, e pior o tal Antônio se aproximava,

- Ei, ei, ei Cauã!

- Boa Tarde, Thiago Monteleoni!

- E ai tudo bem? Já te vi nas revistas!

- Você tem algum problema?

- Como você deixa uma criança de 5 anos tão longe no parque?

- Eu estava...

- Esquece onde está Clara?

- No salão no fim da rua.

O louco do Thiago deixou e despediu de Cauã e foi ate o tal salão;

- Thiago?

- Cadê meu filho?

Olhei pra ele tipo com indiferença, mas eu estava como um guarda costa porque ele é doido.

- Está no parque com Antônio.

- Antônio é o namorado?

- É porque? Está com ciúmes?

- Ah me polpe Clara, olha isso aqui eu não tenho tempo pra pensar em você.

Disse ele apontando pra mim.

- Da próxima vez, não peque Cauã, ei fico com ele para você ficar nessas frescuras suas.

- Frescura não.

- Sabe que não tem concerto isso ai!

Nossa saímos do salão eu estava vermelho, e ele vermelho de raiva;

- Vai no psicólogo amanha sem falta.

- Cala a boca Marcelo.

Deixei ele em casa e fui embora pois entraria em um plantão durante a noite, quando cheguei fui direto para a cozinha pegar um copo de aguá, e Kened estava se afogando em um pote pequeno de Nuttela.

- Tudo bem?

- Essa parada de Gay, dói Marcelo?

Eu cheguei a engasgar com a água.

- Acho que sim no começo saka, porque é apertado a parada!

- E você gosta?

- Não é questão de gostar, eu não tive escolha Kened, acha que se eu pudesse escolher queria uma mulher e filhos tudo certo e bonitinho, mas estou realizado com Thiago, ele me completa! Porque a pergunta?

- Vou virar gay, acho que com homem deve ser mais fácil que mulheres.

Abracei ele rindo e falei.

- Kened Liriato sofrendo por amor, quem diria, Olha quando gostamos de uma pessoa, e ela gosta de outra, a melhor coisa é esquecer de qualquer forma, você já escolheu sofrer é o que esta acontecendo, desencana Kened.

- Valeu, você e seus conselhos gays.

- Tranquilo eu gravei você falando que queria dar a bunda.

- Sai fora seu porra.

- Vou tomar um banho e ir ao mercado.

- Vou com você!

- Já é.

Tomei um banho e saímos pois tínhamos que comprar umas coisas para a casa,

Acabou que fomos na tal capela onde eu queria me casar com Thiago para ver a disponibilidade, kened achou interessante ele não queria admitir que era perfeita, voltamos e eu já estava atrasado para o plantão. Troquei de roupa rapidamente e saindo odo apartamento Thiago manda mensagem de boa noite, eu mandei uma foto pra ele;

- Somente Deus que pode separar a gente, neste planeta e nesta vida não existe força que nos separará da forma que eu te amo Thiago eu nunca amei tanto uma pessoa como você e sendo recompensado com seu carinho atenção e sua presença no meu coração não há nada que eu queira mas, somente um filho,  isso Deus já proporcionou com o pequeno anjo o Campeão Cauã.

O Capitulo de "Caprichos do Acaso" será postado hoje a noite após as 22h40min. #Thiago


- Thiago eu. (Marcelo).

- Marcelo por favor! (Thiago).

- Cala a boca, e me ouvi. Fui sim encontrar Junior a gente saiu (...). (Marcelo).

- Como tem coragem de me dizer assim na minha frente? (Thiago).

- Tive que recorrer a Junior porque a família dele é proprietária da capela onde nós casaríamos! (Marcelo).

- Escuta Marcelo! (Thiago).

- Não escuta você, Thiago esquece esse seu sobrenome pelo menos uma vez, eu te amo porra da pra entender só isso? Cara esquece um pouco essa revista, você fica cego. (Marcelo).

- Acho que desculpa não é o suficiente? (Thiago).

- Não, vou pra casa esfriar a cabeça depois a gente conversa. (Marcelo).

Mesmo sem querer Marcelo bateu a porta ao sair, ele entrou eu estava no sofá lá continuei sem reação depois do fora que dei, meu orgulho e o trabalho estavam influenciando muito na minha vida pessoal, eu agora tinha o desafio de não deixar isso se expandir.

Jade chegou foi a cozinha e voltou toda sorridente com uma taça de vinho na mãe e uma rosa, quando me olhou;

- E que cara é essa? (Jade).

- Cara de quem brigou com o namorado! (Thiago).

- Meu irmão! Quantas brigas vocês já tiveram só essa semana? (Jade).

- Duas! (Thiago).

- Thiago você tem o Cauã o Marcelo e a Revista não e fácil você tem que escolher, o melhor pra você, e que ninguém sofra. (Jade).

-  Porque a vida é tão complicada? (Thiago).

- Porque se fosse fácil não teria graça. (Jade).

Tomei um banho e fui deitar pois estava com dor de cabeça, no dia seguinte Jade havia feito um café forte pra gente;

- Dormiu bem? (Jade).

- Sim. (Thiago).

- Pronto pra hoje? (Jade).

- Estou sempre pronto. (Thiago).

- Que bom. (Jade).

- Jade já pensou na possibilidade de Danilo ter desviado aqueles valores? (Thiago).

- Já! (Jade).

- E? (Thiago).

- Thiago não sei qual será minha reação caso confirme, hoje será a apresentação dos resultados? (Jade).

- Sim. (Thiago).

- Seja o que Deus quiser. (Jade).

Realmente era isso que esperava, fomos para a revista, cheguei na porta repirei e  deu vontade de dar as costas, mas eu tinha que encarar os problemas;

- Ei vamos seu lindo?

Entrei e peguei minhas coisas e fui para a sala de reunião os auditores estavam me aguardando;

- Bom Dia, Senhores! (Thiago).

- Bom Dia Thiago! E bem vamos lá? (Auditor).

- Claro. (Thiago).

- Thiago a prioridade era o livro do diretor de criação. (Auditor).

- Sim, eu aprovei um orçamento alto para ele, só que a campanha foi feita em um valos muito inferior, o retorno não ocorreu, onde achamos este estorno de valores. (Thiago).

- Thiago o que foi localizado nos registros desde 2010 é que existe um desvio de valores da revista, ele começou baixo mas só vem aumentando, o ultimo foi este onde Danilo estava envolvido. (Auditor).

- Qual valor total? (Thiago).

- Até o momento esta se aproximando do primeiro milhão. (Auditor).

- Quem está fazendo isso? (Thiago).

- Não temos nomes, somente o IP da maquina, e esta aqui! (Auditor).

Ele me mostrou um mapa improvisado, e dava na sala de César, porem com a auditoria alguns funcionários estavam envolvidos na faixa de  9 no total, eu peguei o que precisava e fui para a delegacia abri um boletim mas com as provas foi solicitado a prisão de Cesar e mais 2 funcionários da revista,

- Este é o César. (Thiago).

Falei entrando e apontando ele para os policiais que me acompanhavam, os demais foram levados e somente César continua preso, ou outros foram demitidos, e eu tive que chamar Danilo de volta, sua secretaria estava no meio da falcatrua.

- Mandou me chamar? (Danilo).

- Sente-se... ultimamente estou me desculpando com muitas pessoas, hoje será com você, Danilo me desculpe pelo transtorno que ocorreu aqui na Baldin, foi tudo explicado e sei que está ciente, quero saber se isso já é o suficiente para você voltar a trabalhar conosco. (Thiago).

- Sim Thiago, sabe que eu sou grato por tudo que você fez por mim até hoje! (Danilo).

- Que bom, preciso de você. (Thiago).

- Vamos invadir o que dessa vez? (Danilo).

Fomos até  a revista e quando chegamos consegui passar pela segurança tranquilamente, e subimos até a sala da gerencia, Junior me viu de longe algumas pessoal olharam e se levantaram, eu entrei na sala de Kleber ele estava com um cara na mesa, Danilo ficou na porta;

- Mas o que e isso? (Kleber).

Eu dei a volta peguei na camisa dele e joguei ele em cima da mesa, que Kleber caiu do outro lado, o cara também caiu no chão com tudo isso, Danilo arregalou os olhos e passava a mão no rosto preocupado, ao que Kleber levantou eu dei um murro nele que deu alguns passos para trás,

- Você me ama ou ama o Marcelo? Em responde? (Thiago).

Voltei a pegar nele e jogar contra uma prateleira onde livros caíram.

- Você é louco? (Danilo).

- Nunca mais me ameace ou venha até mim, eu piso em você, ta me ouvindo! (Thiago).

Os seguranças chegaram e Kleber sangrado o nariz, eles vieram para cima de mim mais todos receosos;

- Não toquem em mim! (Thiago).

Eu sai na frente e Danilo até branco, os seguranças nos acompanhando.

- Agora sim eu tenho medo de você.  (Danilo).

- Agora eu estou aliviado! (Thiago).

Voltei para a revista pois tinha uma campanha para trabalhar.

- Boa Tarde a todos! (Thiago).

- Boa Tarde. (Kened).

- Thiago sua mão está sangrando? (Jade).

- Não é meu. (Thiago).

- E de quem é? (Jade).

- De Kleber! (Thiago).

Eles seguraram mas todos caíram na risada.

- Bem vamos ao que interessa, todos estão sabendo do ocorrido na revista e que haverá mudanças, vocês são os meus diretores e os que eu ais confio, são minha família, Kened, Jade e Danilo vamos pegar a franquia da Calvin Klein e depois dessa empresa eu vou me afastar da Baldin.

- Thiago nos já tentamos 3 vezes a grife, e não conseguimos.  (Danilo).

- Isso mesmo Danilo, nunca trabalhamos juntos, sempre cada um com um trabalho, de agora pra frente quero vocês sejam uma pessoa somente aqui na revista, e para começar esta parceria de vocês vamos trabalhar juntos nesta mega campanha. Quero saber se posso contar com vocês? (Thiago).

- Sim. (Danilo).

Todos responderam e quando iriam sair pedi a Kened que esperasse.

- Bem como está seu irmão? (Thiago).

- Thiago ele está chateado com você.(Kened).

- Não sei mais o que fazer, e estou perdendo ele. (Thiago).

- Quer um conselho. O Marcelo é muito sentimental, ele vai absorvendo e quando fala solta tudo o que atormenta ele.(Kened).

- Sei bem como é isso. (Thiago).

- Ele te ama Thiago, use isso a favor de vocês.(Kened).

- A revista, Cauã e ele. E você como faz com tantas coisas? (Thiago).

- Não faço, perdi sua irmã por causa da revista, eu tive que escolher, acho que da mesma forma que você terá que fazer, assim como decidiu sair da revista depois desta campanha.(Kened).

- Bem vou encarar a fera. (Thiago).

Disse eu saindo da sala conversando com ele, e peguei o carro e fui encontrar Marcelo, cheguei no hospital e ele estava no consultório atendendo;

- Senhor Thiago, o Doutor Marcelo á pode atende-lo. (Recepcionista).

Eu apareci na porta e;

- Oi! (Thiago).

- Entre. (Marcelo).


22 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia