• @rgpatrickoficial

Apenas Hoje - Capítulo 15

Agarrei ele tampando sua boca e carregando pra fora da sala, fechei a porta e coloquei ele no chão;

-Ta maluco?

-O que?

-O que eu te disse?

-Ah Meninas só são diversão?

-Depois disso.

-Esta disfarçado na minha escola?

-Eu não sabia, agora preste atenção.

-Esta armado? Posso ver.

-Não, Thiago, aqui sou seu professor, pode me chamar de Tio, mas ninguém pode saber, muito menos seus amigos, promete?

-Sim.

-Toca aqui. Agora vamos entrar e quero que chore.

-Porque?

-Não se faça de difícil, me ajuda.

Peguei uma água no bebedor perto, ele molhou os olhos e entrou fingindo estar chorando, a sala já estava calada e todos em seus lugar.

Ele entrou com todos olhando, e eu disse enquanto Thiago se sentava;

-Alguém mais quer falar alguma coisa?

#Luis

-Obrigado senhor, minha casa, silencio.

Disse Nícolas entrando, me levantei e fui até a sala ele deixou a mochila dizendo;

-Oi amor.

-Tudo bem? Parece que estava na guerra.

-Prefiro o Iraque do que aquela escola Luis, vem aqui.

-Vai tomar um banho, vou preparar algo para comer.

-Não, só quero um sexo, bem gostoso e depois um banho, talvez uma rapidinha no chuveiro também.

Fomos beijando pro quarto e juntos com os passos as roupas ficando pelo caminho

CARALHO que homem, suas mãos abriam minhas nadegas deixando bem encaixadas com seu membro, ele me beijava com vontade eu correspondia, mas ficava sem ar, seus lábios dançavam em meu pescoço, suas mãos subindo e descendo minhas costas, eu segurava forte em seu cabelo.

Nícolas então para de me beijar, meio que fez sinal para eu chupar ele, me afastei e sua mão não largava meu cabelo que foi conduzindo até descer seu peitoral. O membro dele deveria ter uns 19cm, com pentelhos e o belo par de coxas me deixava ouço, fui já colocando na boca e engolindo todo, ele pegou outro cigarro e se encostou confortável, olhando para a paisagem fumando enquanto alguém o chupava.

Ele somente gemia quando eu mordia sua virilha e passava a língua até a base de seu membro, Nícolas terminou mais um cigarro, e sua mão por baixo do meu queixo subiu até sua boca beijando e levantando, nos encostamos na barricada ele me beijando e passando a mão em minha bunda e seu cassete em ponto de pedra pressionado entre a gente.

Entramos e já cai de quatro na cama, ele cuspiu na minha bunda, passou a língua, (nossa e que língua), até mordeu deu tapas, mas quando foi penetrar acho que até ele se surpreendeu por ser bem apertado NE, Nícolas passou a mão em meu cabelo e forçou algumas vezes quando entrou ele gemeu mais que eu quando senti suas bolas encostando em mim, me empinei bem, deixando ele enfiar tudo. Nícolas segurou um pouco pelo meu cabelo, mas logo segurou na cintura, e com movimentos rápidos e muito fortes, ele gemia enquanto me fodia, logo não aguentou e gozou, foram uns jatos dentro de mim, ele ficou quieto eu rebolando, então ele deu uns tapas fortes virou me beijando e de mãos dadas, (isso mesmo, leem de novo), de mãos dadas fomos pro chuveiro, depois deitamos exaustos.

Fomos beijando pro quarto e juntos com os passos as roupas ficando pelo caminho, suas mãos abriam minhas nádegas deixando bem encaixadas com seu membro, ele me beijava com vontade eu correspondia, mas ficava sem ar, seus lábios dançavam em meu pescoço, suas mãos subindo e descendo minhas costas, eu segurava forte em seu cabelo.

Nícolas então para de me beijar, meio que fez sinal para eu chupar ele, me afastei e sua mão não largava meu cabelo que foi conduzindo até descer seu peitoral. O membro dele deveria ter uns 19cm, com pentelhos e o belo par de coxas me deixava ouço, fui já colocando na boca e engolindo todo.

Ele somente gemia quando eu mordia sua virilha e passava a língua até a base de seu membro, sua mão por baixo do meu queixo subiu até sua boca beijando e levantando, nos beijamos e passando a mão em minha bunda e seu cassete em ponto de pedra pressionado entre a gente.

Já cai de quatro na cama, ele cuspiu na minha bunda, passou a língua, (nossa e que língua), até mordeu deu tapas, mas quando foi penetrar acho que até ele se surpreendeu por ser bem apertado né, Nícolas passou a mão em meu cabelo e forçou algumas vezes quando entrou ele gemeu mais que eu quando senti suas bolas encostando em mim, me empinei bem, deixando ele enfiar tudo. Nícolas segurou um pouco pelo meu cabelo, mas logo segurou na cintura, e com movimentos rápidos e muito fortes, ele gemia enquanto me fodia, logo não aguentou e gozou, foram uns jatos dentro de mim, ele ficou quieto eu rebolando, então ele deu uns tapas fortes virou me beijando e fomos pro banheiro juntos, um banho rápido e sim, houve uma rapidinha, depois disso.

Fui pra cozinha preparar algo e ele deitou no sofá.

#Cauê

Sai do elevador uma fera, Isabela estava falando na minha cabeça por ter me pegado falando com outra garota por mensagens, a menina estava louca.

Entrei no apartamento, ela ainda do lado de fora;

- ARRUMA OUTRO PRA VOCÊ ENTÃO, um que não tenha vida social, ai voce pode amarrar no pé da sua cama.

bate a porta na cara dela, Luis saiu da cozinha me olhando, deixei o capacete na mesa, passando pela sala Nicolas estava sentado com o cabelo todo bagunçado;

- Te acordei? Me desculpe, mas é a Isabela ela esta querendo me enlouquecer... Quer saber, vou arrumar um homem pra mim, é um namorado, a gente pode ver futebol junto, ir pro bar junto, beber junto e ainda vou transar mais vezes na semana. HAAAAAA!

Acho que nem dei tempo pra eles processarem tudo, entrei no quarto joguei minha jaqueta, tirei minha camisa, e abre a porta novamente indo até a sala;

- Esqueçam o que que falei.

Nícolas me olhou meio torto acho que estava voltando a dormir. rsrsrs' tomei um banho, e por educação jantei com eles, e outra briga na mesa, dessa vez eu tive que me retirar.


3 visualizações0 comentário
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia