• @richardsongaarcia

crescendo - Capitulo 24

Hugo chega nas escadas, me vendo parado na porta do quarto, ele se aproxima;

- Puta merda, você fez o Thales se mudar Lucas?

- Cala a boca Hugo... Mano tem alguma coisa errada.... Sobrou nada, até no banheiro, tudo. – Falo olhando igual um louco no dormitório.

Fiquei quieto, em silencio um pouco, pego meu celular e ligo para o Thales, mas nada;

- Vamos, talvez encontra ele no refeitório.

- Beleza Hugo.

Nós descemos, e eu em passos rápidos, no caminho para o refeitório, encontramos o Alexandre, na verdade ele estava passando do outro lado, nós que corremos gritando para seu rumo;

- ALEXANDRE... - Falo correndo.

O filho da mão, já para com a mão na cabeça;

- Não gritem, minha semana começou péssima.... Fala um de cada vez!

- Viu o Thales?

- Está no refeitório.

Quando ele responde eu já sigo andando, e Hugo pergunta;

- Você quem mudou ele de dormitório?

- Não, foi a Diretora, os pais dele ligaram para ela.

- Obrigado Alexandre. – Hugo fala saindo.

- Lucas... Você tem alguma coisa a ver com isso? – Ele pergunta com as mãos na cintura.

- Claro que não...

Pessoal ao entrar no refeitório, o Thales estava se sentando, eu me aproximo e fico frente a frente com ele;

- Thales, você pediu para mudar de quarto? – Já chego perguntando.

- Sim.

- Porque? Por causa de ontem?

- Quer mesmo que eu fale? Na frente do Hugo? – Ele pergunta olhando para o lado.

- Hugo sai fora.

- Qual é Lucas.

- Vai mano. – Falo empurrando ele. – Mudou de quarto, por causa da Alana, Thales?

Ele abre um sorriso irônico e responde;

- Não, foi por sua causa.

- Escuta, somos amigos cara, não pode fazer isso.

- Deixa de drama Lucas, eu mudei de quarto, não morri, e não somos amigos beleza.

- Como não.

- Amigos não fazem o que está fazendo.

- Diz que amigos não transam?

- Cara você é muito nojento! O mundo não gira ao seu redor Lucas, se liga mano!

- Você está gostando de mim Thales? – Quando pergunto ele fica muito bravo.

- Vai me deixar almoçar em paz, ou preciso mudar de mesa também.

- Relaxa, vou deixar você em paz. – Me levanto, e olhando para ele digo. – Pensei que você fosse diferente das pessoas deste colégio.

- E eu pensei que você tinha caráter!


#Hugo


Estranhamente, almoçamos separados, Lucas não queria me dizer o que estava falando com o Thales e os dois cheios de segredos.

Eu estava na mesa, sentado ao ado de Samantha e na frente a Alana, as duas conversavam sobre os meninos;

- Amiga antes da aula eu vi que estavam mudando.

- Samantha, isso deve ser coisa do Lucas, porque o Thales não faz mal para uma mosca.

Lucas se aproxima sentando, e eu questiono;

- Não vai almoçar?

- Não estou com fome.

- Temos treino agora mano, é melhor comer algo.

- Amor, que foi com Thales?

- Eu pisei na bola Alana, pisei feio dessa vez. – Lucas fala de cabeça baixa na mesa.

Nós seguimos depois para o treino, e nem assim, ele me contou o que havia acontecido.

E acho que não foi coisa boa;

- Lucas vai para o banco.... Não sei o que está fazendo no meio desse campo cara. – Fala Alexandre meio bravo com ele, por errar alguns passos.

- Ele está solteiro Alexandre, namorado dele mudou de quarto, rsrs. – Vitor diz tirando uma.

Cara, o Lucas não disse nada, somente se sentou no banco tirando a camisa. Ele foi embora antes do treino terminar.

Como tínhamos um jogo próximo, essa semana, como ele disse treinaríamos todo dia. E essa tarde, eu guardei as coisas, e fechei o campo, fui para o vestiário tomar um banho.

Pois tinha natação em seguida, estava mega cansado, mas os professores não queriam saber de sua disposição.

Eu tirei a roupa e liguei a ducha, então escuto um barulho de fora, meio que assustei, pois foi uma vassoura caindo.

- Quem está aí? – Pergunto pegando a toalha.

Ninguém responde, me deixando de pernas tremulas, eu então vou saindo, olhando, então a Alana aparece na porta;

- Hugo?

- Que susto cara! – Falo colocando a mão no peito.

- Desculpa. – Ela diz rindo.

- Nossa Alana, a aproxima vez, chega gritando, pelo amor de Deus.

- Foi mal. – Ela diz me olhando. – Podemos ensaiar no campo?

- Sim, claro.

- Obrigada tá.

- Vou terminar meu banho. – Digo fechando a porta.

E lá vai eu, masturbar de novo para ela, estava fodido mano.

Galera a noite, eu estava dormindo sobre o jantar, de tão exausto.

Estava sentado, eu, Samantha, Alana, Thales e Patrick, conversando e falando besteiras, do fim de semana.

