• @rgpatrickoficial

crescendo - Capitulo 40

Mano a gente caiu na risada, e dessa vez ele que ficou bravo, gente foi muito engraçado a reação dele.

- Vamos Thales? – Digo levantando.

- Vamos.

- Hum hoje tem em amigo, vai lá tira esse atraso.

- Cala a boca Alana. – Falo abrindo a porta.

Demos de cara com o Elias descendo com uma mochila;

- Ei, Elias, vai onde? – Thales pergunta.

- Para casa, estou suspenso, não tem porque ficar nesse colégio. – Ele fala muito puto.

- Mano, mas como assim.

- Aquele Vitor, ainda vou pegar ele na reta. – Elias fala descendo.

Eu olhei para trás e Hugo estava de olhos arregalados, mas calado.

Nos subimos, e claro né, com o Elias fora de circulação eu fui dormir com o Thales.

Entramos no quarto, e eu pulei nele, rsrs, beijando e pegando, e Thales cai fora;

- Vou tomar um banho Lucas.

- Mas outro Thales?

- Lucas sai da aula de natação e fui direto para o refeitório.

- Tudo bem.

Ele entra no banheiro, e eu claro, fui fazer algo bem romântico para esperar ele. Não me julguem, peguei o celular e fui jogar Free Fire, rsrs.

E nem deu para eu terminar a partida. Mano aquele homem saiu do banho, secando o cabelo, com atoalha na cintura, e eu de boca aberta;

- Que foi? – Ele pergunta com um sorriso no rosto.

- A cada dia que passa você fica mais lindo.

- Valeu.

Thales passa seu desodorante e eu me levanto beijando seu ombro, com meu corpo atrás do dele, sentindo aquele cheiro forte de “meu homem”.

Ele se vira lentamente, e beija minha boca, passo a mão pelos seus fios de cabelos molhados no cabelo colocando-os para trás e no reflexo do espelho, vejo sua toalha vir ao chão.

Mano que cena, que visão.

Ele coloca as mãos por dentro da minha camiseta e aperta contra o seu corpo, eu tirei é claro a bermuda primeiro, depois Thales puxa a camiseta.

Mano cai na cama, com ele por cima de mim, e me beijando bem intensamente, com a língua na minha boca, aquele corpo quente, macio e liso.

Eu apertava com tanta força sua bunda, que saudades estava dela, rsrs, não mais do que aquela boca me chupando.

Thales vai descendo beijando e mordendo meu corpo, e começa a me chupar, fico naquele momento de êxtase sentindo ele me engolir todo. Mano aquele cabelo úmido era bom demais de segurar e forçar contra ele, caralho.

Coloquei o Thales logo de quatro, antes que eu gozasse em sua boca, ele se ajeitou de quatro, com a bunda bem empinada, eu mordia e passava a língua, com a mão masseando e descendo por suas costas, e coxas, todo seu corpo.

Puxei Thales pelo cabelo e beijei sua boca, ficando sarrando meu membro nele, sem nenhuma palavra, só gemidos ele vai rebolando até o encaixe perfeito. Mano eu até paro de beijar ele e fico na vibe sentindo cada sentimento entrar nele, que gemia muito gostoso.

Thales volta a cair de quatro, eu fico com aquela visão do paraíso, chego a apertar sua bunda nas nadegas com um vai e vem que ele queria escapar, mas nesse ponto, eu não deixava ele nem se mover direito.

Estava tão gostoso que nem percebi a hora que literalmente montei nele, ficando apoiado nas pernas, e forçando o máximo que conseguia. Até ele pedir para parar e mudar de posição.

Eu abusei, eu sei! Sentei deixando meu membro para ele fazer o mesmo, Thales ficou meio que agachado cavalgando em mim, eu com as mãos por baixo de suas pernas só forçando contra.

Mano que delicia, serio mesmo, o único barulho era seu gemido vinculado as estocadas.

Como estava quase chegando lá, comecei a massagear seu membro para gozarmos juntos, ele com minha outra mão na boca, chupando meus dedos.

Galera eu gozei como nunca, e para piorar ele estava quase lá, então ficou rebolando comigo me contorcendo de tesão, foi quase que gozamos juntos, por falar nisso, Thales fez isso em meu peito.

Mano eu estava tão mole que pedi para ele esperar um pouco antes de levantar;

- Acho que ficamos melhores a cada ficada.

- Thales acho que devemos praticar mais umas 4 hoje para ter certeza.

Ele sorri me beijando, e se levantando. Acho que foi nosso banho mais demorado, falei umas mil vezes que amava ele, rsrs.

Acordo na manhã, seguinte com um incomodo no braço esquerdo, era o Thales dormindo sobre ele. Claro, logo esse incomodo desapareceu.

Beijei sua testa, fazendo carinho em seu cabelo, e fiquei olhando ele dormir, sobre mim. Mas eu não aguentei e abracei ele, apertando;

- Bom dia! – Falo em seu ouvido assim que ele se move.

Thales espreguiça e me olha assustado;

- Lucas o que está fazendo aqui?

Eu meio sem entender, questiono;

- Como assim?

Ele abre um sorriso, e começa a rir;

- Idiota você Thales.... Vem aqui. – Digo agarrando ele.

Começo a fazer cócegas mas caímos no chão com a brincadeira.

- Lucas estamos atrasados. – Ele diz olhando no relógio.

- E dai? Você já foi expulso mesmo.

- Mano, não faz piada com isso. – Ele diz sério.

Mas ambos começamos a rir da situação.

Bem, como saímos em cima da hora, pelo menos eu segui direto para a aula, o Thales foi para a quadra, tinha algo para resolver.

Na sala de aula, a Alana senta comigo, na aula de Língua portuguesa e já vem questionando;

- Com esse sorriso ai, já vi que foi uma noite daquelas.

- Haha e como foi, Thales nunca decepciona.

- Estou vendo.

Bem, durante a aula, recebi um monte de mensagens da minha mãe. Por causa da bagunça da foto e tals, a polemica criada, ela conseguiu uma entrevista para uma revista, mas eles queriam fazer aqui no colégio, até porque, queriam documentar o máximo possível.

Eu concordei, e ela me passou o contato da produtora, já com tudo meio que marcado.

No intervalo do almoço, fui até o Alexandre e pedi a autorização para eles poderem fazer a entrevista nas dependências do colégio.

Até então, todo mundo me conhece aqui no JK, como o garoto que tem muitos seguidores no Instagram. Como “Digital Influencer”. A meu pedido de uma equipe vir fazer entrevista, ele entendeu que seria isso.

Quando fui almoçar os meninos estavam sentados, e já haviam terminado de comer;

- Ei, me esperem tenho algo para vocês. – Digo falando para os três.

Me servi e voltei a mesa;

- Amigo fala rápido, tenho ensaio. – Alana diz recolhendo suas coisas.

- Tenho uma entrevista essa tarde, e quero que vocês participem.

- Fechado. – Hugo confirma rapidamente.

- Está maluco, olha para mim.... Tenho que passa o dia no salão antes Lucas.

- Amiga, vai ter que se virar, eles vão estar no colégio por volta de quatro e meia da tarde. Que me diz Thales?

- Lucas nem fodendo.

- Thales, por favor.

- Sabe que eu não gosto desse tipo de coisa, e tenho que pedir meus pais também.

- Mano, por favor.

- PRISCILA, vem aqui. – Alana grita quase no meu ouvido.

25 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia