• @rgpatrickoficial

Apenas Hoje - Capítulo 12

Leonardo e eu estávamos nos dando bem, as vezes eu pegava algumas cantadas no ar, porem anda demais. Eduardo na dele, o cara estava cego com o projeto saindo do papel. Fabrício apaixonado pela namorada, um cara super de boa, e Cauê acho que é o garoto mais inteligente que conheci. Por dia estava com convivência com esses amigos de Eduardo, direta e indiretamente.

E posso dizer que nenhum deles se compara a Nícolas. Não preciso explicar aqui, ele se descreve em uma palavra na minha opinião, intenso. E nisto se encaixa o amor que sente pelo namorado, Luis, os dois são como irmãos juntos, mas Nícolas é homem, e todos sabemos que não são 100% confiáveis. Vai aí um capítulo dessa amizade que me trouxe uma bela dor de cabeça.

Em uma festa de aniversário da Luiza filha de Eduardo, foi feita na casa de Fabrício e Agatha, bem com todas as crianças e adultos, acabei por ficar na piscina, eu e Cauê, jogando vôlei na agua, e algumas crianças, estávamos mesmo pela bagunça, como festa de criança não duram muito, logo se dispersaram, e acabamos jogando para valer depois eu e Eduardo contra Nícolas e Cauê, foi uma brincadeira mesmo.

Ao terminar eu fui ao banheiro, a casa deles era enorme e no primeiro piso perto da escada havia um banheiro que poderia usar, ao virar passando pela escada empurrei a porta e ouvi atrás de mim;

- Posso usar também?

Era o Nícolas, cabelo molhado e bagunçado, sunga vermelha, com uma mão no membro dele, eu logo respondi;

- Pode ir parece estar apertado?

- Esse aí é grande relaxa.

Disse ele se referindo ao banheiro, e sim, havia um mictório de um lado depois uma divisória e um vaso sanitário, próximo a porta um lavabo.

Ele entrou e foi para o vaso sanitário, eu mijei no mictório e fui lavar minhas mãos, ele saiu e eu fui seca-las, passou por mim e se esbarrou, bem ele me sarrou, dizendo;

- Desculpe.

Enquanto lavava suas mãos, fiz um gesto com a boca junto a cabeça como se não fosse nada demais, acontece. Fiquei esperando ele secar as mãos pois estava bloqueando a saída.

Nícolas secou as mãos e se virou para mim, lembro que suas palavras foram;

- Fodasse (...)

Bem ele me beijou, claro não foi um beijo e sim uma pegada de mestre, o cara me colocou outra a parede, eu senti suas mãos dentro da minha cueca apalpando minha bunda, nas coxas, e até no cabelo, não sei como ele fez, mas minha atenção quando deu por entender que ele estava me beijando foi nos lábios firmes, a língua passando pela minha boca, seu membro explodindo entre a gente, como não se excitar.

Não me julguem por não ter o impedido, o cara é um mostro, e musculoso, eu não tive forças contra ele, foram menos de 30 segundos, Thiago bateu na porta;

- Tem gente?

Nícolas se afastou sorrindo e mordendo os lábios, e foi para a frente o vaso sanitário, eu liguei a torneira e abri a porta, ele entrou e usou o mictório ao lado, brincando e gritando com Nícolas, sai e peguei um roupão ao lado de fora do banheiro.

#Eduardo

Estava preparando uma bebida na mesa e Nícolas se aproximou;

- Porque o roupão? Não vai jogar mais?

- Beijei o Miguel.

Deixei a bebida cair na mesa e molhar meu celular;

- Merda.

Disse limpando;

- Da para disfarçar.

- Ele é maluco?

Falei dando um tapa no ombro dele;

- Eu?

- Quem mais, logo aqui Nícolas, já pensou se Luis pega vocês!

- A culpa é sua.

- Minha?

- Porque não contratou uma mulher?

- Nico... Não vou nem comentar.

Virei para todos disfarçando e virando o drink, Miguel estava entrando na água, e disse para Nícolas;

- Eu olhei para ele a dias também, estava se trocando perto de mim, e vi ele nú.

Nícolas em câmera lenta se virou para mim, o sorriso foi se fazendo em seu rosto ele me deu um murro no ombro;

- Há pode contar tudo, vai fala, como ele chupa?

- Rsrsrs’ é sério só vi ele pelado, e tem a bunda branca e lisinha, não sei se foi de proposito, mas as coxas ele se abaixou.

- E não comeu ele.

- Nícolas.

- O que? Me beijou em Cancún o que há de mais em foder o funcionário?

- Luis está de greve na cama? Só pode para explicar isso.

- Não, a gente transa muito, quando ele não me dá, paga um para mim.

- Ele te conhece, e mesmo assim está pegando outros.

- Foi só ele, é que não resisti.

- Você deveria ter 3 namorados.

- Luis, Miguel e Você?

Apontei os dois dedos para ele e sai enquanto ele sorria.

#Miguel

Ao fim da noite, peguei carona com Leonardo, assim que ele me deixou em casa, me impediu de descer do carro, ele estava envergonhado, mas disse;

- Ah Espere.

- Sim.

- Eu estava pensando, que tal a gente sair qualquer dia desses, um jantar, ou café?

- Está me chamando para um encontro?

- Sim. O que me diz?

- Bem sim, marca e me avisa.

Ele sorriu e se aproximou, eu correspondi e nos beijamos, desculpe, mas não sei bem descrever, pois vocês já sabem o que estava rondando minha mente.

Fui para casa descansar pois na semana seguinte seria muito importante.

Bem já na segunda feira, ao chegar no trabalho, Eduardo estava falando com Cauê na sala dele, ele pediu para eu entrar, mas logo o celular chamou;

- Anh me deem licença.

Disse ele saindo e puxando a porta, Cauê virou a cadeira para mim, eu sorri e disse;

- Oi.

- Não vai dar certo ok.

Sem entender perguntei;

- O que não vai dar certo?

Ele pegou uma bala na mesa de Eduardo e abrindo a embalagem disse.

- Você e Nícolas, vai tirando isso da sua cabeça.

- Como? Não penso em Nícolas como está falando Cauê.

- Para mim não precisa mentir Miguel, não sei se já houve algo, mas a forma como olha para ele dá para interpretar até um cego consegue enxergar, você está gamado nele. Olha lamento dizer, mas o máximo que vai conseguir é sexo, nada demais.

- Você está me insultando assim Cauê.

- Com a verdade? Miguel, estou sendo sincero. Conheço meu irmão, e ele ama o Luis acima de qualquer coisa, é sério não se apaixone por ele.

- Não estou apaixonado pelo seu irmão. Estou saindo com Leonardo.

- Pode até ser, mas não sente nada pelo Leonardo, só estou avisando, fique longe, ou só vai sofrer mais ainda.

Eduardo retornou não tive como questionar, ou discordar de Cauê, que logo saiu da sala. bem começamos as contratações e estávamos reformulando o andar, eu estava muito animado com tudo aquilo, mas confesso que a mente não estava no trabalho.

Já era a tarde, e estava de saída quando Leonardo ligou, desmarcando o encontro, ele se desculpou por milhões de vezes, e por mim tudo bem, achei até bom, pois poderia descansar. Ah lçe não disse o porque, somente cancelou.


5 visualizações0 comentário
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia