• @rgpatrickoficial

Eles e Eu - Capítulo 11 - Algum Problema?

Algumas semanas haviam se passado, eu e Dylan estávamos ficando as escuras, e era adrenalina em todas as vezes, claro que houve algumas em que quase fomos pegos, mas nada demais. Havia feito uma amiga, Ashley era das minhas e curtia zoar o "normal", infelizmente Dylan ainda estava com Stella, na ultima semana foi quando nos vimos menos pois, Dylan havia dado uma entrevista a um site teen, que foi gravado no colégio e ela havia participado, então já viram né. Stella nem curtia um status.

O time de basquete havia ganhado no ultimo jogo, com o Dylan em campo o colégio inteiro assistiu, foi como uma volta dele, e havia a pressão do time adversário que era o campeão do ano passado. O time de basquete realmente surpreendeu.

O que não era bom pra mim e para o time de futebol, eles haviam ganhado, o que gera mais pressão pra gente, este seria nosso segundo jogo da temporada, o adversário era bem forte, nos estávamos treinando pesado todos os dias, os treinos mais pesados.

Manha de quarta feira, estava treinando antes da aula, eu estava sozinho no campo quando vejo Ashley chegar, deixou sua mochila no chão e veio em minha direção;

- Vai chuta.

- Você joga futebol?

- Chuta logo.

Toquei devagar pra ela que parou a bola, deus uns passos para trás pegou uma distancia, não entendi o porque e chutou, só que foi muito forte, eu protegi a bola que veio em direção ao meu rosto, a proteção vez ela quicar no chão e voltar nas minhas bolas. Eu cai no chão de dor, "AHHHHHHHHHHHHH".

- Ai meu Deus, tudo bem Theo?

Fiquei rolando de dor um tempo, quando consegui me levantar, ela estava preocupada;

- Chega de treino por hoje.

- Engraçadinho, vem comigo.

- Você é muito forte.

- Você que é muito fraco.

- Haha'.

A saída do campo era ao lado da entrada para a quadra e os vestiários dos times, Dylan estava na porta me olhando, quando eu saia abraçado com a Ashley, ele me olhou nos fundos dos olhos, quando o zelador se aproxima;

- Mr. Duncan, o diretor quer vê-lo na sala dele agora. Você também Theo.

Ele falou muito estranho, nos fomos juntos e antes de chegar Dylan diz;

- Estavam se divertindo em.

- Ouhn' ele esta com ciúmes.

- Cala a boca Theo.

- Acha que estamos encrencados?

- Só se haver câmeras onde ficamos.

Ele me olhou e a secretaria abriu a porta entramos e sentamos, Dylan soava frio;

- Vejo mais vocês dois do que minha própria família. Bem vou ser breve e direto. Quero parabenizar vocês pelos times do colégio estarem com uma ótima visibilidade.

- Bem diretor, não conseguiríamos sem o treinador e tem os outros jogadores, não é mesmo Dylan.

- Não terminei ainda. No jogo de amanhã o prefeito estará em nosso colégio, Theo, pelo amor de Deus faça esse time ganhar, vocês estão deixando os times da cidade com medo de jogar contra vocês. O time de basquete do TAG, é primeiro da tabela, queremos isso para o futebol também.

- Vamos fazer o impossível diretor.

- Que bom, se conseguirem, vamos dar as jaquetas do time.

- Obrigado.

- Agora vão, já passei tempo demais com vocês.

Na noite daquele dia, fui ao shopping com a Ashley, eu achava que ela estava afim de mim, por sempre estarmos juntos, até me distanciei do Junior neste período.

Estávamos na praça de alimentação sentados um do lado do outro, postando fotos no instagram, comprei um Milk shake pra ela e eu estava comendo batata frita e tomando um refrigerante;

- Devia maneirar, afinal amanhã tem jogo.

- Relaxa, isso aqui é excesso de gostosura.

- Aham sei.

Fomos interrompidos por uma mensagem no meu celular, era o Dylan, peguei rapidamente para olhar e ela disse;

- Que isso, o namorado?

- Não.

Eu estava respondendo quando Ashley disse;

- Theo você é gay?

Juro. Confesso que foi a primeira vez que ouvi essa pergunta, eu engasguei com o refrigerante, foi tenso que saiu até pelo nariz, ela me olhou;

- Theo você é gay!

- Cala a boca.

- Eu sabia, haha' não estava enganada.

- De onde tirou isso?

- Porque eu também sou.

Ah, fiquei com cara de lua pra ela, não saia o que dizer, foi meio sem graça ouvir aquilo;

- Está zoando com a minha cara?

- Não, olhe.

Ela pegou o celular e me mostrou umas fotos do álbum dela e outra garota, se beijando e fazendo carinhos;

- Isso não quer dizer nada.

- Ela se chama Lily, terminamos pois tive que mudar com minha mãe.

- Hum sinto muito.

- Mas e você?

- Eu o que?

- Não se faça de idiota, está pegando quem?

- Pegando?

- Você é virgem?

- Não Ashley.

- Então fala.

Cara eu estava puta sem graça já com ela, meu coração estava feliz, e mesmo assim com medo, mas disse em voz baixa;

- Dylan.

- Quem?

- O Dylan.

- Espera o loiro? O nojento?

- Sim.

- Ah Theo, tem tantos mais legais que ele naquele colégio.

- Você escolheu ficar com a Lyli?

Perguntei a ela que estava finalizando o Milk shake.

- Já entendi, foi mal. Há quanto tempo?

- Desde o ano novo.

- Ei, mas ele não namora aquela vaca interesseira.

- Não fala assim da Stella, ela é legal.

- Sim, se você tem status ela é legal, aquilo é uma puxa saco de famosos. Mas me conta tudo, adoro essa historias.

Sim tive que abrir detalhes para ela, conversamos muito, e neste dia nos aproximamos muito mais.


#Dylan


Todos estavam indo para o refeitório almoçar, pois logo mais seria o jogo do time de futebol, eu estava com o Ryan, ao entrar no refeitório, como estava cheio ficamos de frente com a notava, Ashley, ela tentou se desviar e ele a impediu parando em sua frente, eu sorri e ela disse;

- Vai ficar dançando na minha frente idiota?

- Calma gata, esta precisando relaxar, se quiser eu posso te ajudar...

- Relaxar com você? Magricela como é, e deve ter o pinto do tamanho do meu mindinho, não preciso de ninguém um filho para mimar.

Cara foi uma bela tirada, eu cai na risada, foi demais;

- Ta rindo do que o chapinha?

- O que você disse garota?

Quando perguntei isso, Theo chegou deu um beijo na boca dela, a abraçou passando o braço sob seu pescoço, olhou encarando Ryan e disse;

- Algum problema Anjo?

- Não, só eles sendo os idiotas de sempre, vamos, vou te relaxar para o jogo.

Ah vocês escutaram isso como eu? E espero que imaginaram com eu vi a cena, e minha cara, não acreditava que Theo estava pegando a novata só por causa da Stella. Cara era inacreditável, uma atitude desta vindo dele. Houve toda uma cerimônia por causa do prefeito, e a maior frescura na apresentação das lideres de torcida. Ao inicio do jogo acho que todos estávamos tensos, isso somente piorou durante a partida.

O colégio adversário era o "West High", o campeão do ultimo ano e eles não vieram para brincar, o TAG manteve se na defensiva, fazendo o possível para segurar gols, fim do primeiro tempo péssimo, zero a zero, todos na arquibancada estávamos preocupados.

No retorno para o campo, eu estava sentado do lado dos meninos, Ethan e Ryan, quando passei a mão e sinto meu crucifixo, me lembre e desci a escadaria, a beira do campo assoviei para Theo, que se aproximou correndo;

- Que foi Dylan, agora não.

- Pega, usa isso.

Ele sorriu balançando a cabeça e colocou-o no pescoço, fiquei perto das lideres perto do campo. Pensei que meu "amuleto" da sorte não iria funcionar, passamos medos durante o segundo tempo, o "West High", usou o que podia do seu ataque. O que faltou na defesa, Susan pegou um rebote e tocou para Theo que estava sem marcação, era só ele chutar a gol, acho que nunca fiquei tão aflito desde que perdi a virgindade;

- AAAAAEEEEEHHHHH! Goooooool.

Nossa como esse grito demorou pra sair, o pior é que o jogo não havia terminado, tínhamos que ficar mais na pressão ainda, já perceberam que eu não sei nada de futebol não é mesmo, ao últimos minutos, West High faz um gol, fiquei desesperado, até o juiz ver que estava impedido.

"Ufa", fim de jogo, e o TAG, permanecia invencível, nada segurava a gente agora.

Fui para o vestiário para comemorar e adivinhem quem estava lá, isso mesmo Ashley, a garota não dava um tempo. Prometi levar Stella em casa, então dei carona para ela e depois fui para casa. Tomei um banho e desci para tocar bateria, cara eu precisava colocar a raiva para fora. Não adiantou muito, ao subir as escadas minha mãe estava correndo pela casa com Gloria;

- Eu deixei-a aqui Gloria, como pode ter sumido.

- Mas senhora, eu limpei e não vi elas na sala de estar.

- O que estão procurando?

- A chave do meu carro, Dylan.

- Mãe a senhora deixou na porta do carro.

- Ah eu sabia. Eu e Gloria vamos a um encontro da igreja, não espere por nos.

- ok.

As duas viraram a esquina peguei meu carro e fui a casa de Theo, parei o carro debaixo de uma arvore no escuro e fiquei olhando por minutos, tentando ter coragem para ir até lá. Desci do carro e toquei a campainha, uma, duas, três vezes;;

- Ok, já que não esta vou embora.

Desci as escadas da entrada ele abre a porta;

- Pensei que não iria entrar.

- Como sabe que era eu?

- Ouvi o barulho do seu carro quando saiu da sua casa.

- Há! Há! Há!

- Entra.

Ao sair de trás da porta ele estava envolvido em um cobertor;

- Esta sozinho?

- Não, você esta aqui, vem comigo.

Fomos até seu quarto, ele entrou no banheiro me sentei na cama;

- Qual é o seu lance com a Ashley, Theo?

Ele voltou de cueca, os lábios dele brilhavam de tão molhados, Theo  abriu as pernas sentando em meu colo;

- Não tem lance, você pega a Stella e eu como a Ashley.

- Esta fazendo isso por ciúmes?

- Não é simples você pode ficar com a capitã das lideres e eu? Te esperando para quando você quiser algo.

- Não é isso cara.

- Dylan não quero discutir.

- Ninguém está discutindo aqui.

- Dylan Não, não me cobre se você também esta devendo.

- Não temos nada para dar satisfações um para o outro.

Ele se levantou e se arrumando abriu a porta do quarto falando;

- Vou te acompanhar até a porta.

- Theo.

- Dylan, vou te acompanhar até a porta.

Desci as escadas e ao sair colocar o pé para fora da porta ele a bateu com muita força. Theo era muito meigo e compreensivo, porem orgulhoso, mais que eu.


#Ashley


Cheguei e estacionei na tal "vaga do Dylan", só para provocar. Pegando os livros no meu armário, ao abri-lo cai um papel rosa, era um panfleto de teste das lideres de torcida;

- Vai fazer o teste?

Perguntou Theo chegando;

- Ta maluco, não quero fazer parte das barbies. Que cara e essa?

- Filme hoje na minha casa te explico. O casal chegando.

Stella passa ao meu lado com o Dylan, ao ver o panfleto pergunta;

- Você vai fazer o teste?

- É claro que não, rsrsrsrsrs'.

Disse o idiota sorrindo, amassei o papel, coloquei dentro da calça dele dizendo;

- Sim, eu vou.

Bate a porta do meu armário saindo de perto deles, a Barbie ficou com a cara assustada.


#Dylan


Stella foi falar com as outras lideres, e tirei o papel jogando no lixo, e falando com Theo;

- Que deu nela?

- Acho que não gosta de você. Bater a porta na sua cara ontem não significou nada?

- Theo.

Subi o olhar junto com as sobrancelhas e sai de perto dele, fui para a aula e a tarde tínhamos treino, ao chegar na quadra uma musica alta estava tocando, as lideres estavam treinando, cheguei na Stella dizendo;

- Stella hoje tem treino.

- Falei com o treinador, temos os testes de lideres, e esta chovendo não da pra usar o campo. Vocês podem usar o outro lado.

- Sei. Galera vamos treinar condicionamento físico hoje, Ryan, pegue o equipamento, ajuda ele Ethan. Comecei a me aquecer, junto com os meninos, estávamos fazendo umas cestas e a minha bola foi longe demais, fui pegar ela perto das meninas;

- Manera nos doces, e precisa fazer mais exercícios Katty, nunca houve lideres neste colégio gordas.

Dizia Stella para uma de suas meninas como eu estava perto cheguei e disse;

- Pegou pesado.

- Cuida dos seu time Dylan, aqui quem manda sou eu.

Quando ela disse isso veio a Ashley, ela usava uma roupa de academia que marcava as pernas grossas um top deixando a mostra sua barriga;

- Ai Capitão, não dá pra treinar aqui não.

- É o seguinte meninas vou fazer uma seqüência de passos e se não me acompanharem, poupem meu tempo e fora da quadra, e 1, 2, 3, 4 5 6, 7 e 8 e 9, 10.

Galera elas estavam fazendo uma seqüência muito top, posso dizer sensual, as lideres, e somente a Ashley acompanhando, a garota dançava como se estivesse disputando com a Stella;

- Cara aquele viado do Theo está comendo muito gostoso.

Olhei para os meninos, enquanto as meninas iriam sendo excluídas, e sobrou somente a Ashley;

- Cara to de pau duro.

Falou Ethan do meu lado, nós rimos tivemos que sair da quadra;

- Vamos vazar daqui. Stella se o time perder na semana que vem a culpa é de vocês.

Ela já estava puta por causa da garota só nos olhou.


#Ashley


A gatinha estava soltando fogo, eu e outra garota conseguimos ir até o fim do teste;

- É isso ai, acabou!

- Passamos?

- Sim, fazem parte do time da lideres de torcida do TAG agora.

- Obrigada, mas não vou querer fazer parte das suas aulinhas de dança.

Peguei minhas coisas e iria saindo;

- Temos privilegio nas provas e pontos extras.

Poxa não me contive, me virei e perguntei;

- Ponto extra? Quanto?

- B+.

"Ai como me odeio"

- Estou dentro.

Cara eu estava péssima minhas notas por causa da mudança, afinal eu sairia da equipe quando quisesse.

Naquela noite eu estava assistindo filme na casa do Theo, quando sua mãe foi para o quarto dela ele mudou nossos assuntos;

- Discute com o Dylan ontem.

- Por causa de que?

- De você.

- Mas ele não fica com a Stella.

- Foi o que eu disse Ashley.

- O que vai fazer agora?

- Não sei.

- O colégio inteiro pensa que a gente fica, mas eu só te beijei aquele dia, por causa daqueles idiotas você sabe, se eu...

- Relaxa, não se preocupe, só tenho que pensar o que fazer agora.


#Dylan


Desde a noite passada eu estava me sentindo culpado, e precisava falar com o Theo novamente.

Para minha sorte eu estava subindo as escadas, meu pai e minha mãe na sala, estavam com visitas, a Gloria estava servindo todos, quando o Theo entra, eu então o chamei na frente de todo mundo, ele poderia ser orgulhoso, mas não idiota;

- Theo, sobe aqui quero te mostrar uma coisa.

Como chegou mais pessoas em casa eles iriam ficar um bom tempo ocupados. Ele me seguiu e ao entrar no meu quarto tranquei a porta;

- Acha que isso vai me impedir de ir embora?

- Cara só me escuta. Senta ai.

Sentei ao seu lado, com o tênis sobre a cama;

- Foi mal por ontem.

- Isso não resolve nada Dylan, você sabe.

- Vou terminar com a Stella.

- Não precisa fazer isso.

- Cara para com isso, tem idéia do que estou falando. Theo vou parar de namorar para ficar com você.

- Porque?

- Não penso em outra pessoa quando estou com Stella, quando estou jogando, quando estou com você. Só você. Em você, o que esta fazendo se esta pensando em mim, entendeu o porque.

Saiu mais como uma bronca e não romântico. Seu rosto aproximou do meu, ele tirou o colar e colocou em mim, sua boca deslizou até meu ouvido dizendo;

- O time de futebol do colégio agradece. Desculpe pelo que falei. Dylan acho que estou gostando de você.

Deitei ele na cama segurando as mãos, desça vez eu sentado sobre ele. Theo olhou para minhas mãos que seguravam as deles e disse;

- Hum Christian Grey, não tenho gravata mas gostei da posição.

Ele deu uma mexida e senti seu membro crescendo, Theo se soltou e apagou a luz;

- Tira a roupa.

Sentei-me na hora na cama;

- O que?

Ele acendeu a luz e disse;

- Dylan tira a roupa.

Theo estava pelado segurando sua cueca com uma mão, e seu membro estava em ponto de bala, me excite ao vê-lo, mas;

- Não sei se estou pronto para sexo Theo.

- É eu também não. Vou devagar com você.

Ele veio me beijando, e pegando em minha bunda;

- Faz assim com as garotas?

- O que?

- Manda tirarem as roupas logo.

- Não, só as que tem cara de vadia.


#Theo


Quando disse isso ele ficou bravo dizendo;

- Theo, vadia é a..

Eu havia imobilizado seus braços atrás da cabeça, quando ele ia terminar a frase dei um tapa de leve em sua cara, Dylan ficou puto e tentou sair, eu estava por cima dele e levei a mão dentro de sua cueca, ele se arrepiou na hora;

- Filho da puta.

- Cara esta há quanto tempo sem tocar uma?

- Não me masturbo em semana de jogo.

Tirei a camisa dele, agora o beijava com vontade, as mãos e movimentos com seu membro o faziam gemer.

11 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia