• Richardson Garcia

Apenas Hoje - "Ele Caiu"

#Eduardo


Como na segunda e terça seria feriado, no domingo por volta da hora do almoço eu estava na casa de Nícolas, estávamos na sacada ele fumando e eu escrevendo;

- Escrevendo sobre o que?

-Shakespeare. Nico larga esse celular mano.

- Acho que vou ligar pro Luis.

- Já falei que não, da um gelo nele.

- Como esta fazendo com Ayla?

- Mais ou menos.

- Mas... vou ligar.

- Não achei que viveria para assistir essa cena.

- Qual?

-Você está amando.

- Não, não estou.

- Aham sei, em quem pensou a noite toda?

- No Luis.

- Acordou pensando em quem?

- No Luis. - E está vendo fotos de quem? - Do Luis? Puta merda, cara é assim. Que castigo. - Eduardo seu pai na linha. Peguei o telefone, Luan entregou um copo de suco para Nícolas e jogou o cigarro que ele estava fumando da sacada; - Pai. - Como está garotão? - Bem. E paris? -Linda como sempre, eu e sua mão queríamos que estivesse aqui, sabe que é uma opor... Eu também queria que estivesse aqui, deixa eu falar com ele... Pai... Solta o telefone Cauã, não vou tomar seu filho. - Oi meu filho. - Rsrsr’ sabe que deixa o papai, uma fera assim né vô. - Nada.então que horas embarca? - Não vou esse ano. - Ah Eduardo, chama sua namorada e... - Estamos dando um tempo. - Serio? - Porque não aproveita então? Você o Nícolas, que agora joga no meu time. Cara rachei de rir disso, coloquei no viva voz e falei; - Vovó, repete não entendi. - Chama o Nícolas que agora joga no meu time, ele vai gostar disso aqui. - Nícolas está apontando dedo pro senhor. Ah vovó nos vamos, embarcar no próximo voo. - Vamos? Despedi do meu pai e avo; - Vamos chamar os meninos e as meninas não é mesmo? - Não, vamos só nos dois. - Eduardo, assim e se sair nas fofocas? - E daí. Olhe não queria te mostrar, mas estão curtindo também, isso porque nem quero te mostrar o snapchat. #Nícolas Nunca pensei usar as palavras, “eu, amando” na mesma frase, mas aconteceu e teria que enfrentar de frente como um adulto, ou jovem não sei, de qualquer forma teria. Paris... Thiago e Cauã sempre imploraram para eu e Eduardo seguir a carreira de modelos, mas nunca fomos com a  ideia, eu só pensava em Luis, e em como chamar a atenção dele, estava sendo infantil? Sim, pois ele também. Somo jovens erramos para apreender. E assim foi feito, depois de encontrar Thiago no saguão do hotel, ele estava superanimado; - Que bom que vieram, venham quero que conheçam algumas pessoas. Entramos em um salão, a maioria falava inglês eu não entendia nada, Eduardo as vezes traduzia, as vezes sorria, Thiago era muito respeitado por todos. Subimos e era o quarto com duas camas de solteiro, pois a cidade estava lotada. - O que vamos fazer? Assim que perguntei, Thiago entra no quarto, sem bater; - Os dois arrumam pois vão pro desfile comigo, seu pai já se encontra lá Eduardo. - Tabom. - Desfile Eduardo? - Vamos fazer essa vontade dele, vai curtir a festa depois. #Eduardo Nos trocamos, e saímos, o evento havia tapete vermelho, e um muro de jornalistas; - Anão vovó, serio que teramos que passar por ai? - Se quiserem podem entrar pela garagem, tenho que representar a revista. Ele desceu Marcelo que abriu a porta, ele olhou dentro do carro; - Não vão descer? - Acho melhor não. - Prestigiar o nome de sua família é importante Eduardo. - Odeio quando me convence assim Marcelo. Descemos, o Nícolas coitado, estava agindo no automático, seu corpo estava no automático, por tanta coisa de uma só vez e ele estava demorando pra absorver. Nícolas andou mais afastado de mim, para não criarem boatos, sem sucesso pois antes de terminar o tapete três jornalistas me perguntaram quando iria assumir no namoro com ele. Entramos e fomos para o Backstage, pois as modelos estavam se preparando em trocas e maquiagem, e as vezes rolava um nudes. - Mano olha isso. - Nícolas isso aqui é o paraíso. - Let's go . Let's go. We walked in 5 minutes. Veio um senhor gritando para se prepararem, e atrás dele meu avo seguido de uma mulher e um travesti; - Preciso de vocês dois agora. - Não é... - Sim, vão entrar com as peças carro chefe da Baldin. - Vovô, não sei se será uma boa ideia. - Thiago nos temos tatuagens. - Não importa Nícolas, meus modelos não vão entrar. - Vamos Eduardo? - Sim, claro. Trocamos de roupa, ou melhor tiramos as roupas, ficando só de cueca, sunga, eu não sei ao certo o que era, mas não era nada bonito, o lugar parecia uma feira, eu e Nícolas fomos tipo escoltados, até próximo ao palco, umas dicas rápidas e uns toques, entrei, fui até o final e retornei, eu estava acostumado no palco, tudo bem. Meio preocupado com o Nícolas, mas tudo bem. Ou não, quando sai ele entrou, uma moça pegou no meu braço correndo para a próxima troca, mas todos na plateia gritaram, pensei “Ele caiu”. Não Nícolas foi aplaudido de pé, pois entrou nada formal;

Ele saiu e Thiago abraçou ele eufórico; - Demais, troca, troca... - Que isso em, você já dá para um bom modelo. - Cala a boca Eduardo, fiquei nervoso. Trocamos de roupa novamente e “novamente” passarela, depois seguindo a fila com todos como uma amostra final, e voltamos acompanhados a meu avo.

1 visualização
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia