• @rgpatrickoficial

Um Recomeço - Capitulo 16

#Jade


- Vou aproveitar vocês e ir ver Cauã. Kened leva  Jade pra casa? (Thiago).

- Levo sim Thiago pode ficar tranquilo. (Kened).

- Espera, Kened imprima estas ai que vou comprar umas coisas pra comer lá em baixo. (Jade).

Meu irmão iria embora e eu terminaria o trabalho com Kened, desci e comprei umas coisas para comer e despedi de Thiago. Subindo para o estúdio, a revista não havia ninguém por ser tarde de Domingo, quando cheguei Kened olhou pra mim rindo;

- Comprou isso tudo? Vai ficar quanto tempo aqui? (Kened).

- Ah engraçadinho o que tem? Só estou com fome, se quiser desce e compra pra você.... (risos), brincadeira, eu não sabia se queria, então trouxe o bastante. (Jade).

- Seria mais simples se perguntasse antes de descer não? (Kened).

- Seria mais fácil se você comesse isso atrapalharia você a falar. (Jade).

- Gatinha você nunca desce do telhado? (Kened).

- Eu sou assim tenho respostas na posta da língua, é automático. (Jade).

- Queria eu poder provar essa língua sua. (Kened).

- Kened já te falei, não é porque esta sozinho comigo que vai conseguir alguma coisa, se eu quiser na frente de Thiago eu te beijo, muito menos essas cantadas de boteco, sou uma mulher. (Jade).

- Não está aqui mais quem falou, era só pra saber que eu não desisto fácil. (Kened).

- Que bom, porque eu não sou fácil, agora vamos terminar estas fotos. (Jade).

Eu e Kened editamos as fotos e imprimimos, colocamos elas no cofre, por serem fotos do Thiago, e com um tempinho sobrando decidimos criar a capa da revista da semana, bem com todo o serviços acabamos saindo de lá pelas dez da noite;

- Está com fome? (Kened).

- Sim! (Jade).

- Aceita jantar comigo? (Kened).

- Um melhorou um pouco, mas Kened estou cansada, não queria ir para um restaurante desse jeito. (Jade).

- Que tal na minha casa? Marcelo não está! E não se preocupe não vou te atacar. (Kened).

- Eu não preocupo com isso, mas aceito o convite. (Jade).

Fomos para sua casa e Kened foi direto pra cozinha, eu não deixei ele só, ajudei e fizemos uma comidinha rápida e jantamos juntos na bancada de sua casa, tomando um belo vinho, ele colocou uma musica ambiente;

- Isso aqui está parecendo um encontro sabia. (Kened).

- Você não tem uma rosa no bolso, eu não considero um jantar romântico. (Jade).

Kened foi ate próximo a porta e voltou com uma rosa no bolso,

- Assim? (Kened).

Eu ri pela sua atitude e completei;

- Pode ser, ficou bonito. (Jade).

Nos estávamos bebendo vinho e conversando sobre muitas coisas tipo time, trabalho, muitos assuntos sabem, nos identificamos, já era uma da manhã e Thiago manda mensagem preocupado eu mandei uma foto pra ele tomando vinho;

- Ele vai mandar me matar, pois disse que logo você estaria lá, e te trouxe pra minha casa. (Kened).

- Por falar nisso, vou embora. (Jade).

- Vamos eu te levo. (Kened).

- Não precisa Kened você está cansado eu vou de taxi. (Jade).

Falei pegando minha blusa e Kened segurou meu braço e acabei me aproximando dele, cheguei sentir sua respiração, mas sai concordando com ele que me levasse até em casa, e em minutos estávamos na frente do prédio de Thiago,

- Obrigada pela carona e pela noite. (Jade).

- Não foi nada ter sua presença é uma honra, Srª. Monteleoni. (Kened).

Eu sorri e ele conduziu meu rosto ao seu, um selinho quente eu senti a densidade e doçura da boca de Kened, me afastei e sai do carro, entrei no prédio e não tive como evitar a olhadinha para ver se ele ainda aguardava eu entrar, Kened estava lá, me olhando meio envergonhado.

- Que cara é essa? (Thiago).

- Nada. (Jade).

Disse Thiago quando passei pela sala de estar, ele me seguiu até o quarto rindo e falou,

- Vocês ficaram? (Thiago).

- Não, Thiago. (Jade).

- Ei pra que a agressão foi só uma pergunta. (Thiago).

- Desculpa, nos beijamos, e só. (Jade).

- Gosta dele? (Thiago).

- Não! Ai maninho bem que eu queria, ele se esforça. (Jade).

- Não esqueceu o outro lá? (Thiago).

- Acho que não. (Jade).

- Jade, tome cuidado para não machucar ele, Kened é uma ótima pessoa. (Thiago).

- Te amo meu poio. (Jade).


#Thiago


Passei a tarde com Cauã, e sabia que isto de Jade e Kened daria em alguma coisa, depois que conversamos naquela noite ela iria dar uma chance a Kened mas deixando ele ciente de tudo, apreciei Jade por ter tomado está atitude, na segunda-feira ela tinha uma secção de fotos no estúdio, para o site da revista iria estrear com algumas campanhas.

Segunda-feira eu e Jade tomamos café indo para a revista mesmo, pois pra variar assistimos TV até tarde, na revista a equipe dela estavam se preparando, e eu estava sentindo falta de Danilo, subi até sua sala ele estava ao telefone, fechei a porta ele logo desligou;

- Bom Dia Thiago!

- Bom Dia. (Thiago).

- Posso ajudar?

- Ei dei de mãos beijadas a você o cargo de Diretor de criação aqui na “Revista Baldin”, o cargo que era de Kened, mas tem dois dias que não te vejo, nem ouço sua voz, a sua ultima postagem tem duas semanas, Danilo o que está acontecendo? (Thiago).

- Nada Thiago só me atrasei com a criação.

Eu peguei uma banqueta coloquei ao canto sentei para intimidar ele e disse;

- Não minta pra mim, e nem tende, você já me conhece, eu vou perguntar novamente e espero a resposta sincera, caso contrario, pegue suas coisas e saia. (Thiago).

- Eu estou sendo subordinado.

- Subordinado? (Thiago).

- É subordinado.

- E você lá tem alguma coisa pra ser subordinado? (Thiago).

- Thiago!

- Ah foi mal, mas não me diga que... (Thiago).

- Sim é o Kleber, ele ficou sabendo de alguma forma que você e Jade estão em um projeto novo, ele esta me ofereceu 80 mil reais para eu dar informações sobre o que se passa aqui dentro.

- E cadê esse dinheiro você já pegou? (Thiago).

- Tenho que dar a resposta para ele amanhã.

- Olha não diga nada a ele, mas nunca mais esconda nada de mim, está me ouvindo, eu confio em Você Danilo ,não quero perder isso. (Thiago).

- Sim, senhor.

- Vamos a Jade vai fazer as fotos e você tem que pegar a capa que eles fizeram, e pegue, é pra você, sei que está precisando. (Thiago).

- Não Thiago.

- Pegue logo. (Thiago).

Assinei um cheque e entreguei a ele no mesmo valor, e já estava esquematizando o que fazer com Kleber, mas tinha que resolver as fotos de Jade primeiro, descemos e ela já havia começado, puta que pariu ela era perfeita, eu limitei a equipe que ficaria na sala, até Danilo coloquei pra fora, ficou eu ela e o fotografo,

- Uau, que isso! (Kened).

- Perfeita não? (Thiago).

- Não tenho nem palavras. (Kened).


#Marcelo


Assim que cheguei na casa de meus pais fui recebido daquela forma, cheio de paparicos e tudo mais, liguei para Thiago que estava com Cauã matei pouco da saudade do moleque, e na noite daquele Domingo falei com meus pais;

- Pai, mãe eu vim aqui além, de matar a saudade para pedir a benção de vocês, pois vou pedir Thiago em casamento! (Marcelo).

- Marcelo olha eu não gostei dele você sabe. Mas meu filho se é isso que quer não posso fazer nada a não ser desejar felicidades.

- E você pai? (Marcelo).

- Não conheço o garoto Marcelo, e nunca concordei com essa escolha sua, mas como sua mãe desejo felicidade se é isso que você quer, educamos você para saber o que é melhor para sua vida.

Conversamos durante horas até dormimos tarde aquele dia. Na segunda-feira meu tio chegou junto a minha tia e meu primo e foi aquela bagunça de casa de família juntas, depois do almoço meu primo me chama para dar uma volta no Rio de Janeiro e andando e conversando me propôs saltar de paraquedas, eu sempre quis fazer tal esporte e topei na hora e assim sem mais nem menos, conseguimos a equipe para saltar, em algumas horas eu estava no aeroporto para subir, depois de umas aulas e preparação, entramos no avião, nossa as pernas tremiam.

Em minutos estávamos a milhares de metros do chão, era muito alto, me posicionei a frente olhando e não havia mais como desistir, era pular ou pular,

Sensações indescritíveis em palavras, o coração a pele a mente a visão, a mil não havia consciência naquele momento.


#Jade


Fizemos com mais uma troca de roupa e varias fotos, Thiago tirou todo mundo da sala, Kened entrou mas ele mandou sair, “Eita ciúmes”, depois que fizemos as fotos me troquei e Thiago saiu pois iria resolver alguma coisa importante, depois eu estava no estúdio sozinha preparando as fotos e quando estava tudo pronto fui colocar na sala de Thiago, como era muitas fotos olhei  do lado de fora e pedi ajuda para uma moça que passava, afinal era alguns álbuns ela me auxiliou e subimos até a sala de Thiago, quando vou para abrir a porta um cara sai lá de dentro apressado e derruba todas as fotos no chão;

- Ai meu Deus, olha o que você fez!

- Você não olha por onde anda?

- Como é que é?

- Garota eu não sou gravador pra ficar repetindo tudo não.

- Você sabe com quem está falando?

- Não e você sabe com quem está falando, eu sou o diretor de Criação dessa revista.

- Eu mereço mesmo, eu sou a dona dessa porcaria, e ai vai dizer o que agora?

- Escuta aqui, isso é um escritório se você não percebeu! E mais Thiago Monteleoni é o proprietário desta Revista que não tem nada de porcaria, agora me dê licença, antes que eu chame a segurança pra te retirar daqui.

Eu não acreditei no que aquele Filho da Puta me disse, e ainda por cima deixou as fotos no chão nem me ajudou o grosseiro, olhei pra garota ela estava branca.

- Quem é ele?

- Danilo Alves, é diretor de criação, foi transferido junto ao senhor Monteleoni.

- Que seja eu vou acabar com o reinado dele.

Peguei o telefone e liguei para Thiago mas não me atendeu, nossa eu estava pegando fogo, peguei as fotos com ajuda e fui para o estúdio, terminar as edições, mas aquele cara não saia da cabeça.


#Thiago


Danilo havia me falado onde encontraria Kleber para responder, seria em um museu na cidade, eu cheguei mais cedo com uma surpresinha, ele para minha surpresa já estava lá, cheguei sentando do seu lado;

- Mas o que é isso? O que faz aqui?

- É um lugar privado, ou você comprou também, pagou o que 80 mil?

- O franguinho abriu o bico?

- Olha na minha revista não há nada que aconteça que eu não saiba, e mais subordinar meu funcionário com o que ele ganha no ano, não é uma ideia inteligente sabia.

- Thiago!

- Cala a boca eu não terminei! Aqui um dinheiro caso você precise subordinar outro idiota, e mais A Minha revista a “Baldin” irá lançar sua versão online a primeira de São Paulo, ei acho que já está disponível,  acessa ai, Baldin.com;

Virei as costas e deixei ele com uma maleta com 80 mil notas impressas com meu rosto, kkkkkkkkkk’.

Quando voltei para a revista chamei Danilo na sala para conversar sobre o que fiz;

- Você não fez isso Thiago?

- Pois é 80 mil falsas notas.

- Ele deve ficar puto.

- Espero, e olhe nunca mais esconde nada de mim, está me ouvindo.

- Sim, senhor. Ah tem uma garota que me enfrentou hoje na frente de todos, muito arrogante e sem educação, vou descobrir e demitir ela.

Danilo nem terminou de falar, a Jade entra na minha sala igual uma leoa.

- Escuta aqui tem um ogro trabalhando nesta revista, que se eu encontrar com ele, Thiago não respondo por mim.

- Você me respeita garota.

- Não aponta o dedo pra mim.

- OOOOOOU ! PELO AMOR DE DEUS CHEGA. Danilo está Jade minha irmã, e Jade este é Danilo meu Diretor de Criação, olha eu não esperava essa atitude de vocês dois.

- Ele que se esbarrou em mim, deixando todas as fotos cair e nem se propôs a me ajudar.

- Você foi arrogante e eu não sabia quem...

- MAS SERÁ O BENEDITO! Não irei demitir ou afastar diretor nenhum, vocês dois se entendam, Jade será o Danilo que irá fazer junto a você a campanha.

- Eu não faço nada com ela...

- EU NÃO ESTOU PEDINDO ISSO É UMA ORDEM, e saia os dois.

Eles saíram resmungando como crianças, nossa mas como pode dois adultos agirem desta forma.

Duas semanas depois, “Dia da Segunda e Ultima audiência de Cauã”.

- Abriremos aqui a custodia da guarda definitiva de Cauã Alves Monteleoni. Hoje o menor será ouvido por um psicóloga e ela interpretara a opinião dele, em cima deste relato vamos estudar a escolha do menor.

Foram feitas algumas perguntas e meu advogado utilizou Jade como álibi e o Depoimento de Marcelo foi essencial, porém Clara apresentou o depoimento de uma vizinha que disse algumas mentiras mas tudo bem, logo o Juiz pediu o depoimento de Cauã, e abriu em um telão umas imagem dele com a psicóloga.

- Cauã o que faz quando está na casa de sua mãe?

- Eu? Eu fico no computador e jogando joguinho na televisão.

- E Você gosta?

- Sim.

- E quando fica com o seu pai, o que faz na casa dele?

- A gente fica pouco lá.

- E vão pra onde?

Meu pai trabalha muito, mas a gente vai pra praia e pro parque ver as mulher, ele olha os garotos, meu papai tá namorando um medico bonito.

- É mesmo, e você olha os meninos ou as meninas?

- Eu olho, as mina.

- Sei e esse médico? Ele é legal?

- Sim eu gosto muito dele porque ele brinca comigo, e o Marcelo me deu um Skate.

- Mesmo?

- Sim, quando ele fica comigo ele dorme, mas não conto pro meu pai porque ele briga.

- Seu pai é bravo com você Cauã?

- Sim muito!

- E quando ele é bravo com você?

- Quando eu não quero tomar banho, quando não quero comer quiabo, ele fica bravo, ele finge mas não conta pra ele viu.

Cada palavra sincera daquela boquinha escorria lagrimas de mim, e pela primeira vez vejo Marcelo chorar, por fim a psicóloga perguntou se alguém mandou ele dizer aquilo, porque Cauã respondia com convicção. Em uma hora mais ou menos os promotores voltaram com o veredito final.

- Foi decidido por esse jure que Thiago Monteleoni fica com a guarda definitiva de Cauã Alves Monteleoni, sendo acompanhado por psicólogos toda a família, pela questão especial, encerramos aqui.

O que eu senti só não foi mais forte que quando Cauã nasceu, porem eu chorava igual um bebe, Jade, Marcelo todos se emocionaram.

20 dias depois...

Estávamos em casa eu Jade e Cauã, estávamos na cozinha falando de besteira e Marcelo chega, pouco suando e apreensivo;

- Marcelo tudo bem com você? Está pálido!

- Thiago preciso te pedir uma coisa.

Ele estava branco, eu dei a volta no balcão e Jade e Cauã estavam do lado assim como eu assustados,

- Thiago!

Marcelo ajoelhou nos meus pés...

- Eu venho pensando muito nisso e me decidi, decidi que você além de ser meu parceiro, gostaria que fosse meu marido, perante Deus e o homem. Thiago Alves Monteleoni aceita se casar comigo?

Eu tremia todo e Marcelo estava suando, a única coisa que lembro é a cara de surpresa de Jade, e Cauã, arregalou os olhos ficou bobo,

Ele dava pulinhos tipo ansioso pra minha resposta, Cauã e aproximou e puxava minha camisa olhando pro Marcelo;

- Pai aceita, aceita pai, o pai!

9 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia