• @rgpatrickoficial

Clichê - Terceira Temporada - Cap. 24

Ele sim, estava alterado. Eu fiz a ligação e gente consegui para o Caio um teste reservado, nem consegui agradecer a Breno direito.

- Helena. – Kevin me chama.

- Oi?

- Vamos embora?

- Não.

- Helena eu quero ir embora, podemos?

- Porque isso agora?

- Não vou servir de enfeite para seus amigos igual um idiota.

- Eu que não sou idiota aqui Kevin.

- Que está falando?

- Você ontem no Rio quatro horas antes, me ligando do Copacabana Palace, dizendo estar em casa.

- Eu iria fazer uma surpresa e me enrolei.

- Aham sei.

- Vamos embora.

- Está me machucando, me solta.

- Não estou brincando Helena. – Ele fala me puxando.

Nisso algumas pessoas perto vê a cena;

- Solta ela. – Caio fala do meu lado.

- Sai fora moleque. – Kevin o toca no peito.

Caio simplesmente o empurra, fazendo ele cair dentro da piscina.

- Caio ficou maluco? – Grito com ele.

- Ele quem começou.

Eu nem sei o nome do cara que ajudou o Kevin a sair da piscina.

Que cena.

Matheus chega por causa da bagunça e diz;

- Acho melhor irmos senhor. – Ele fala acompanhando Kevin.

- Eu pego você ainda. – Aponto o dedo para o Caio.

Ele fica sério, mas Augusto estava rindo com a situação.

Próximo ao carro Kevin muito puto, fala;

- Bando de filhos da mãe. Isso é culpa sua Helena, sua.

- Eu? Nem vem Kevin, você que estava sendo escroto.

Abro a porta do carro para ele, dando a volta no carro;

- Não quero você mais com esses caras, se quiser continuar comigo não quero você andando com eles. – Ele coloca o cinto.

- Vão vem discutir minhas amizades agora Kevin. – Entro ligando o carro.

- Estou falando sério. Ele me humilhou na frente de todo mundo e ainda vai defender ele?

- Sim.

- Você escolhe Helena, ou eu ou eles.

- Vai com Deus então. – Desço do carro.

- Helena volta aqui. – Kevin tenta soltar o cinto.

- Nunca se coloque entre eu e meus amigos Kevin.

- Ama mais eles do que eu? Sou seu namorado. – Ele desce do carro me encarando.

- Sim, eu amo mais eles, muito mais.

- Por isso que você é sozinha na vida, não fica com ninguém, dá valor nas pessoas erradas.

- Prefiro dar valor nas erradas do que nas falsas. Agora vai embora Kevin, some.

- Eu não terminei. – Ele volta a segurar em meu braço.

- Não toca em mim. – Grito com ele.

- Se não o que? Vai chamar seus amigos de novo?

- Não. Antes de ser mulher eu sou homem, e se me tocar de novo vou ser obrigada...

- A que em? – Ele me puxa com força em direção ao carro.

Eu paro, forçando para trás e ele olha para mim, gente, mas foi um tapa na cara, que minha mão ardeu na hora, ele se abaixa com a mão no rosto.

Cortei sua boca com meu anel, me assustei na hora, vendo sangue em minha mão;

- Filha da puta olha o que fez. – Ele vem para cima novamente.

Mas a cena foi tão rápida que demorei segundos para entender, Matheus ficando na minha frente e Camilo empurrou Kevin com muita força, fazendo ele bater as costas no carro.

Kevin se abaixa com as mãos no estomago, por causa da pancada;

- Vem comigo. – Matheus me leva para dentro.

- Ou entra nesse carro e some daqui ou eu mesmo jogo você para fora. – Camilo fala a Kevin.

Eu entrei na mansão, e Matheus me levou para a cozinha, eu me sentei na mesa cinda assustada olhando aquelas mãos sujas;

- Tome. – Ele me entrega um copo de agua.

- Não conta para ninguém, ninguém está me ouvindo... – Olho para ele.

- Helena escuta...

- Me promete?

- Você esta bem? – Camilo entra.

- Estou assustada, vocês dois, me prometem não contar isso para ninguém, nem Caio, nem Augusto. – Aponto o dedo para eles.

Ambos respondem afirmativamente. Lavei minhas mãos, e o Camilo arrumou um carro para me levar para casa.

#Kleber

Gente fui beber muito vinho na noite de ontem e cara, acordei com a cabeça pesada, e tive a pior sensação de dias.

Me virei na cama procurando o Heitor. Puxo seu travesseiro cheirando, e então me levanto, indo para o banho, estava cansado de chorar sabe, de sofrer.

Ao descer na escadaria era possível ver as equipes fazendo a limpeza da área externa, da noite anterior.

Me sentei a mesa, que só estava o Guto, ao celular;

- (...) Caio uma hora mais ou menos beleza?

- Tranquilo, mano.

Ele desliga, me olhando;

- Bom dia!

- Bom dia, como está?

- Não quero ver vinho por muito tempo. – Falo puxando a cadeira e me sentando.

- Aqui Kleber, vai fazer bem. – Raquel me serve um café.

- Sem açúcar?

- Sim.

- Obrigado... Ei queria falar com você uma coisa. – Olho para Guto.

Ele deixa o celular;

- Diga.

- Estava querendo passar a cerimonia de Heitor para pensar direito e Guto eu vou me mudar.

- Como assim? Do Rio?

- Não, da mansão, me sinto como se estivesse atrapalhando a sua privacidade com a de sua mãe.

Ele deixa o copo de suco e se vira para o meu lado;

- Olha para mim, você é da família, gosto muito de ter você aqui. Só pelo quanto fez bem ao meu irmão. E gostaria que ficasse, de coração. Mas se quiser ir, eu vou respeitar.

- Obrigado. – Pego em sua mão.

- O carro está pronto senhor. – Matheus aparece.

- Bom dia primeiro. – Falo brincando com ele.

- Bom dia senhora, me perdoe.

Gente o Guto estava de cara fechada, quando Matheus apareceu.

Ele limpa a boca com o guardanapo e olha para o Matheus, colocando ambos cotovelos a mesa;

- Vai esperar eu perguntar? – Guto encara ele.

Eu e Raquel sem entender nada, até fiquei com medo;

- Senhor ela fez prometer não contar nada!

- Não seja burro, tinha vinte e nove seguranças aqui ontem! E você não trabalha para Helena, trabalha para mim.

- Que aconteceu? – Pergunto.

- Eles foram discutindo para o carro, logo ela desceu e ele veio puxando ela. Helena acertou um tapa em Kevin e então intervimos a tempo, eu e Camilo, antes de ele fazer algo. Eu a trouxe para dentro e Camilo o colocou para fora.

- Isso foi ontem? – Pergunto apavorado.

- Sim, nossa a Helena é muito teimosa caralho. – Guto fala puto com ela.

- Ela se machucou Matheus?

- Não senhor.

- Vou ligar para ela...

- Obrigado, vamos terminar e estou indo, pode sair. – Guto dispensa ele.

- Vai onde?

- Na casa de Caio, preciso falar com a Julia, vem comigo?

- Quer que eu vá?

- Por favor? – Ele sorri.

- Vou sim, sem problemas. Deixa só eu ligar e ver como Helena está.

30 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia