• @rgpatrickoficial

Laços - Capitulo 25

#Wilker

Para tomar café no colégio Artur deixa a gente mais cedo que o normal, mas estranhamente hoje, ele me deu a chave do carro para levar os meninos.

No Olímpio, quarenta minutos antes do início da aula, chegamos sentando, eu, João, Nicole e Daniel;

- Vem vou servir você. – Falo levando meu irmão.

Nicole ficou de conversinha com o João, depois de colocar algumas coisas para mim e Daniel comer, juntos, voltamos a mesa, o refeitório estava praticamente vazio, poucas pessoas.

João se levanta para comer, e o Hugo chega, ele entra pega um café e se senta com a gente.

Deixa o copo na mesa e a mochila no chão, abaixando a cabeça na mesa;

- Parece que alguém bebeu ontem. – Falo baixo.

- Fala mais baixo mano. – Ele diz de cabeça baixa.

- Hugo me leva para ver a Ana hoje? – Daniel fala baixo.

A gente ri, pois ele não entendeu o comentário de Hugo, que não aguenta e olha rindo para ele;

- Pedindo assim, faço tudo para você. Avisa seu pai tudo bem?

- Tudo bem.

- Vou descer com o João. Tchau meninos. – Nicole se levanta. – Vamos Daniel.

Mauricio se senta com sua bandeja;

- Que isso em garanhão. – Fala ao lado do Hugo.

- Eu fiquei com alguém? – Ele fala surpreso.

- Não só alguém, com a Viviane. – Ele responde.

- Você não lembra? – Pergunto.

- Eu bebi gasolina só pode, que tinha naquelas batidas em?

- Nada demais, suco, leite condensado e uma colher de álcool. Agora já seus copos né. – Mauricio fala.

- Como assim? – Pergunto.

- O lindo aqui, estava com uma garrafa de “51”, por isso ficou desse jeito.

- Filho da mãe, bebeu uma garrafa de pinga sozinho? – Empurro ele.

- Só beijei a Viviane?

A gente ri e Mauricio diz;

- E procurou briga com o Ícaro, mas o Wilker cuidou de você. Você não se lembra de nada mesmo?

- Me lembro de colocar pinga na batida, rsrs.

- Rsrs, eu cuidei de você até tirar a roupa na frente de metade do colégio. – Falo zoando.

Ele calado, olha, de olhos arregalados, e boca aberta, olhando ao redor para as pessoas, sua mente não estava processando as coisas ainda na velocidade normal.

- Eu não fiz isso. – Ele indaga.

- Não! Só queria ver sua cara.

As meninas passam pela nossa mesa, e uma delas pisca para mim;

- Bom dia Wilker.

- Bom dia gata. – Me levanto.

Beijo seu rosto, segurando em sua cintura, elas falam “oi” para os meninos e continuam.

- Huuuum. – Mauricio diz.

Eu somente abro um sorriso;

- Está pegando? – Mauricio pergunta deixando o copo na mesa.

- Estamos de papo, tipo já nos nudes, rsrs. – Sorrio afastando minha bandeja.

- Ela é a amiga mas gostosa da Lavínia. – Ele conclui.

- Fiquei com a amiga dela no dia que o Hugo pegou Lavínia, mas não dei bola, fiquei por causa dele, mas ela beija bem demais, rsrs.

- Não me contou isso. – Hugo me encara.

- Acho que sim, falei.

- Não.

- Estamos nos conhecendo.

- Você gosta dela? – Hugo puxa o seu capuz, sobre o cabelo.

- Não. Estou trocando ideia porque estou solteiro, e ela também está dando mole. E sexo é sempre bom.

Ele dá um sorriso sarcástico, e diz;

- Sexo é melhor com quem você gosta. – Ele se levanta.

- Tudo bem! – Respondo olhando para Mauricio que assim como eu não estava entendendo sua atitude.

Hugo simplesmente afasta a cadeira saindo, sem falar nada;

- Vai onde? – Pergunto me virando.

- Dá um TEMPO, Wilker! – O cara vira, entre as cadeiras e aponta os dois dedos do meio para mim.

Mano!

Que porra foi essa.

Mauricio me olhou, e tipo;

- Você entendeu? – Pergunto.

- Não.

- Depois eu falo com ele. – Falo olhando ele sair esbarrando nas pessoas, todo errado.

- É sim, rss. – Ele dá um sorriso. – Galera vou para aula. – Hugo se levanta.

Ele pega a bandeja, o Mauricio o segue com os olhos. Eu termino meu suco, e ele puxa a sua bandeja para minha frente;

- Ei Wilker, qual é a do Hugo com a Viviane? – Ele se debruça na mesa para dizer baixo.

- A Amiga da Nicole?

Percebi que ele estava interessado só pelo tom, não poderia negar tudo, e outra ninguém sabe do Hugo, não posso queimar ele;

- Mano não sei dizer. Porque?

- Curti a novinha mano, queria investir, mas não sei se ele está curtindo ela.

- Fala com ele.

- Está maluco, Hugo pega a professora de artes se quiser cara. Fala você com a sua irmã, ela deve saber.

- Beleza, falo sim. Vamos?

- Sim.

Coloquei minha mochila de lado, peguei minha bandeja e a de Daniel, e levei, Mauricio atrás. Uns meninos do time ainda passam por nós cumprimentando.

Colocamos a bandeja na bancada, saindo ao redor das mesas, passando ao lado da fila. E quando chegamos frente ao corredor principal que dava nos armários, Mauricio fala;

- Merda não paguei. – Ele coloca as mãos nos bolsos. – Pode ir, te encontro na classe.

- Beleza.

Passo a alça da mochila entra o ombro, a atravessando no peito, e debloqueio meu celular conferindo a primeira aula.

Andando olhando na tela do celular, abro o Whatsapp, vendo as mensagens não lidas. Um movimento regular no corredor e então Ícaro para na minha frente.

De uniforme e jaqueta em tecido como sarja bege, cabelo todo bagunçado como sempre, olho diretamente em eu olho, o encarando;

- Ei mano. – Ele fala perto demais.

Dou um passo para trás, e respondo;

- Qual é? – Coloco o celular no bolso, com a mão segurando a alça da bolsa.

- Quero falar contigo Wilker. – Ele diz olhando e passando a mão no nariz.

- Não temos o que conversa. – Falo seguindo pela sua direita, antes de passar por Ícaro, ele diz.

- Não é sobre Hugo, ou o que aconteceu.

- É sobre o que então? – Falo do seu lado.

- Sei que o time faz uma seleção sempre antes das férias, para o fim do semestre, quero me candidatar.

Cheguei a abrir um sorriso;

- Qual é a sua? Vai fala. – Cruzo os braços, encarando ele.

Sinceramente? Pronto para dar na cara dele novamente;

- Nada, quero fazer parte do time de basquete. Pois o vôlei não vai me ajudar nas notas extras.

- Está tirando uma com minha cara Ícaro? Você é tutor nesse colégio, conselheiro, e sei lá mais o que.... Quer entrar no time por causa de notas? Ah conta outra mano. – Gesticulo com a mão saindo.

- Wilker espera.

Vou saindo, pois iria me atrasar para a primeira aula, quando oele chama, eu me viro, em lentos passos olhando para ele eu falo;

- Nem gaste seu tempo.

Odeio dizer isso, mas não vi mentira na forma que ele falou. Mas quem aqui confia em Ícaro?

18 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia