tinder

Entregue-se a um amor moderno.

12/06/2017

Pesquisando no Google o significado de ‘’Moderno’’, apareceu: que acompanha a evolução e as tendências do mundo atual. Pois então, um namoro moderno é que segue as novas tendências: like no tinder, fim de semana no Netflix, mensagem de boa noite. Ok, vamos compreender e aceitar que muita coisa mudou nos últimos anos, mas também tem muita gente mantendo a velha tradição por aí. Manter os velhos hábitos não deixa perder aquele encantamento de filme que a maioria sonha e idealiza. Mas enfim, será que existe outras maneiras de definir um amor moderno e atual?

A forma de se relacionar mudou sim, mas a receita para manter um bom relacionamento ainda é a mesma da sua avó. Se relacionar com o outro com confiança, livre de pressões, e dedicação de ambos, ainda é uma das melhores formas de manter uma relação rica e saudável. Já que inovar é sempre bom, vamos sempre deixar a inovação falar mais alto e deixar para trás alguns hábitos rotineiros. Entregar-se a modernidade do amor é seguir o mesmo caminho de sempre, tropeçar, cair, levantar, nunca deixando de atualizar e renovar o amor que existe dentro de você. Feliz dia dos amores modernos!

#MaratonaConselhos: Comecei a namorar pelo app mas não deu certo.

24/03/2017

Olá, amigo colorido! Me chamo E. tenho 21 anos e moro no Rio de Janeiro. Vou contar um pouco do que passei: Conheci meu ex namorado em um aplicativo de relacionamentos, onde detecta pessoas que passaram pela rua onde mora, ônibus, etc. Ele veio conversar comigo, ficamos 3 semanas conversando pelo aplicativo até que ele se declarou e me pediu em namoro mesmo que a gente não tenha se visto. Marcamos de sair e então ele foi até minha casa para oficializar o namoro com a minha família. Neste dia, meu pai até permitiu que namorássemos mas não nos deixou sair por causa do horário que ele apareceu na minha casa (me arrumei a toa). No dia seguinte,nós dois saímos, assistimos um filme e ficamos. Depois que saímos, ele aparecia na minha casa todos os dias pra gente ficar, morávamos perto então eu achava que não tinha problemas. Até que ele passou a passar na minha casa tarde da noite, me levava comida, como um meio de eu me entregar a ele, tudo isso em 2 semanas que conhecemos. Eu resisti a vontade, por mais que tivesse. Nos conhecíamos a pouco tempo, não queria me entregar tão cedo. No Natal, ele apareceu na minha casa de surpresa, eu adorei, claro, meus parentes o conheceram, ficou tudo numa boa, ele me disse que só ia ficar um pouco comigo e depois ia pra casa, não foi o que aconteceu. Fiquei um pouco desconfiada,pois Natal e pra celebrar com os parentes e tal e ele decidiu passar comigo. Ficou até o dia seguinte, não procurou a família e nem ligou. Um dia depois, ele se mostrou todo apaixonado, apareceu de surpresa novamente e tivemos nossa primeira vez. Ele cismou comigo que queria ter um filho comigo, era o sonho dele (o meu também, mas é muito cedo né). Eu recusava a fazer amor sem camisinha, e começamos a brigar por causa disso. Todas as vezes que fazíamos, a camisinha estourava e comecei a ficar desesperada, pois não tomava anticoncepcional e então, passei a tomar um monte de pílula do dia seguinte. Ele sempre chegava na minha casa tarde da noite e ficava até de manhã, cheguei a conversar com ele se queria algo sério mesmo ou só transar comigo e ele começou a falar que se não quisesse não ia fazer amor comigo, relevei e ficamos mais um mês juntos, não saíamos mais, ele ficava sempre na minha casa e nunca me apresentava a família dele. Mais uma desconfiança! Morávamos perto e não entendia o porque de não me apresentar a família dele. Parecia que eu estava namorando e ele estava solteiro, compartilhando foto com amigas e nem me marcava em uma publicação. Um dia eu fiz um teste: fiquei sem conversar com ele o dia inteiro, sem se importar. Conclusão: ele também. No Facebook dele vi um monte de indiretas, “que mulher que diz não, faz c* doce e merece ser trocada”. Fiquei horrorizada e cansei disso tudo! Ele não me assumia, só me queria pra transar e só. Ele foi contra o término, disse que vivia ocupado e não tinha tempo pra mim ( o vi parado na rua, neste dia, como não tinha tempo?). Dois dias depois, ele me pediu dinheiro pra ajudá-lo com um carro que ele “comprou”, eu dei o que tinha, percebi na cara dele que não estava satisfeito. No dia seguinte, ele me bloqueou no Facebook e terminou comigo no WhatsApp da maneira mais fria que se pode imaginar, me disse que fingia que gostava de mim, e precisava ficar sozinho. Logo após o “término”, ele apareceu com outra mulher, essa ele assumiu pra todo mundo, o amor da vida dele. Eu, me senti enganada e não consigo superar o que ele me fez, sempre pedi para ser sincero comigo mas ele preferiu mentir e querer bagunçar minha vida. Ainda fico stalkeando ele no face da minha irmã, e isso tem me machucado. Fazem duas semanas que passou e quero apagar essa história da minha vida. Me livrei de um mal, mas não do sentimento que tenho por ele.

R: Olá E. Vou te dar um conselho baseado em uma frase da sua história,”ficamos 3 semanas conversando pelo aplicativo até que ele se declarou e me pediu em namoro mesmo que a gente não tenha se visto”

Hoje em dia mesmo com a facilidade tecnológica, precisamos conhecer melhor e mais profundamente as pessoas. É muito fácil se deixar enganar pelas aparências, então o mínimo que você deveria ter feito era marcado de conhecer ele pessoalmente, continuar saindo mais vezes até ter certeza dos seus sentimentos. Aceitar namorar uma pessoa que você não conhece pode trazer consequências desagradáveis para a sua vida. Ele simplesmente é um homem que não sabe dar valor, e se você tivesse esperado um tempo talvez tenha percebido isso. Espero ter ajudado! Fica bem viu? Isso serve para você aprender a ser mais forte e segura com si mesma.

Estamos todos desesperados: ‘’será que vai dar match?’’

04/11/2015

Tinderella

É um fato totalmente concreto que hoje em dia a forma de se relacionar mudou totalmente. Você pode sentar no seu sofá, deitar na sua cama e paquerar a noite toda. Relacionamentos a distância são super comuns atualmente, e com essa facilidade de contato virtual e troca de mensagens, o longe se torna muito mais que perto.

Parece que a pessoa está pertinho não parece? Ou pelo menos temos a ilusão de que está. Só que assim, o amor se torna tão distante. Amor real é carne e osso, olho no olho e não apenas áudio no whatsapp. Distância é algo que pode ser vencida  se bem trabalhada e explorada, mas não é nesse ponto que quero chegar.

 Conhecer pessoas novas se tornou tão fácil, parece que em um único aparelho temos a porta para conhecer o mundo. O Tinder é total prova disso. Eu tenho Tinder, e adoro apertar aqueles corações, sério, me divirto. Paquerar e dar match se tornou uma nova forma de entretenimento no celular. As pessoas encontraram um novo jeito de dar ‘’aquela olhada’’ além da mesa do bar e da balada. Ah e tem também o Happn do famoso ‘’crush’’ que mostra quando você cruza e passa perto das pessoas que possuem o aplicativo.

Acontece que raramente, eu consigo ir além do app. ‘’Oi tudo bem?’’ ‘’O que você faz?’’ ‘’Quantos anos você tem?’’ ‘’blá blá e blá’’. Já disse, perguntei, e respondi infinitas vezes essas perguntas, quem nunca? Eu tenho vontade de sair com a pessoa só por causa da foto, que vamos combinar, algumas enganam eim. Sem contar que a pessoa pode até ter papo bom, mas qualquer pessoa pode ser legal digitando, é só colocar uns emojis sorrindo e ‘’eba, sou legal’’. Tirando as fotos que as diferenciam, as pessoas se tornaram iguais, com o mesmo papo, as mesmas perguntas e os mesmos assuntos.  É tudo tão automático, nada mais é por acaso. É claro que estou generalizando e sendo um pouco radical, mas é o que acontecena maioria das vezes.

Eu queria mesmo é que na biblioteca da minha faculdade eu derrubasse o livro e o boy gato pegasse para mim. Eu também queria que o moço dos olhos claros esbarrasse em mim para pedir desculpas e me notar. Quem sabe ele não pergunta que curso eu faço, que ano estou, ou com  o que eu trabalho. Que nada! Só nos filmes…quem sabe um dia não acontece não é? Nunca perco a esperança. É tão mais fácil apertar corações e ver que combinamos, parece tão real. Deixa eu voltar para lá, colocar as minhas melhores fotos, com os melhores looks, os melhores filtros e curtir.

O Príncipe encantado não vem mais a cavalo gente, ele te curte e curte a outra também. Desse jeito o amor vira desespero, eu sou mais um desesperado. E você?