• @richardsongaarcia

INFAME - Capitulo 34

Voltei e peguei minha mochila, abro pegando meu trabalho e caderno, então tiro a jaqueta do Henry e entrego para ele;

- Aqui, deixou lá em casa. – Falo.

- Fiquei muito tempo procurando ela hoje de manhã. – Responde ele pegando ela e colocando na cadeira.

- Hum, deixou lá ontem é? Estava quente demais na casa do Gael, Henry? – Iago fala tirando uma com a gente, isso para a sala ouvir.

- Gael é quente mano, só não rolou nada, o pai dele pegou a gente no pulo. – Ele responde, tirando gargalhadas do Iago.

Henry fez isso olhando para a Larissa, a sala levou na esportiva, eu fiquei sem graça, pois a tia Sonia chama ele;

- Henry posso falar com você lá de fora? – Ela diz saindo.

- Ei, tudo bem? – Henry diz passando pela minha mesa.

- Sim. – Falo tranquilamente, ele então sai da sala.

#Henry

- Tudo bem tia Sonia? – Pergunto quando ela fecha a porta.

- Sim filho, escuta, quero te dizer algo como uma amiga, não como professora, posso? – Ela diz pegando em minhas mãos.

Fiquei assustado;

- Henry peço que estude, e que participe desta, só desta semana de provas como um garoto normal, o garoto que ganhou o Torneio das Interclasses.

- Mas eu estou normal professora.

- Filho, não está, seu rendimento caiu e muito, se continuar vai repetir. Escuta, estou dizendo para não trazer os problemas de casa, não agora, tenta focar nos estudos, assim depois de só cinco dias, você resolve um ano fácil, fácil.

- Entendi tia, eu vou fazer isso.

- Estou te dizendo isso, para você filho, é para o seu bem.

- Obrigado, mesmo. – Falo abraçando ela.

Entrei na sala e o Gael passa pegando os trabalhos e entrega para a professora.

Ele estava estranho sabem, estranho de um jeito Normal, Gael estava agindo como se não tivesse acontecido nada no dia anterior, sabem o porquê isso me intrigou. Todas, absolutamente todas as garotas que fiquei, antes mesmo de chegar em casa eu recebia mensagens.

Ou parabenizando, dizendo o quão era bom ter ficado, o sexo, sei lá, falado e comentado algo. Ele não, não veio atrás, pelo contrário, estava normal, de um jeito normal, era o Gael, sem mais nem menos. Sei que pode ter ficado confuso, mas vão entender em breve.

Pessoal a prova foi aplicada e os trabalhos corrigidos, como era uma das matérias mais tranquilas, fui com os meninos para a quadra da escola, jogar um pouco de futebol e “espairecer”.

No caminho rápido fui falando com o Gael;

- (...) Ela surtou? Me bloqueou em tudo, Whatsapp, Facebook e Instagram. – Falo cutucando ele.

- Está com ciúmes, a Milena contou para ela, e a Larissa surtou.

- Ela é louca? O que Milena disse?

- Que estamos namorando. – Ele estava na pilha do assunto, então eu brinquei.

- E estamos? – Falo sério.

- Não Henry, foi um beijo e nada mais, ela está louca.

- Se não fosse seu pai iria ser bem mais que só um beijo. – Falo deixando ele mais bravo ainda, rsrs.

- Ai meu Deus, você não para de brincar né, eu estou falando sério.

- Eu também.

Ele sorri, e me olha desconfiado;

- Você é virgem Gael? – Pergunto já sabendo a resposta.

- Não, porque?

- Só para desencargo de consciência. Rsrsrs. Vamos meninos estão esperando. – Falo tirando a mochila das costas e deixando de lado.

- Vai Henry! – Grita o Iago jogando a bola alta.

Eu domino e mando a de volta, já entrando em quadra. O Gael me deixou boquiaberto quando tirou a camisa e entrou no outro time.

Eu parei e fiquei olhando, e Raul chuta a bola, porem como o idiota aqui ficou como uma estátua, levei uma bolada no saco. Todo mundo “sentiu”.

- Mano está dormindo? – Pergunta ele chegando.

Comigo no chão de joelhos;

- Tudo bem Henry? – Pergunta o Gael.

- Porque tirou a camisa? – Pergunto meio que gemendo.

Todo mundo olhou para ele, que disse;

- Para entrar no outro time, você já foi entrando.

- Eu fico sem camisa vai vestir a sua. – Falo me levantando com a ajuda do Iago.

- Não, vou jogar sem camisa, e você fica de fora, até se recuperar.

Os meninos voltaram a jogar, eu fui no banheiro e depois peguei uma agua, quando marcaram um gol eu entrei.

Futebol era como calmante natural, foi bom entrar e jogar com os meninos, “desestressar” afinal de contas, eu estava precisando destes momentos.

No final do jogo, ficamos sentados na lateral da quadra, bebendo umas duas cocas colas que o Iago e Gael foram comprar;

- (...) Ninguém acertou a última, estava muito difícil. – Fala Raul sobre a prova.

- Eu que o diga. – Confirmo.

- Eu respondi. – Gael

- Você sempre acerta todas, seu Nerd, filho da mãe. – Iago diz, empurrando ele.

Fazendo Gael deixar seu copo cair. Alguns dos meninos foram embora, e nós pegamos as mochilas, para sairmos, e o Raul comenta comigo sobre a empresa que estávamos falando;

- Mano vou falar com o advogado hoje, mas sei que ele vai me pressionar para dar um nome, para seguir a empresa.

- Porque não o Helder? – Raul fala puxando o braço.

- Como assim? Helder é dentista Raul. – Iago responde.

- Ele não fez Administração, e aqueles cursos lá? Antes de fazer a faculdade de dentista.

- Mano é mesmo, ué Henry, chegar em casa conversa com ele, meu tio tem alguma experiência, quem sabe já não resolve isso.

- Nossa não acredito, seria excelente, vamos Iago, vou chegar e já falo com ele. – Falo olhando ao redor. – Cadê o Gael?

Digo sem ver ele, seguindo conosco;

- Já foi, passou por nos despedindo e tudo, ta maluco Henry! – Raul diz rindo.

- Nem vi, serio mesmo.

Nesse dia eu levei o Iago no meu carro, e no caminho para a casa dele, me questiona sobre algo intrigante que eu ainda não havia pensado;

- Beleza eu entendi, então quem é o seu pai Henry?

- Sinceramente não sei Iago, com essa loucura e eu estar preocupado com a escola e meu irmão, não pensei nisso ainda.

- Pois então! Essa é a parte estranha não acha?

- Sim, muito.

- Olha ai, o Ronan já chegou. – Comenta Iago quando viramos a esquina.

Ele aponta para o carro, e comenta. Eu nem coloquei o carro dentro de “casa”, e sim, deixei ele na porta entrando.

Ronan estava na cozinha com o Helder, eles estavam almoçando na verdade;

- Chegaram na hora. – Fala Helder quando entramos.

- Vou comer rápido que tenho que ir para o trabalho, fala o Iago lavando as mãos.

0 visualização
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia