• @rgpatrickoficial

Apenas Hoje - Capítulo 32

Não tinha como ele virar as costas e fingir que nada havia acontecido, JJ saiu sem ninguém ver;

- Ah não quero atrapalhar.

- Não tudo bem Eduardo, é posso te ajudar?

Perguntei me levantando, ele olhou mudando a feição para Leonardo;

- Não deveria estar embarcando? Sua reunião é amanhã pela manhã.

- Sim, estou atrasado, deixa eu ir.

Disse Leonardo saindo, Eduardo logo se despediu;

- Vou nessa, depois nos falamos.

Ele parou na porta e voltou, para não ficai mais sem graça disse;

- Vim para falar da viagem, mas a gente conversa depois, Nicolas te pega essa tarde para irmos ao aeroporto.

#Nicolas

Depois de meses fiquei sem ver Thiago e Luiza, por questão de segurança, mas com tudo acertado, antes de viajar fui até a casa de Ayla. Ao tocar a campainha, ela me atendeu, eu levei umas flores, estava todo comportado, ao me ver me abraçou tão forte;

- Saudades de você.

- Eu também, como você está?

- Bem, mas tem gente com mais saudades de você do que eu.

- Onde estão?

- No quarto, vai lá.

Foi como uma ordem, ao passar pelo corredor Beto estava olhando, só cumprimentei ele com um aperto de mão e passei, entrei no quarto dos meninos pisando levemente no chão.

A janela iluminava o local deixando bem claro, eles estavam de costas para a porta, com alguns brinquedos no chão e um falando mais alto um com o outro;

- Mas quem deixou vocês fazerem essa bagunça.

Gritei eu, como assustei eles, me olharam com a boca aberta, e o sorriso tomou conta rapidamente, cara abracei o Thiago com tanta força, Luiza veio correndo junto e caímos no chão com os dois sobre mim;

- Para Thiago. Para, Manhê. O Thiago está machucando o tio Nico.

- Rsrsrs’ Estou bem, estou bem. Rapaz anda comendo brócolis? Está muito pesado.

- Não, é muito ruim.

- Rsrsrsrs, Eita Campeão, vamos ter que entrar em um acordo em. E você em minha princesa.

- Tio olha a varinha mágica que ganhei do meu pai.

- Ah, contou para ele que você é uma princesa? Era nosso segredo.

- Foi o Thiago.

- Eu não.

- Ei, ei, o que estão brincando em?

Me sentei com eles e fiquei brincando, os dois perguntaram do meu serviço e tals, Thiago até queria que eu voltasse para o colégio, mas claramente que não poderia.

Logo meu celular chamou, era o Cauê;

- Está onde?

- Com Thiago e Luiza.

- Nicolas estamos atrasados, o voo sai daqui a duas horas.

- Caramba mais já são? Meu Deus, quatro e meia.

Despedi dos meninos rapidamente e sai como doido, quando estava saindo do estacionamento meu celular voltou a chamar;

- Oi Eduardo?

- Já pegou Miguel?

- Ah, to chegando na casa dele.

- Certo, estou indo para o aeroporto, quando chegar me liga.

- Certo.

Miguel. Miguel. Miguel caramba esqueci dele, tive que atravessar a cidade, liguei e pedi para Luís preparar minhas malas que logo chegaria, na casa do Miguel, toquei a campainha errada, tive que pedir informações, até chegar no ultimo apartamento;

- Olá.

- Ai caramba, Miguel mora aqui?

- Sim, entre, você deve ser...

- Nicolas... Miguel está pronto?

Falei com ele que estava na sala com uma mochila nas costas.

- Está atrasado.

- Ah! Sério. Vamos, você vem junto?

- Sim, sou Jeferson, mas pode me chamar de JJ.

- Prazer. Escuta porque estão tão bonitos.

Quando disse o JJ pediu pra repetir;

- O que falou?

- Porque estão tão lindos?

- JJ.

Disse Miguel com uma cara de desacordo;

- Que foi, é bom ouvir de um homem como este que estou lindo.

- Ah, podemos?

Ajudei eles com as bagagens, fomos pra casa, minha casa;

- Entrem e fiquem a vontade vou me trocar.

#Miguel

Meu Deus a casa do Nicolas, apartamento, era coisa de cinema, imenso, quase uma mansão, ao entrarmos eu e JJ ficamos boquiabertos parados como idiotas;

- Querem, beber algo, ou comer algo? Nicolas como sempre atrasado, ele está se trocando.

- Tudo bem Luís, obrigado.

Ficamos quietos, eu, JJ olhando e andando discretamente, Cauê veio com as malas e colocou na sala;

- Me ajudam a descer?

- Sim.

Descemos as malas de Cauê e depois de Nicolas, fomos direto para o aeroporto, pensei que o havíamos perdido o voo. JJ nunca havia feito voos internacionais, imaginam o trabalho que ele deu, bem, como a turma era grande chegamos e fomos direto para o hotel.

Finalmente Paris.

Eu estava tão ansioso, e tão nervoso, para o que nos aguardava neste desfile.

Logo depois que cheguei, estava ainda deslumbrado com o quarto do hotel, ficaram eu e JJ, Nicolas e Cauê, um quarto para Leonardo e um para o Eduardo.

Logo alguém bate na porta, era o Leonardo;

- Oi.

- Meu Deus, você está lindo Léo.

- Paris Miguel, Paris, podemos conversar?

Ele estava fora do comum, com cachecol e calça cor verde escuro, muito show. JJ havia saído, então deixei ele entrar e nos sentamos em uma saleta que havia próximo a porta.

De frente um para ele, olhem não tem como, beijei ele lentamente, que correspondeu e depois ficou sem graça;

- Tudo bem?

- Não.

Disse ele pegando minha mão, é eu já sabia o que esperar;

- Escuta, pessoas como você conhecemos uma vez na vida, e eu não tive sorte de te encontrar antes.

- Já sei o que quer dizer.

- Sim, não dá, eu e você não temos futuro, desculpe, mas foi a forma que encontrei para deixar claro entre a gente, Miguel eu gosto de outra pessoa, não seria certo com você.

- Heitor.

- Isto, eu amo ele e é com quem quero viver para o resto da minha vida, se pudesse sentir o que se passa nesse momento aqui dentro iria entender.

- Prefiro assim Leonardo, que tudo fique bem claro, afinal trabalhamos juntos, e sei sim, fique tranquilo.

Ele relutou em dizer, mas com a mão soando as palavras saíram, com dificuldade, mas saíram;

- Você é bom demais para mim, merece coisa bem melhor. E vai achar.

- Obrigado, ei e você é um cara que eu gostaria de ter como amigos para sempre.

Rimos de minha ironia e nos abraçamos. Ele saiu do quarto e demos de cara com Eduardo, para variar.

- Podem me acompanhar?

- Claro.

Para garantir, passamos todo o roteiro do desfile, tudo, terminamos durante a tarde, Nicolas, JJ e Cauê só estavam curtindo a cidade, os três sumirão enquanto trabalhávamos.

Ao sair do quarto do Eduardo encontrei Heitor, desta vez bem mais educado e calmo;

- Vocês dois, temos a festa de abertura, a presença de vocês é de extrema importância.

- Ah tudo bem.

- Leonardo sua roupa está separada, Eduardo seu terno chega daqui a pouco, Miguel, vai usar um meu, me acompanhe.

Olhei para trás mas acompanhei ele, que me emprestou um terno excelente, e muito lindo.

Durante a noite eu e Eduardo representaríamos a marca dele, e assim foi, os meninos não participaram, eles foram para outro local, estavam aproveitando até demais, eu e Eduardo cumprimentamos muitas pessoas, e durante o evento principal sentamos na mesa do presidente da “Channel”, “Alain Wertheimer”.

Durante o jantar, eu fiquei mais quieto, pois puta merda, pra que tantos talheres;

- De dentro para fora, use de dentro para fora. Me observe.

Disse Eduardo, foi o que eu fiz, mesmo assim apanhei muito, kkkk’.

- O que Leonardo fazia na sua casa aquele dia?

2 visualizações0 comentário
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia