• @rgpatrickoficial

Apenas Hoje - "Bad"

#Ayla


- Oi gatinho!

- Oi princesa!

- Os dois tem nome viu.

Disse meu pai todo ciumento abraçando Nícolas, eles se davam muito bem, pois compartilhavam do mesmo gosto pelo surf, eu também, mas não era tanto.

- Tatoo nova?

Perguntou meu pai, apontando para uma tatuagem que o Nícolas tinha na altura da cueca;

- O que está escrito?

- Eu Nunca Desisto!

- Massa.

- Vou pegar meu protetor no carro, e me vestir pra entrarmos na água.

Falei indo ao estacionamento  colocar o macacão para surfar, quando abri o carro o meu celular estava chamando,  era o Dudu';

- Alô.

- Oi, Ayla?

- Oi Duda', tudo bem com você?

- Sim, ótimo,  olha estava pensando  em ir ao shopping, está afim?

- Aí gato, estou na Praia com meu pai e o Nico, porque não  vem?

- Vou sim, vai surfar?

- Não eu te esperar.


#Eduardo


- Mãe,  onde está meu pai?

- Na revista Eduardo.

- Posso ir à praia? Beto chegou está com a Ayla!

- Sabe que está  de castigo, mas pode ir.

- Posso ir.

- Nem termine, vai com o motorista, nada de dirigir.

Me troquei peguei umas coisas na mochila e saímos,  como é bem próximo logo cheguei, Ayla estava nas pedras filmando eles nas ondas, subi até onde ela estava;

- Cheguei.

- Oi.

Cumprimentei ela e ficamos conversando até eles saírem;

- Eduardo, cara como está bonito.

- Valeu Beto!

- Como esta seus pai? E seu avô?

- Meu pai está na revista e minha mãe está bem. Meu avô Thiago está em Marrocos, acho que trabalhando.

- Vamos, vou com você e Beto leva Ayla.

Peguei minha prancha e entrei com o Nícolas, Ayla foi com o pai dela. Não surfava como eles dois, mas sabíamos o básico,  logo mais almoçamos.

- Essa praia fez falta todo esse tempo.

Disse Beto  olhando o mar enquanto terminava de almoçar.  A tarde chegando o sol indo, é nos amávamos a praia, todos os 4, até demais.  Ao cair da tarde estava entre eu, Nícolas e Ayla sentados na areia, ela estava no meio.

- Espero que esse novo colégio não seja militar.

- Lá é como um hotel 5 estrelas, só que tem aulas, e professores.

- Pelo menos conhecemos você né  Eduardo, não vamos chegar  sem amizades.

- Fiquem tranquilos, vocês tem eu.

Falou Nícolas todo convencido, Ayla empurrou ele rindo e comentou;

- Agatha  chega assim que as aulas começarem,  disse estar empolgada com o Brasil.

- Mas pudera. Nunca conhecer o país onde nasceu.

Ouvimos uma buzina ao olhar para a Orla,o meu motorista.

- Bem tenho que ir nessa, vocês querem carona.

-Mas é claro.

Nícolas falou correndo.


#Nícolas


Dia seguinte na parte da manhã eu estava de chinelo boné aba reta, e short sentado na maquina de lavar no celular, meu pai o Caio aproxima,

Me dando um tapa na coxa;

- Desce dai garoto. Aqui o que esta na maquina?

- Meu Kimono do jiu jitsu.

- Deixa que eu guardo pra você.

- Nícolas, estou indo para o Alto da Boa Vista, vai querer ir comigo?

Disse Luan entrando na lavanderia;

- Sim, vou me trocar.

Alto da Boa Vista é um povoado a 22 minutos da Barra da Tijuca, onde havia um local para os policiais treinarem tiros ao alvo é um lugar bem "bad" de treinamento, eu não tenho acesso como civil, mas sendo filho de quem sou, sempre que ele pode me levar pego carona. A questão é que com o Luan não tem muito papo, nos nunca tivemos muita conversa, com ele é só ordens e pronto.


#Caio


Luan pegou sua mochila e preparou as coisas  e estava esperando o Nícolas;

- Não sei se vai ser uma boa ideia!

- Ele prefere sair com e ficar com você nesses locais, do que estudar comigo.

- Ainda vai ficar louco com tantos processos e livros Caio.

- Estou pronto vamos?

Beijei Luan e um aperto de mão em Nícolas;

- Vão com Deus, e Nícolas cuidado.

Ele sempre fez atividades com o Luan, nunca entendi a questão deles não conversarem muito, tipo, treinam luta juntos, academia e até ao stand de tiros ele acompanha o Luan e não tem muito papo entre eles, é mais questão física! Comigo nos trocamos ideias até demais, conversamos muito, sinceramente não compreendo essa relação.


#Luan


Por volta de 22 minutos de carro ele aumentou o volume do carro no máximo e fomos calados como sempre, no local cumprimentei meus amigos que estavam acostumados com a presença dele.

- Nícolas, aqui!

Chamei ele coloquei o sinto, e o colete, enquanto conversava;

- Hoje será um pouco mais pesado, quero que comece com a calibre 38, depois te entrego a escopeta.

- Qual calibre?

- Acho que temos a Calibre 28 e a Calibre 12.

- Beleza!

Nícolas me tirava do serio em questão de segundos, mas eu consigo ficar orgulhoso quando ele está com uma arma na mão, muitas vezes igual a mim, e já ocorreu de ultrapassar meus feitos,  deixando até os policiais boquiabertos, ele tinha uma mira excelente, e gostava da ideia de seguir na carreira militar, assim como eu.

7 visualizações
Assine para ser o primeiro a receber os capítulos 

Siga a gente:

©2015 por Armário Erótico Todos Direitos Reservados. Criado orgulhosamente com Richardson Garcia