• @rgpatrickoficial

Dividindo Apartamento com Amigo Tesudo - Parte 3

Durante a semana tudo percorreu normalmente com o trabalho e a faculdade eu e Allan estávamos com pouco contato, não ficamos e nem dormimos juntos durante estes dias.

No fim da semana meu irmão e um amigo nosso o Marcos, veio para capital, nos iríamos em uma boate que inauguraria na cidade, na sexta feira saímos e eles dormiram fora, eu e Allan ainda trabalhamos no sábado e a noite seguimos para tal boate, e caramba foi muito bom, dançamos e bebemos muito, a noite foi tão diferente que até com uma garota eu fiquei, em um momento da balada eu e Marcos pegamos bebidas e sentamos no bar, eu peguei meu celular olhando as mensagens ele disse; - Você é gay, não é? - Oi? - Vai pode falar eu sei. - Ele bebe um gole. Fiquei contra a parede, sem resposta, mas peculiarmente galera ele é muito lindo, cara musculoso e cabelos curtos nada discretos, por causa das luzes, rosto lindo e másculo, ele no meio da turma é o tarado o cara safado, acho que sabem do que estou falando. - Marcos, meu irmão não sabe, na boa mano. - Fica tranqüilo! Só está me devendo uma. Não responde, mas fiquei com essa "deixa". Pegamos as bebidas e nos juntamos aos meninos, eu e Allan éramos os que estavam melhoress da turma meu irmão e o Marcos estavam bem ruins. Seguimos para casa e meu irmão já foi deitando em um colchão no chão e Allan, andando meio torto foi pro seu quarto, eu passei uma água no corpo e Marcos também tomou banho tomei uma água e fui deitar, detalhe o Marcos iria dormir comigo, e meu irmão estava morto já em um colchão ao lado da cama, deitei e olhei a hora no celular, desligando os alarmes já passava das quatro da manhã, quando a porta abriu era o Marcos ele estava de toalha e vestiu uma cueca Box branca que estava em sua mochila eu coloquei a cabeça no travesseiro e disse pra mim mesmo “Porra que covardia”. Ele veio e se deitou com pouca dificuldade; - Marcos beleza? Parece estar ruim? - Não pra me derrubar é difícil. - Hum Sei, rsrs. - Cara eu estou numa seca, que... Porra Gabriel bem que está me devendo uma. - Marcos nem vem mano. - Ah cara, na boa ninguém vai saber. - Meu irmão esta dormindo aqui do lado, e tem o Allan no outro quarto Marcos. - Gabriel seu irmão esta morto e seu amigo não vai escutar nada. - Cara... Ele me beijou, seus braços fortes seguravam meu corpo, um beijo quente e molhado, muito diferente de todos, me tirou o fôlego. - Puta que pariu que boca gostosa cara! Eu somente ri e devolvi o beijo, ele se virou pra cima de mim, todo aquele corpo era muito quente e firme, seus músculos duros e fortes, seu beijo ainda tinha um leve gosto de álcool, suas mãos eram mágicas e seu quadril sarrava em mim de um jeito que eu estava quase gozando. Com cuidado por causa do barulho, e adrenalina de estar fazendo aquilo ali.

Me virei e Marcos somente de cueca tirou meu short e camisa e segurando meu braços rebolava aquele pau passando por minha bunda, nossa eu gemia por dentro e só dava pra ouvir nossa respiração.

Ele estava com tanto tesão que tirou sua cueca e eu senti a cabeça de seu pau, estava molhadinho, cara aquilo me deu um tesão, ele foi forçando e com uma mão segurava minhas mãos, a outra apoiada na minha cintura, e olhando seu pau me penetrar lentamente, senti uma dor pois ele era pouco dotado eu tive que fazer uns movimentos com o quadril, quando senti suas bolas encostar em mim, ele se deitou por cima de mim, ainda segurando minhas mãos, seu quadril rebolava aquele membro dentro de mim, me fazendo gemer, sua boca percorria meu pescoço e orelha, mordia minhas costas, e falava besteiras ao meu ouvido, nossos corpos somente gemendo em silencio, Marcos ficava no meu ouvido e eu sentia sua respiração, aquela pegada distraia a dor que eu estava sentindo que neste ponto já era um tesão incomum, Marcos nos virou de lado e ficou de ladinho, cara como ele comia gostoso, nossa era uns movimentos de seu pau entrando todo e saindo, Marcos aumentou a velocidade de suas estocadas e coloquei a cabeça no travesseiro pra gemer baixo, ele gozou dentro de mim, e tirava e colocava seu pau todo melado, poxa cheguei a respirar depois que ele parou, Marcos tomou um banho e depois eu fui, já estava amanhecendo. Acordei por volta de uma da tarde, e depois de escovar os dentes, quando cheguei na sala Allan estava vendo TV, peguei meu celular respondendo as mensagens do dia anterior, ele pergunta; - Como foi a noite? Dormiu bem em! - Ele diz, insinuando algo.

PS: Eu já me perguntei isso, mas ouvi algo que faz muito sentido. Hoje em dia Heteros estão em extinção, temos sim "curiosos" e "Bissexuais".




37 visualizações0 comentário
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia