• @rgpatrickoficial

Apenas Hoje - "Ops"

#Luis


- Quem? A de blusa rosa?

- Sim, de calça jeans.

- Hahahaha’.

Literalmente gargalhadas entre a gente, o Cauê chegou a olhar, umas pessoas olharam, Kelly estava sendo hostilizada pela garota que eu e as meninas vivíamos zoando;

- Não acredito, gente, ela é ridícula.

No momento ela olha, como estávamos pertos, todas olharam de uma só vez;

- Quer Foi Pikachu? Manera no Blush ta querida, Isso ai foi feito com Havaianas?

- kkkkkkkk’ Você não vale nada Luis. Vamos logo antes que secam a gente com aqueles olhares.


#Nícolas


- Paris, é a semana da moda, ou algo do tipo.

- Todos irão?

- Sim, Nícolas, meus pais, meu avo, Marcelo, metade da Revista!

- Quer dizer que a casa vai estar liberada?

- Não! Sem essa mano.

- Ah Eduardo, não queriam acampar? Então, uma zoeira em casa é bem melhor.

Eduardo estava tomando banho, eu escovando os dentes. Sai do banheiro e Fabrício questiona;

- Tão falando do que?

- Vamos acampar no jardim da casa de Eduardo esse fim de semana.

- Não vamos não.

Gritou ele, saindo do banheiro de toalha;

- Cara a ultima vez que fizemos uma festa lá em casa, lembra do que aconteceu.

- O Governador que é um fofoqueiro.

- O que aconteceu gente?

- Nícolas deu a ideia de fazer uma festa, mas meu vizinho é o governador, o pai do Douglas, e adivinha, ele ligou pro meu avo que estava fora do pais. Eles no exterior estavam sabendo que eu estava dando uma festa.

- Não foi assim também Eduardo.

- Nícolas por causa da festa eu fiquei sem meu carro.

- Vamos chamar as meninas, serão somente a gente, acampamos depois das quadras, lá é de boa.

- Só a gente?

- Sim.

- Sem musica alta, sem convidados?

- Só a gente?

- Sim, Eduardo! Porra! Depois fala com as meninas.

- Vai aonde Nícolas?

- Estou ensinando uns golpes de “Muay Thai” pro Cauê. Não esquece de falar com as meninas!

- Ta beleza.

Encontrei Cauê na academia, havia um espaço mais aberto la dentro onde era pra fazer alongamentos e abdominais, estávamos ah uns dias nisso, ele pegava o jeito rápido.


#Eduardo


Estava no teatro no backstage, eu iria fazer o test para ser o protagonista de “Édipo o Rei” uma peça “Grega Clássica”, lendo o script usando uma luz humilde atrás das cortinas, quando Marcos passa com uma garota e a questiona, sem me ver eles discutem;

- Quem ais quer o papel?

- Eduardo.

- O Monteleoni?

- Sim.

- Ah que merda, já te falei eu vou ficar com esse papel. Temos que fazer alguma coisa.

- Relaxa Marcos, o papel é seu, ele não ficará com o rei.

- Como tem tanta certeza?

- Olhe a cena do quinto ato, ele terá que beijar a Yasmim.

- E dai?

- Ayla odeia essa menina, e terá que ser um beijo apaixonante, quer dizer que terá que ensaiar, varias e varias vezes, e eu vou dar uma ajudinha...

- AGORA PARA OS PAPEIS PRINCIPAIS, Eduardo e Yasmim, por favor.

Eu sabia que eles iriam encher a cabeça de Ayla, não deu pra ouvir o resto da conversa, entrei ali mesmo no palco, e vi a Ayla sentada perto do palco, estava junto a Luis, que também estava fazendo testes, bem começamos a nossa cena e logo no tal quinto ato, beijei Yasmim;

- Ah por favor meus anjos, vocês leram a cena? Ela pede mais calor nesse beijo.

Voltamos uma fala e outro beijo. Cara eu já estava incomodado, para piorar a professora sobe no palco;

- Escutem, mais mãos, aqui, segure-a assim, Eduardo olhe no fundo dos olhos dela, Yasmim, como um beijo apaixonante. Você consegue não e mesmo Eduardo, um beijo com amor?

A professora consegue colocar o espirito do teatro na gente, e o teatro ajuda nessa concentração, posso dizer que entrei no personagem, até demais, foi um beijo e tanto, com aquela pegada romântica;

- Bravo, Bravo! Bem por hoje é isso, os papeis estarão no memorando da praça de alimentação na quinta! Podem ir.

Ao desfoque da luz, não vejo mas Ayla, questionei a Luis de cima do palco, ele somente fez gesto dizendo que não sabia de nada.


#Luis


- Ayla vai entender.

- Não sei Nícolas, ela ficou pouco chateada. Eu disse a ela que ele a amava, mas o jeito que o Eduardo beijou, acho que exagerou.

- Não entendo nada de teatro. Mas sei de uma coisa, Eduardo ama a Ayla desde pequeno.

- Eu sei, mas é isso que... Esta usando meu creme para as mãos?

- Que foi ele deixa minha pele macia.

-  Nícolas ele é para passar nas mãos e não no rosto.

- Ah entendi.

Ele estava saindo do meu banheiro de toalha, cabelo molhado, e cara branca de creme, eu estava deitado na cama que fica de frente pra porta do banheiro;

- Já que estou assim não acha melhor, sei la, a gente namorar um pouco?

- Namorar Nícolas? Nícolas Borges Barreto , quem te viu quem te vê. Antes era, me chupa, vira de costas, fica de quatro. Eu sei porque esta sendo carinhoso ta, mas não vai rolar.

- Ah Luis, porque? Já tem quase uma semana.

- Marcelo disse uma semana, ele pediu uma semana.

- Mas eu já estou bem, e foi tudo pra você, sabe disso.

- Não. Não e não.

- Ops.

- Nícolas.

Esse “ops” foi ele jogando a toalha no chão.

5 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia