crush

Como conquistar o seu crush.

31/05/2017

Conquistar não é uma tarefa fácil não é mesmo? Há momentos e pessoas que acabam não se concretizando na nossa vida. Quem nunca se viu em uma situação dessas? Elaborei algumas dicas passo a passo que pode ajudar vocês a conquistarem o crush de vez!

1) Não seja orgulhosa

Ignorar é deixar o orgulho falar mais alto, e basicamente deixar que ele venha atrás, e isso é se fazer de difícil. ”Quando somos difíceis nos tornamos desejáveis, e quando somos fáceis nos tornamos descartáveis”. Ok, mas e se você correr atrás? Ás vezes pode ser a solução dos seus problemas, que tal deixar o orgulho de lado e dizer tudo aquilo que você sente, ou ter uma simples conversa com quem te faz bem? Não há mal nenhum em vencermos o orgulho. Essa guerra é a pior de todas, vamos fazer a saudade vencer o orgulho e sermos felizes de verdade? Vencer o medo de ser feliz pode ser a chave para você encontrar a sua felicidade dentro de você, não necessariamente em outra pessoa.

2) Tenha certeza dos seus sentimentos:

Será que você gosta mesmo dele ou são apenas borboletas no seu estômago te tirando noites de sono por pura carência? Ás vezes fantasiamos e insistimos em pessoas que só alimentam a nossa ilusão. Colocamos elas em cima de um pedestal maior que tudo e todos, e criamos expectativas em cima de algo que talvez não seja o que a gente pensa que é. Para insistir em alguém primeiro temos que ter a certeza de que nós gostamos da pessoa. Simples! A paixão ás vezes se torna uma projeção do que queremos ser na outra pessoa, ou projetamos nela o que queríamos que ela fosse. Quando a pessoa se torna um projeto e não uma troca de sentimentos não vale a pena continuar…e sim aceitar como nós somos e como essa pessoa é.

3) Escute o coração mas não deixe de usar o cérebro.

 Muitas vezes fechamos nosso coração e a razão fala mais alto, pensar com o cérebro é o que fazemos todos os dias, e é usando ele que ás vezes nos privamos de sofrer, pois pensamos: ”Eu mereço coisa melhor”, ”Não vou mais insistir em quem não está nem aí pra mim.” e é aí que o orgulho mora ao lado da razão. Mas…quando pensamos com o coração é hora de colocar todos nossos sentimentos na mesa, como cartas de um baralho pronto para ganhar o jogo. Você expressa tudo o que está sentindo de verdade, e isso pode te ajudar muito, ou não. Se ele gosta de você ele vai ficar com você, mas se ele gostar de você apenas para ser bons amigos…aí sim você usará a sua razão e seguirá em frente com muita força de vontade e aprendizado. Na teoria parece fácil mas é só vivendo na prática que aprendemos de verdade o momento certo de usar nosso coração.

4) Não espere pelo cara perfeito.

Costumo dizer que a vida é feita de fases e momentos. As fases servem para nos ensinar algo e os momentos para aproveitar o que aprendemos…O problema de algumas pessoas é que esperamos e insistimos em algo que nem começou, criamos expectativas naquilo que sabemos que tem pouca chance de acontecer.  O grande amor da sua vida não vai aparecer com uma placa indicando nome e endereço, ele vai entrar pelas portas do fundo da sua vida e te mostrar o que é amor de verdade, e que amor não tem nada a ver com paixão.  Mas é preciso alimentar esse sentimento todos os dias, senão ele morre!  Viva cada dia e aproveite muito porque o para sempre é um momento, e devemos aproveitar ele. Vai chegar o dia em que você vai sim encontrar alguém que faça suas emoções valerem a pena. E ele não precisa ser perfeito para você se apaixonar, ele precisa ser ele mesmo, e acima de tudo te respeitar.

5) Aprenda a lidar com finais:

Se o sentimento de vocês dois for verdadeiro você pode ter certeza de que ele permanecerá por um bom tempo ao seu lado. Mas uma coisa que aprendi vivendo é que nada é para sempre, os sentimentos também. Quando começamos um relacionamento parece que tudo vai durar eternamente pois os sentimentos e as emoções são muito intensos. Não devemos ficar pensando em términos e sim aprender a lidar com eles da sua maneira. Pois sempre devemos olhar para frente e continuar caminhando, a vida é feita de velhos e novos amores. Algo sempre vai permanecer no passado e te esperar no futuro.

#MaratonaConselhos: Comecei a namorar pelo app mas não deu certo.

24/03/2017

Olá, amigo colorido! Me chamo E. tenho 21 anos e moro no Rio de Janeiro. Vou contar um pouco do que passei: Conheci meu ex namorado em um aplicativo de relacionamentos, onde detecta pessoas que passaram pela rua onde mora, ônibus, etc. Ele veio conversar comigo, ficamos 3 semanas conversando pelo aplicativo até que ele se declarou e me pediu em namoro mesmo que a gente não tenha se visto. Marcamos de sair e então ele foi até minha casa para oficializar o namoro com a minha família. Neste dia, meu pai até permitiu que namorássemos mas não nos deixou sair por causa do horário que ele apareceu na minha casa (me arrumei a toa). No dia seguinte,nós dois saímos, assistimos um filme e ficamos. Depois que saímos, ele aparecia na minha casa todos os dias pra gente ficar, morávamos perto então eu achava que não tinha problemas. Até que ele passou a passar na minha casa tarde da noite, me levava comida, como um meio de eu me entregar a ele, tudo isso em 2 semanas que conhecemos. Eu resisti a vontade, por mais que tivesse. Nos conhecíamos a pouco tempo, não queria me entregar tão cedo. No Natal, ele apareceu na minha casa de surpresa, eu adorei, claro, meus parentes o conheceram, ficou tudo numa boa, ele me disse que só ia ficar um pouco comigo e depois ia pra casa, não foi o que aconteceu. Fiquei um pouco desconfiada,pois Natal e pra celebrar com os parentes e tal e ele decidiu passar comigo. Ficou até o dia seguinte, não procurou a família e nem ligou. Um dia depois, ele se mostrou todo apaixonado, apareceu de surpresa novamente e tivemos nossa primeira vez. Ele cismou comigo que queria ter um filho comigo, era o sonho dele (o meu também, mas é muito cedo né). Eu recusava a fazer amor sem camisinha, e começamos a brigar por causa disso. Todas as vezes que fazíamos, a camisinha estourava e comecei a ficar desesperada, pois não tomava anticoncepcional e então, passei a tomar um monte de pílula do dia seguinte. Ele sempre chegava na minha casa tarde da noite e ficava até de manhã, cheguei a conversar com ele se queria algo sério mesmo ou só transar comigo e ele começou a falar que se não quisesse não ia fazer amor comigo, relevei e ficamos mais um mês juntos, não saíamos mais, ele ficava sempre na minha casa e nunca me apresentava a família dele. Mais uma desconfiança! Morávamos perto e não entendia o porque de não me apresentar a família dele. Parecia que eu estava namorando e ele estava solteiro, compartilhando foto com amigas e nem me marcava em uma publicação. Um dia eu fiz um teste: fiquei sem conversar com ele o dia inteiro, sem se importar. Conclusão: ele também. No Facebook dele vi um monte de indiretas, “que mulher que diz não, faz c* doce e merece ser trocada”. Fiquei horrorizada e cansei disso tudo! Ele não me assumia, só me queria pra transar e só. Ele foi contra o término, disse que vivia ocupado e não tinha tempo pra mim ( o vi parado na rua, neste dia, como não tinha tempo?). Dois dias depois, ele me pediu dinheiro pra ajudá-lo com um carro que ele “comprou”, eu dei o que tinha, percebi na cara dele que não estava satisfeito. No dia seguinte, ele me bloqueou no Facebook e terminou comigo no WhatsApp da maneira mais fria que se pode imaginar, me disse que fingia que gostava de mim, e precisava ficar sozinho. Logo após o “término”, ele apareceu com outra mulher, essa ele assumiu pra todo mundo, o amor da vida dele. Eu, me senti enganada e não consigo superar o que ele me fez, sempre pedi para ser sincero comigo mas ele preferiu mentir e querer bagunçar minha vida. Ainda fico stalkeando ele no face da minha irmã, e isso tem me machucado. Fazem duas semanas que passou e quero apagar essa história da minha vida. Me livrei de um mal, mas não do sentimento que tenho por ele.

R: Olá E. Vou te dar um conselho baseado em uma frase da sua história,”ficamos 3 semanas conversando pelo aplicativo até que ele se declarou e me pediu em namoro mesmo que a gente não tenha se visto”

Hoje em dia mesmo com a facilidade tecnológica, precisamos conhecer melhor e mais profundamente as pessoas. É muito fácil se deixar enganar pelas aparências, então o mínimo que você deveria ter feito era marcado de conhecer ele pessoalmente, continuar saindo mais vezes até ter certeza dos seus sentimentos. Aceitar namorar uma pessoa que você não conhece pode trazer consequências desagradáveis para a sua vida. Ele simplesmente é um homem que não sabe dar valor, e se você tivesse esperado um tempo talvez tenha percebido isso. Espero ter ajudado! Fica bem viu? Isso serve para você aprender a ser mais forte e segura com si mesma.

Ano novo, crush novo!

31/12/2016

largeee

Sentimentos novos são sempre bem vindos, ainda mais quando merecemos. Você merece tudo de bom, e se algo ou alguém está te fazendo mal, tenha certeza de que esse sentimento não é para você. Quando nos apegamos, deixamos até o que é ruim nos atingir.

Vai chegar um ano totalmente novo, em que as energias e nossos corações serão renovados. Então aproveite esse momento para filtrar tudo o que de alguma maneira não fez seu coração bater mais forte ou que simplesmente não foi para você. É quando desaceleramos que paramos de atropelar sentimentos. Temos a vida toda pela frente, seja leve!

#MaratonaConselhos: Meu crush me trocou por outras.

17/12/2016

large-1

Queria uma dica , meu crush já me trocou duas vezes por duas gurias , e agora ele diz que gosta de mim, o que devo fazer?

R: Olá L. Se ele gostasse realmente de você ele não teria te trocado pelas outras. Quando gostamos e nos importamos com alguém, nos preocupamos com o bem estar dela. Pelo jeito ele não sabe de quem ele  gosta, ou ele só quer aproveitar…pois ele só te procura quando é conveniente para ele. O melhor que você tem a fazer é dar um gelo e dizer que não quer nada com ele, pois quando você quis…ele escolheu as outras! Espero ter ajudado, se precisar me grita tá? Beijos.

E se você precisar desabafar saiba que aqui terá sempre um ombro amigo. Mande sua história para o meu email contatoamigocolorido@gmail.com que vamos consertar seu coração! 

#MaratonaConselhos: Crush, a saga.

21/11/2016

13108663_837664426376990_269494243_n

Oi, tudo bom? Então, tudo começou no 8~9° ano do fundamental. Eu e meu irmão estudávamos na mesma escola, sendo que ele era do 2° ano do médio. Eu era hiper apaixonada pelo melhor amigo dele, tipo muito apaixonada, louca por ele! Um dia eu consegui o msn dele e começamos a conversar, nossa! Tive mil ataques cardíacos falando com ele! Mas bem, na mesma época eu fazia cursinho de inglês na frente da escola, e em um desses dias, o meu lindo crush estava saindo do colégio e eu chegando no cursinho.

Neste dia eu fui belíssima por motivo nenhum, e mais tarde, no msn, ele me perguntou para quem eu havia me arrumado daquele jeito. NOSSA! Sério… Acho que morri naquele momento e depois ressuscitei! Mas bem, depois de alguns dias, eu estava andando pelo colégio e o vi sozinho em um canto, cheguei nele furtivamente, comecei a conversar e me declarei! Falei o quanto gostava dele e o quanto eu o achava um cara bacana…! Porém, como nem tudo são flores, ele me deu um fora… Por motivo: ele ser melhor amigo do meu irmão. Da pra acreditar? Nossa. Fiquei arrasada, real! Desejei matar meu irmão, mas superei essa fase. Mudei de colégio, me formei no colégio, entrei na faculdade… Esqueci do crush por um bom tempo! Mas recentemente, fuçando o instagram do meu irmão, eu o reencontrei nos sugeridos! Na hora entrei no perfil dele, porém era bloqueado. Reuni toda a coragem que eu tenho e comecei a segui-lo… E ELE ME SEGUIU DE VOLTA! Soltei fogos, pulei, festejei e tudo mais! Contudo, encarei um outro problema. Falar com ele. Eu não sei como puxar assunto com ele, e fico tímida até para curtir as fotos dele! O que eu devo fazer?

R: Olá M. Que saga eim? Que tal dar continuidade para essa história e resgatar a mesma coragem que você teve aquela época? Haja naturalmente: ” e aí lembra de mim?”, deixe o papo fluir…quem sabe assim não surge uma nova oportunidade de dessa vez dar certo! Não custa tentar.

Você está precisando desabafar? Me mande sua história no meu email: contatoamigocolorido@gmail.com que aqui sempre vai existir um ombro amigo para te aconselhar!