No meio das risadas e das conversas o Lucas aparece sentando ao lado da Alana, eu fico bem sem graça, mas percebo que o Thales, fingia que ele nem estava por lá, como se Lucas era invisível.

Eu estava ao lado de Thales e Samantha, e Lucas com Alana e Patrick do outro lado;

- Amiga não olha agora mas tem um aspirante a Deus Grego descendo as escadas. – Patrick diz pegando na mão da Samantha.

Todo mundo da mesa olhou, é claro, eu e Thales estávamos de costas, então nós viramos, e era só o irmão da Alana.

O cara acho que se arruma todo santo dia, cabelo, e roupas massa. Ele estava de óculos de grau, pulseiras nos braços, camisa regata preta, e bermuda tipo surfista azul, de chinelas de dedos, bem à vontade.

- Ai não acredito que ele conseguiu! – Alana diz se levantando.

Eu e Thales agindo normalmente e Patrick todo cheio de fogo;

- Amiga quem é? Me fala Samantha?

- Irmão da Alana.... Lindo né?

- Eu sou lindo, aquilo deveria ser proibido de sair de casa.

Marcelo se aproxima, abraçando a Alana, e ela apresenta ele para o Patrick;

- Patrick, meu irmão Marcelo, Marcelo o Patrick... E Hugo, Thales e Samantha você conhece da minha festa.

- E ai, beleza. – Ele diz pegando na mão de Patrick.

- Eu to ótimo.... Senta Marcelo ai ao lado da minha cunhada, rsrs. – Patrick diz, tirando risos de nós.

Marcelo pega em minha mão, beija a mão de Samantha, e cumprimenta o Thales;

- E aí Colega de quarto. – Marcelo fala pegando na mão de Thales e colocando as mãos em suas costas.

- Falou com a Marcia? – Thales pergunta.

- Sim... E aí Lucas. – Ele diz, o cumprimentando. – Para ter o diploma do ensino médio, preciso fazer algumas atividades, montamos uma grade, bem flexível.... Vou poder ficar de olho em alguém. – Marcelo diz olhando para a Alana.

- Olha quem fala!

- Você namora?

- Samantha!

- Aí, Patrick você queria saber também?

- Não, estou carente sabe.... As meninas fora do Brasil são muito frias, não curtem caras com atitude.

- Ai meu Deus que calor! – Patrick diz se abanando.

Lucas era o único mais sério, ele não se expressava, o rosto sem expressão alguma;

- Ele disse meninas Patrick, sai fora.

- Relaxa gente, podemos abrir exceções certo? – Marcelo diz sorrindo.

- Alguém aqui vai na “Festa do Branco”? – Thales pergunta, mostrando o banner na tela do celular.

Todo mundo cala a boca, até porque ele sempre foi o mais quieto;

- Claro, que vamos. – Marcelo diz meio que abraçando o Thales... – Porque estão olhando assim?

- É que Thales não é de sair. – Alana diz. – Também quero ir amigo.

- Semana de provas Thales, não rola ir em uma festa dessa um dia antes das provas. – Lucas diz cortando a onda de todo mundo.

- Você quem me diz para sair mais Lucas, agora não quer porquê? – Thales questiona.

- Não é isso.

- É Lucas, o que é então? – Marcelo entra na pilha dos meninos.

- Só estou lembrando. – Ele responde olhando Marcelo.

- Vamos e vamos aprontar muito, serio, ainda não foi em uma festa comigo, depois pergunta a Alana sobre nossas experiências (...). – Marcelo fala abraçando a gente, mas eu estava olhando para a Alana e Lucas.

- Que foi amor? Está diferente? – Ela pergunta.

- Nada, estou bem. – Ele responde baixo para ela.

O Marcelo estava contando umas historias lá do intercambio e tals.

Galera estávamos rindo e uma clima muito massa, quando alguém derrama algo em Thales.

Ele se afasta, todos assustamos, era o Vitor, ele jogou um resto de mousse na blusa de Thales;

- Eita, foi mal mano! Mas dessas aí, você deve ter pelo menos umas 10 né. – Vitor fala rindo.

- Não olha por onde anda Vitor? – Lucas diz bravo.

- Ah foi mal, era para ter acertado você, não seu namorado. – Ele responde, rindo igual a um idiota.

Pessoal, na nossa mesa tinha uma bandeja, sob ela um copo com resto de suco e guardanapo molhando dentro do copo. Marcelo bateu a mão com força, fazendo um estilo de catapulta com o liquido na direção do Vitor, e os papeis molhados grudaram nele, que nojo.

Nós ficamos de boca aberta, Alana e Samantha gritaram “uuuuuh”.

- Mas que merda você fez cara? – Vitor pergunta tirando os papeis da roupa.

- Foi mal ter acertado sua cara, mas igual a essa você deve ter só mais uma né, cara de bunda. – Marcelo fala.

Mano todo mundo no refeitório riu de Vitor. O viado pega um prato com resto de arroz e joga em Marcelo, ele desvia e me acerta em cheio.

Mano tinha arroz no meu nariz. Peguei o resto do purê do meu prato e acerto em cheio o Vitor, foi a melhor sensação do semestre inteiro.

0 visualização
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia