• @rgpatrickoficial

crescendo - Capitulo 15

Depois dessa fui parar na sala do Alexandre, e ele estava furioso, por nossa turma não dar sossego;

- Eu queria uma semana somente de paz... Meu Deus eu falo mais com os pais de vocês do que com os meus. – Ele diz no sofá.

- Não tem o que ficar bravo, a Isis deu em cima do Lucas, ela fica me implicando desde que coloquei o pé nesse colégio.

- Alana se acalma, me ajuda, quer trocar de atividade? Posso conversar com a...

- De jeito nenhum, porque tem que ser eu? E não ela?

- Me ajuda a te ajudar Alana.

- Não vou sair da aula te teatro Alexandre. Posso ir?

- Vai... E pelo amor de Deus se comporte até na próxima semana.

Eu ainda estava muito brava, fui jantar pois tinha uma peça que eu não queria fazer para estudar.

O Lucas já estava com os meninos, Thales e Hugo, eu não sei como, mas ficaram próximos demais nestes meses de aula no JK.

A Samantha se serviu comigo e nos sentamos na mesa;

- Alexandre falou muito na sua cabeça? – Hugo pergunta.

- Nossa pena que não posso bater nele, igual naquela vaca.

- Amor tem que se acalmar, como pretende terminar o ano desse jeito?

- É fácil, só meu namorado criar vergonha na cara e parar de dar mole para ela.

- Eu não tenho nada a ver com isso.... Ela quem fica em cima.

- Lucas, um não já basta. Economiza muita dor de cabeça.

- Ela não fez por mal Alana.

Meu Deus, estas palavras saíram da boca do Lucas, até os meninos arregalaram os olhos;

- O que você disse?

- Você está meio paranoica com essa garota amor.

- Lucas faça o seguinte então.... Pega essa menina e enfia no meio do seu cu. – Falo levantando da cadeira.

- Como quer que a gente namora agindo assim em? – Ele diz se levantando junto comigo.

Eu chego a coçar a cabeça de raiva, olho para ele com sangue nos olhos;

- É simples, mais que você imagina... Acabou... A gente não namora mais. – Falo pegando minhas coisas e saindo.

- Alana, espera... Amor. – Ele fala vindo correndo atrás.


#Hugo


Tanto eu, quando Thales e Samantha pensamos que Alana estava brincando, mas ela terminou o namoro com o Lucas. Para nós que estamos próximos e acompanhando essa relação louca dos dois é coisa fora do normal. Pois eles são como carne e unha.

Os dois saíram do refeitório e na mesa ficamos calados, nem tocamos no assunto;

- Quando vai ser o primeiro jogo? – Thales questiona.

- Acho que na próxima semana, e o time está igual esses dois, nada bem. O Alexandre anda muito ocupado.

- E tem a natação em Hugo.

- Sim, mano, estou ficando louco com tanta coisa para fazer, as provas finais vêm logo depois do jogo não é mesmo?

- Sim.

- Bem vou para meu quarto, tenho que dormir, amanhã tenho treino. – Falo despedindo de Thales.

- Também vou nessa.

Eu pensei que quando chegasse no quarto Lucas estaria junto a Alana, mas não, ela estava sozinha. Eu entrei e tranquei a porta, ela estava deitada com fones de ouvido, olhando para o teto do quarto, eu não sabia o que fazer naquela hora.

- Como você está? – Pergunto tirando meu tênis.

Ela começa a chorar, e eu fiquei todo confuso, até ela abrir os braços, abracei Alana, mesmo deitada;

- Eu sou uma péssima namorada Hugo? – Ela pergunta em meio as lagrimas.

- Eu não acho Alana, você é a melhor. – Digo fazendo carinho em seu cabelo.

- Eu disse um monte de besteira para o Lucas. – A coitada diz até se engasgando em choro.

- Ei relaxa, amanhã ele já não se lembra mais.

- Eu amo muito ele Hugo...

- Ele também gosta muito de você Alana.

Ela se senta, respira limpando as lagrimas;

- Se precisar de algo, pode contar comigo viu.

- Obrigado, é um ótimo amigo.

Ela se levanta, vai no banheiro, acho que escovar os dentes e lavar o rosto. Depois voltou a deitar, ela ligou e estava conversando com a Samantha, eu peguei no sono com ela ainda acordada.

Eu acordei atrasado no dia seguinte, tanto que fui chamado atenção na aula de sociologia pelo atraso.

Na próxima aula de português, que eu fazia com a Alana sentei em nossa mesa, era a última antes do almoço.

Galera eu não sei que bicho havia mordido nela, mas estava muito linda. Com uma blusa preta amarrada acima do umbigo, um short jeans não corto, mas no tamanho certo, com uma jaqueta jeans amarrada na cintura e uma bota de cano curto vermelho sangue, toda maquiada. Ela estava perfeita segurando aqueles cadernos, kkkkk.

Quando se sentou ao meu lado, com todo mundo olhando, pergunto;

- Meu Deus, você está muito linda.

Ela sorri agradecendo;

- Obrigado Hugo... É que estava com a Samantha conversando com a diretora Marcia Edna, consegui uma reunião com o conselho essa tarde. – Ela fala toda animada.

- Mas o que aconteceu?

- Nada, é novidade... Te conto mais tarde.

- Tudo bem.

Depois desta aula eu fui como um louco para o refeitório, pois tinha que me preparar para o treino de hoje, e estava acabado por causa da natação do dia anterior.

Eu me servi e procurei os meninos, mas não vi ninguém, acabei sentando com o Patrick, acho que se lembram dele, o “gay” da festa que falamos anteriormente.

- Posso me sentar?

- Sim, chega aí.

- Você viu o Thales ou Lucas hoje Patrick?

- Não, maquiei a Alana cedo e Lucas passou no quarto, mas não disse nada.... Estão falando que eles terminaram.

- Sim, a briga foi feia ontem.

O Thales se senta conosco, cumprimenta todos e eu comento;

- Cheguei ontem e a Alana estava chorando no quarto mano.

- O Lucas também, demorou a dormir, e estava mega estranho Hugo.

Terminamos de comer e me levanto falando com os meninos;

- Tenho que ir, tenho treino agora.

- Ah, vou com você... Espera aí. – Patrick diz.

- Você não joga.

- Pedro não vai jogar mais, foi suspenso... Alexandre precisa de um goleiro e não tem substituto no time.

- Ata! – Falo curioso.

Não posso julgar, segui com o Patrick para o campo. E ele tinha razão o Pedro goleiro do time, não estava.

Ao lado do campo peguei meu colete e entro, começando meu aquecimento, e tinha mais dois garotos junto a Patrick, para o teste de goleiro;

- Pessoal juntem aqui. – Alexandre chama ao meio de campo.- Vamos treinar com o formato de semana passada, Hugo quero você de centroavante, Vitor vou treinar você e Diogo os escanteios, precisamos de jogadas ensaiadas, estamos fracos. Lucas você vai fazer os testes com os goleiros, estão esperando... Galera vamos, vamos, pois, o jogo de estreia da temporada está próximos e nem o time definido temos ainda.

30 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia