• @rgpatrickoficial

Sempre o Melhor Amigo - Capitulo 1

Sempre fui de família humilde porem por causa de algumas amizades e locais que frequentava eu sempre me relacionava com pessoas influentes decorrente do trabalho.

Sou do ramo de marketing de um grupo hoteleiro em minha cidade, estudo Engenharia Civil e faço academia sempre que posso, há e tenho que vincular meu tempo para minha gata, ela se chama Amanda (morena clara, cabelos pretos e longos, de minha altura, com um belo par de pernas), sempre bem humorada e entende quando não podemos nos ver, as vezes fica brava mas é charme.

Moramos eu e minha mãe, mas também tenho um irmão mais novo, que mora com seu pai em um condomínio de classe alta da cidade, temos vários amigos no local, eu sempre estou por lá nos fins de semana, e um desses amigos era Caio, cara bronzeado, com um sorriso lindo que combina com sua cara de safado, cabelos curto, definido com uma barriga perfeita, pernas grossas, e muito assediado pelas patricinhas da cidade, ele é bem próximo a mim e de meu irmão, ele trabalha de estagiário no escritório de advocacia do pai, e é fã de academia tipo todos os dias entendem. Estuda direito na mesma faculdade que eu. Vamos ao que interessa?  Em pleno sábado de manhã acordo com meu telefone chamando era Amanda; - Bom dia meu gato. - Oi princesa.  - Amor o Jean está me ligando perguntando de você!? - O Jean? Caralho ele me ligou sim mas nem vi.

Olhei no celular com varias ligações perdidas; - Está chamando a gente pra ir ao clube, eu disse que veria com você. Vamos né Luan? Falou isso, mas eu sabia que ela já havia confirmado com ele; - Amanda vou ligar pra ele . . . - Então vou me arrumar e te espero. - Beijo gata. - Beijo. Levantei fui para o banheiro tomar um banho, minha mãe estava trabalhando, cara como é revigorante um banho logo cedo, ao sair somente de cueca com a toalha envolvida no pescoço e ouço chamar no portão, sem mais, envolvi a toalha na minha cintura e fui atender. O portão eletrônico foi abrindo era Caio estava em pé com o capacete na mão já gritando; - Opa é assim que eu gosto que me recebem. - Não sou suas putas mano.

- Mas poderia ser com uma bunda assim.

- Chega aê.

Entrou foi na cozinha pegar algo na geladeira;

- O que tem pra comer aqui?

- Não sei.

Enquanto eu fui colocar uma camisa e short no banheiro.

- Luan será que rola pegar uma piscina hoje? Minha irmã a Amanda e seu brother estão só esperando você!

Disse Caio encostado na porta do banheiro com uma jarra de água em uma das mão e o copo na outra. - Cara to morto do trampo, ralando demais esses dias, mas vamos pô, to precisando relaxar e a Amanda não para de me encher pois a gente não ta saindo como antes. - Por isso eu não namoro.

- E aquela mina.

- Vai se Foder Luan.

- Rsrsrs' Como é mesmo? "Escravocêta". rsrsrs.

- Vai Pega suas coisas. Posso ligar o PC aqui? - Não sei porque ainda pergunta. Caio colocou um funk e estava no seu facebook, eu do lado pegando minhas coisas para irmos. Em seguida entrei no  meu carro e Caio subiu em sua moto e já foi sumindo na minha frente, liguei pra Amanda no caminho dizendo pra ela sair pois já estava passando próximo em sua casa. Já com Amanda fomos pro parque aquático, o lugar é paradisíaco na beira de um lago á 8 km de minha casa, as piscinas todo ambiente do local é bem aconchegante e da mesma forma radical, com passeios de escuna, rapel, tirolesa, Jet ski entre outros. Larissa é irmã de Caio muito linda uma loira baixa estatura porem muito gostosa, nos já ficamos mas Amanda nem desconfiava ao contrario era amiga de Larissa. Chegamos e escolhemos uma mesa para deixar os pertences e depois de uns mergulhos e comprimentos ah algumas pessoas conhecidas, além da cidade sempre estar lotada de turistas encontrávamos conhecidos em meios locais que frequentávamos, fomos pra área verde do parque e Caio viu o local para locar Jet Skis, ele saiu como uma criança que vê doce, alugou um por umas 2 horas, fomos revezando entre ele eu e meu irmão, as meninas ficaram pegando um sol, depois de uns 20 minutos meu irmão avista uns amigos nas piscinas e vai bater um papo com eles. Ficando somente eu e Caio, ele que estava no  lago me aguardando cheguei do seu lado antes de subir ele me derruba e travamos uma disputa em quem sobre primeiro no meio da desordem sinto seu cassete meio bomba encostar na minha perna, não liguei pra mim foi normal, quando olhamos estava vindo em nossa direção  um cara em outro Jet ski era o cara do Aluguel. - Desculpe mas estão longe demais de nosso alcance e tem bastante lanchas no lago hoje vocês tem que ficar mais próximo a margem, tudo bem. Ele foi bem educado mas firme na ordem. - Desculpe estamos voltando. Disse eu subindo e Caio sentando na minha garupa, seguimos e chegando á margem avistamos as meninas e Caio me da uma encoxada e grita pra Amanda. - Perdeu patricinha o Bof é meu. Ele ficou em pé e deu um mergulho nas águas verdes do Lago. O dia chegava ao fim partimos cada um pra casa, quando cheguei minha mãe não estava então a Amanda foi pro banho e saio somente de toalha eu estava exausto na cama, quando levanto o olhar ela vem subindo em mim com uma cara muito safada que foi a deixa segurei firme em sua cintura beijando ela com vontade,e fui receber minha recompensa da tarde, transamos muito aquela a. A Semana começa normalmente e a faculdade tudo normal, trabalhos sem prazos para entregar, provas se aproximando. Na quinta-feira eu tinha somente três aulas, quando já estava saindo recebo uma mensagem no Whatsapp do Caio pedindo pra mim encontra-lo na Igrejinha ( galera a minha faculdade fica a 16 km da cidade é em um campos pequeno, e tem 2 bares bem em frente chamados de “Igrejinhas”, para tapear alguns Pais). Ao chegar ele estava jogando sinuca com uma galera, mas em uma mesa próxima a ele estava uma garrafa de cerveja e dois copos, o outro estava vazio, cumprimentei todos e me sentei;; - Fala mano. - Tranquilo? mas sabe quando dá aquela vontade de beber muito pra esquecer os problemas? - Caio você sempre bebe muito, se fizesse esquecer os problemas você estaria resolvendo os problemas de todo mundo, a pinga do Goiás não vai acabar belê! Rimos, mas ele não respondeu então questionei pois sabia que tinha alguma coisa. - Vai enche o copo antes que esquenta e começa logo a desenrolar esse papo aê. - Tu me conhece mano sou de boa com todo mundo, brinco e tals, mas meu pai está esta foda de novo, quer que eu tome decisões por ele e diz que eu vou cuidar de tudo quando ele morrer, é sempre o mesmo papo to grilado com isso Luan. - É Larissa contou para Amanda sobre isso, Irmão sabe o que vou dizer pra mim isso é pedra cantada, já te disse, os pais não mudam e você sabe disso. Não tem o que fazer, é sempre o mesmo papo, “Só querem nosso bem”. - Aff’ vamos mudar de assunto, ta falando igual minha mãe. Luan a festa de aniversário do seu Brother ta chegando, e ai o que vai rolar? - Queria ter falado com você sobre isso antes, o que acha de alugarmos uma casa pra fazermos a festa lá e tals, uma surpresa é claro, fim de semana de zoação. - Caralho já é cara, já é, ele vai curtir e eu vou tirar meu atraso. Ficamos ali falando besteira e nisso foram mais três garrafas eu sou mole pra beber então já estava ruim, fomos pra casa tarde, e no final de semana tinha aquele futebol com a galera da antiga somente amigos. No sábado de manhã estávamos lá escolhendo o time e eu sempre contra o Caio, pois somos muito competidores, divulgamos a festa pra geral, criando grupos no Whatsapp e Facebook, mas tomando o cuidado pra não ser revelado pro meu irmão. Em um domingo á tarde o Caio me liga e pergunta onde eu estava disse, respondi em casa ele então retrucou sai de fora e trás um capacete, sem mais quando chego no portão ele estava guardando o celular eu perguntei onde iríamos e ele só perguntou não “confia, sobe logo”, seguimos pro mesmo caminho para o lago, é um local com casas mais distantes da cidade, ele parou a moto em frente um sobrado verde de ótima aparência. - Vai ser aqui, o que acha? - Vai ser aqui o que? A festa do Jean? - Chega ai! Abriu o portal e o local era animal, uma área enorme no 1° piso com uma piscina com cascata mesas freezer uma cozinha equipada subimos pros quartos eram 3 suítes e 1 quarto com varias camas, meu olho chegou a brilhar e ainda tinha mais subimos no terraço onde tem uma vista de longe do lago todo. Como uma guarita. - Caio isso aqui é mais que top. Quanto ficou? - Essa é a parte boa foi R$ 600,00 o final de semana sexta a domingo, e já peguei as chaves! - Ótimo. Com somente uma semana antecedente a festa preparamos tudo, com tudo organizado no serviço e em casa, e pra festa. No dia em questão as nove da noite eu e Caio já estávamos no local, tudo foi ocorrendo como planejado o Jean chegou com a Larissa com direito a discurso banhos de piscina e muita musica sertaneja, funk, rock, eletrônica o que tinha estava tocando, passado o primeiro dia o principal no Sábado sobrou somente os mais íntimos eu e as meninas preparamos o almoço, sim eu cozinho. Foi uma baderna o restante do dia que só demos um jeitinho na casa e na noite do sábado como não havia nada pra organizar e preocupar decidi beber, Amanda não foi muito com a ideia mas eu queria isso, eu e meu irmão já começamos com tequila, em meio shots. Nos estávamos de sunga pois toda hora caiamos na piscina ou alguém nos jogava, o som estava alto, as meninas dançando, e com o álcool no sangue até eu me dancei, havia uma luz de boate, Caio estava na piscina com meu irmão e estranhamente percebi que Caio estava com olhares estranhos em mim, não troca de olhares, e sim encaradas, eu relevei em momentos, até piscar ele piscou. Pessoal normal, ele é  tipo de cara, safado e galinha da turma, sem contar palhaço e claro o  garanhão também mas na festa em nenhum dos dois dias ele ficou com ninguém ao contrário deu o fora em algumas garotas, já nas altas horas meu irmão sobe com uma garota pro quarto e todos gritam “TEM CAMISINHA NO BANHEIRO”, (ele era virgem), e só respondeu um dedo pra trás, Larissa e Amanda decidem subir também sobrando eu e Caio o restante do pessoal foi se dispersando mais cedo, eu  estava na piscina com poucas luzes ficava bastante confortável, meio bêbado a beira da piscina estava com meu celular e com o controle do som, trocando freneticamente as musicas. Caio saiu do banheiro vindo em minha direção de uma só vez pula na piscina, zuando e jogando água, protegi meu celular mas o controle molhou, fui pra cima dele com brincadeira de mal gosto, mas ele é mais forte que eu, e em um momento quase me afoguei ele chegou a ficar preocupado, sabe aquele momento que a água sai pelo nariz, me aproximei a beira da piscina, ele se aproximou eu o empurrei-o ele segurou no meu braço e puxou, eu pensei que ele não havia percebido que não queria brincar mais, Caio com um sorriso de canto de boca, fiquei parado o encarando com um olhar indiferente; - Foi mal. - Relaxa. Bem... as palavras saíram sentindo o calor um do outro, a resposta foram de rostos próximos, seu sorriso se transforma em um suspiro firme se aproximando de mim; Senti seus lábios firmes e carnudos na minha boca um beijo extremamente quente molhado, sua língua percorria a minha língua, sua mão me segurava com uma tanta força, seu corpo quente, foram uns 9 a 15 segundos, o empurrei sem saber o que falar ele se assustou, ta foi um beijo, mas cara isso é errado. - Que porra é essa cara? Tá louco? Eu disse com raiva em voz baixa, olhando para os lados, para conferir que não havia ninguém, meu coração de encheu de raiva, como eu queria bater nele naquele momento.


70 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia